Australian Open – Começou quente fora das quadras



De jogos mesmo neste 1º dia de Australian Open destaque para a grande virada da revelação Bernard Tomic contra Fernando Verdasco em uma ótima partida e pro tropeço no primeiro set de Juan Martin Del Potro. Como o meio tenístico já sabe, Fernando deu aquela “Verdascada” ao ter 2 sets a 0, 4/3 e saque e passar a errar muito e perder saques com duplas-faltas. Após o jogo ele alegou problemas estomacais a partir do terceiro set. Sem mais comentários.

Rafael Nadal teve uma grande atuação e Roger Federer passou sem muitos problemas. Não é novidade. Ambos tem chaves não muito complicadas até a esperada semifinal.

O que ficou quente mesmo foi o clima em Melbourne. Além de muito calor os principais tenistas se reuniram para discutir problemas do calendário e a baixa premiação de acordo com os ganhos de cada competição. O assunto greve veio à tona e foi divulgado por vários jogadores medianos nas redes sociais, mas parece que não vai muito pra frente.

O que ficou latente foi o descontentamento do povo com Roger Federer. E seu principal rival, Rafael Nadal levantou a bola nesta matéria que publicamos no Tênis News LEIA AQUI!

Nesta segunda-feira os dois tenistas foram políticos, amenizaram o problema, disseram que tem uma relação fantástica entre ambos. Mas será que é assim mesmo ? Não digo que os dois sejam inimigos, mas não acredito 100% nesta relação fantástica. Mas sim uma relação de respeito. Afinal, os dois nunca jogaram duplas juntos em torneios oficiais, não são vistos jantando juntos – fora eventos oficiais da ATP ou dos Grand Slams.

Obviamente que cada um defende seu lado e tem sua opinião. Nadal faz mais força pra jogar e se lesiona mais. Federer é justo o oposto. O certo é que as palavras de Nadal sobre Federer na coletiva não foram nada amistosas, mostrando certa irritação dando uma pitada a mais de sal para essa primeira semana na Austrália que tendia a ser morna.

Curtinhas:

Nadal entrou no jogo com uma super bandagem no joelho. Fez uma atuação segura e bastante agressiva, sacando bem inclusive. Mas pegou um adversário que não deu tanto trabalho. O curioso foi sua explicação para tal tamanho de bandagem no joelho. Por pouco não jogou o torneio por sofrer uma lesão no joelho sentado ontem, um estalo. Teve que ir correndo ao médico após sentir muitas dores. Será mais uma das maldições que o espanhol sofre nos últimos anos em Melbourne ? Depois de vencer em 2009 ele sofreu problemas físicos e parou nas quartas nas duas últimas temporadas…

Hoje é dia do Brasil em Melbourne. Temos chances de sair com 100% com Bellucci, Feijão e Mello. São jogos ganháveis, mas tampouco fáceis. Bellucci como sempre deve tomar muito cuidado com sua oscilação contra Sela. Caso contrário vai amargar mais uma derrota, que seria a terceira pro rival.



  • kinho

    sinceramente, o nadal reclama do calendário mas fez a exibição em dubai e joga um tanto outros torneios que nao deveria e agora reclama

    é o preço de ser top, jogar mais, se lesiona mais, o ranking muda e assim continua as coisas

    qto a premiação, deve sim aumentar

  • Suellen Clemente

    Bom, concordo com o Nadal sobre o Federer, já que o calendário é muito extenso deveria sim haver uma mudança. E se a maioria dos tenistas querem esta mudança porque só o Federer que não aceita?

  • Rodrigo

    A única coisa que gostaria de saber é: será que o nadal manterá tamanha agressividade quando enfrentar um rival mais qualificado e com recursos? Eu acredito que não.

    Será que ele partirá para os winners contra tsonga, federer, djoko, etc?

  • Felipe Gonçalves

    Alguém ainda acredita nessas supostas lesões do Nadal? Ele sempre procura passar o favoritismo pro adversário (já fez isso até em Roland Garros!) e boa parte das vezes sinto que inventa esses problemas físicos, já que chega nas rodadas finais dos torneios correndo como nunca, o que, aliás, foi comentado pelo Paulo Cleto na transmissão desta manhã do Australian Open.

    Nos fóruns de tênis, o espanhol é conhecido já há algum tempo como “drama queen”. Passa da hora de ele começar a aprender a perder e parar de falar de problemas físicos. Todos os tenistas os têm, mas nem todos os citam a todo momento, como o companheiro do Nadal fez hoje – “problemas estomacais a partir do terceiro set”, francamente.

  • Andre

    Nadal só disse bobagens. Não é o Federer que decide nada. ELe é apenas mais um membro do conselho que conta com 1 representante do top 10, 1 do top 20, 1 do top 30 assim sucessivamente. São cerca de 7 representantes formando o conselho. Nadal deu a entender que o cuplado de tudo é Federer sendo que ele é apenas uma parte dos que representam os jogadores. Deveria era ficar calado e discutir isso nas reuniões. Mas parece que na hora ele é mudo e só gosta de falar por trás e não tem coragem de falar na cara. Bem típico dele.

  • Edmárcio

    Nadal vive chorando… mas na hora de fazer seu calendário para jogar apenas o que é importante não faz… quer jogar tudo para ver se ganha pontos… ridículo.

  • Otavio Neves

    Neste caso o Federer está certo: ele está pensando também nos tenistas de ranking inferior – não só nos tops como o Nadal quer. Que tal o espanhol parar de jogar duplas e exibições ($) ???!!!! Os tenistas de ranking inferior precisam de um calendário completo para sobreviver no circuito – e mais torneios mais chances de nós, público, vermos um jogo ao vivo… Nadal:gosto também de você – mas programe melhor seu calendário – como o Federer faz….

  • linard

    Olá Fabrizio,
    O Federer tem se mantido em cima do muro, quanto ao caso em questão. Na minha opinião Nadal e quase 90% dos tenistas tem razão em parte. No meu entender,o calendário poderia até ser o mesmo, mas, sem a obrigatoriedade de cumprimento, assim, o tenista jogaria com mais liberdade, para sustentar seu ranking.
    Mudando de assunto, esse tal de feijão é bom mesmo no prato, no segundo set, já estava colocando os bofes para fora, que falta de preparo físico!….O Bellucci e o Ricardo Mello, tinham a obrigação de vencer, afinal, os adversários são bem inferiores, quanto aos próximos confrontos, o buraco é mais em baixo.
    A lesão do Rafa, falei no post anterior: por conta do escafóide do tarso no pé esquerdo, lesões nos joelhos e lombar serão sempre presentes na vida dele. O lado positivo, é que ele já aprendeu a conviver com elas, infelizmente os que torcem a favor ou contra não.

MaisRecentes

Maior de todos no saibro, Nadal já pode almejar liderança na temporada



Continue Lendo

Bellucci se reencontra



Continue Lendo

Rep. Tcheca seria o melhor rival do Brasil na Copa Davis



Continue Lendo