Bellucci – Ganhar tranquilidade e adquirir a raça argentina



E quem lembra a polêmica coletiva de Thomaz Bellucci no ano passado antes de assinar com Larri Passos ? Ele meteu o pau nos técnicos brasileiros e gerou muitas divergências com vários deles. Não cabe aqui entrar no mérito desta questão que já foi discutida bastante no passado, mas sim comentar sobre o novo técnico do brasileiro, o argentino Daniel Orsanic.

Orsanic foi um ótimo jogador de duplas, semifinalista duas vezes de Roland Garros, uma com o brasileiro Jaime Oncins e tem experiência como treinador com nomes como Jose Acasuso, Pablo Cuevas entre outros.

É uma diferente tentativa de Bellucci. O objetivo principal em primeiro lugar é tirá-lo do foco do Brasil da mídia nacional, minimizando a pressão após o trabalho com Larri Passos não ter dado certo. Trabalhar em outro país, como o fará em parte da pré-temporada em Buenos Aires, ajudará na tranquilidade que Thomaz precisa. Como já afirmei inumeras vezes aqui e não precisa ser especialista para saber, a confiança do brasileiro no momento é ruim.

Um dos fatores que o público que comenta no blog, na minha coluna e no twitter em geral é um pouco de apatia, falta de gana para Bellucci. Algo que discordo. Não vejo um Bellucci sem garra, só o vejo muito preso, muito tímido, expressando pouco seus sentimentos e se deixando levar por uma ansiedade quando os jogos apertam. Acaba transparecendo que está faltando luta, mas na verdade o problema passa pelo lado mental.

A ida pra Argentina com um treinador local e convivência com jogadores do país é uma tentativa de incorporar um espírito mais guerreiro em Thomaz, aquela raça argentina que é imbatível em qualquer esporte. Definitivamente, como todo início de trabalho, não vou cobrar isso do brasileiro nos primeiros meses de trabalho, afinal é preciso um tempo de adaptação.

Como sempre torço para o sucesso da parceria e tomara que em 2012 vejamos um Bellucci mais consistente nos resultados explorando ao máximo seu potencial.

O que você leitor achou da escolha ?



  • Rogerio

    Acho que pode dar certo! Torço por isso, pois é muito ruim ver o Thomaz deixando escapar seguidamente vitórias e tie breaks que estavam ganhos, jogos que ele estava dominando as ações.

  • Acho boa a tentativa, mas só tempo dira se vai dar certo ou não, esperamos um bellucci mais consistente em 2012 é quem sabe possa chegar ao top 20. espero tambem que faça um calendario melhor em 2012 optando por bastantes torneios no saibro, onde ele joga melhor vamos torcer e parar de criticar, é o que o Brasil tem de melhor no momento.

    • Jadir Rodrigues

      Concordo plenamente, pena que uma parcela dos adeptos do tenis tenham atitudes negativas o tempo todo. È isso, por enquanto, Bellucci é o melhor que temos no país, vejamos como irão se sair, em 2012: Clezar, Monteiro, Fernandes, Sorgi, Rogerinho, Feijão entre outras “promessas”.
      Parabéns pelo comentário coerente, ponderado.

  • Mauricio

    Em princípio sim, não treinou jogadores nível top 20 mas é uma tentativa boa. Quem era o técnico do Coria? O bom de ser duplista é que ele deve entender bem de voleio. Mas mais importante que voleio seria alguém que conseguisse ensiná-lo a encurtar os golpes para a quadra rápida.

    • ´João Patrício

      Maurício, permita-me complementar :

      E não baixar a cabeça. Já reparou quando Belucci baixa a cabeça num erro ele emana forças ao adversário

  • linard

    Olá Fabrizio,
    Torço para que tudo corra bem. O Bellucci é jovem ainda e tem muito o que aprender tecnicamente.
    Só não concordo, quando ele diz que quer se espelhar na raça argentina. Força mental e raça não depende só de ensinamentos, depende da força interior dele , o resto é esperar pra ver.
    Boa sorte pra ele.

  • Rafael Burgos

    Uma coisa gostei: Como o cara é duplista, entende bem de voleios! Agora vai, Bellucci! rs

  • belllucci,vê se para de colocar a culpa nas circunstâncias,nos treinadores,e reconhece que vc tem potencial,mas não sabe explorar.torço por vc não somente por ser brasileiro,mas porque de fato acredito que vc tem talento,agora,solta esse braço no ano que vem valeu cara.

  • jadir

    raça e gana de vencer não se adquiri. Ou se nasce ou esqueça! Isso em qualquer esporte. O problema do Bellucci é falta de qualidade de jogo. Estar entre os 40 do mundo já está otimo para ele.

  • Lucas

    Olha, é óbvio que estou torcendo pro Bellucci, que ele consiga dar o salto de qualidade necessário para repetir semanas como Madrid e Acapulco (ÚNICOS TORNEIOS EM QUE JOGOU BEM!!!)….
    Mas não sei se é a melhor escolha, o cara nunca treinou ninguém que tenha tido um ranking espetacular. Não é o Franco Davin, que treinou Coria, Gaudio e Delpo ou Luis Lobo (Monaco, Moya, Nalbandian), só para citar dois exemplos também da Argentina. Tem técnicos muito mais gabaritos e provavelmente mais competentes por aí, mas como a mim cabe apenas torcer, espero o melhor pros dois, que deem certo!!!

  • Amigos boa noite!

    Na minha modesta opinião, o tenis argentino está um passo a nossa frente. Porem há quanto tempo o tenis argentino não têm um número um? O problema de Belluci é o mesmo de Rubinho. Ambos têm telanto acima do normal, masn a imprensa nacional queria transformá-lo num Senna e ele caiu nesta armadilha. O Belluci foi a mesma coisa, tentam colocá-lo no mesmo patamar de Guga! Isso é um erro. Talento ele têm, mais foram épocas diferentes, GUGA é GUGA. Tomaz não parece em nada o estilo Guga! Em MAdri ele mostrou ao mundo que têm potencial. Mas com o tempo ele aprendeu que nem sempre querer é PODER!

    Taí, porque ele não escolheu GUGA como técnico. Séria ótimo, Guga têm autoridade sem ter arrrogância!

    Abraços

MaisRecentes

Novo título em Wimbledon significaria muito para mim, afirma Federer



Continue Lendo

O melhor Rafael Nadal entra para a história do esporte



Continue Lendo

Djokovic ou Thiem podem parar Nadal ?



Continue Lendo