Djokovic com vantagem mental e paridade física diante de Nadal



Enquanto isso no hotel em Melbourne, Rafael Nadal comemora – discretamente – que seu adversário terá um dia a menos de descanso e fez um jogo de cinco horas. Mas ao mesmo tempo lamenta profundamente que o vencedor tenha sido Novak Djokovic, o mesmo que o bateu nos últimos seis jogos – todos em finais – e em duas decisões de Grand Slams. Lamenta também por Nole já o ter vencido saindo de uma batalha de mais de 3h no dia anterior no torneio de Roma. Ou seja, a tendência é que esta possível vantagem física do espanhol seja mínima…

Se Nadal queria uma oportunidade pra acabar com seu carma de 2011 está aí uma grande chance, mas o espanhol terá que jogar um tênis agressivo e ainda mais consistente do que fez contra Roger Federer pois a vantagem mental de Djokovic é enorme para este embate de domingo às 6h30. Estar com o revés longo e confiante, sacar forte para não dar chance do rival dominá-lo desde a devolução e firme de cabeça

Enquanto isso, Andy Murray amarga mais uma decepção em Grand Slams. Foi valente, jogou muito, virou placar inimaginável no quinto set, mas pecou na hora que teve a chance para abrir 6/5 e saque na etapa final e também por jogar tão mal o quarto set após sofrer demais para ganhar o anterior. O escocês ainda não deu aquele pulo mental necessário para ganhar Majors como já fizeram os top 3.

Nadal e Djokovic jogam a terceira final de Slam consecutiva e o sérvio tem a chance de entrar pro Hall de tenistas como Federer, Nadal, Sampras, Rod Laver entre outros que venceram três Slams consecutivos.

Deixe aqui na caixinha de comentários seu palpite. Será que Djokovic manterá a freguesia ? Ou Nadal dá a volta por cima ? Meu palpite. Djokovic 3 a 1.



MaisRecentes

Nadal de outro planeta. O Adeus da Rainha Maria Esther Bueno



Continue Lendo

Pode Zverev segurar Thiem ? Djokovic comendo pelas beiradas



Continue Lendo

Nadal com caminho mais aberto. Bellucci regrediu



Continue Lendo