Alguém segura o Federer ?



Como avisei no post feito hoje cedo, os momentos de ambos jogadores e o retrospecto dos dois no piso rápido e coberto davam o favoritismo a Roger Federer. Agora não se imaginava tamanha atuação do suíço.

Me faltam adjetivos para elogiá-lo. Federer foi sublime, perfeito. Isso resume. Voltou a jogar como nos velhos tempos quando dominava o circuito e não vacilou nenhum segundo como costuma fazer diante do espanhol. Há séculos não o via realizar uma partida tão precisa e com tanta fome. Federer ligou na tomada e se deu conta de que contra Nadal não se pode abrir nenhuma brecha.

Federer jogou quatro vezes contra Nadal no ATP Finals (duas em Xangai e duas em Londres) e venceu todas. Explicações. O jogo do suíço flui melhor nestas condições de piso rápido coberto, jogo mais rápido, enquanto que Nadal tem mais dificuldades de alongar suas bolas. Como seus jogos são mais velozes, Federer economiza físico e nos últimos anos vem sobrando ao fim da temporada, caso contrário ao do espanhol e outros.

É bom lembrar que o parágrafo acima não tira méritos nenhum do triunfo de Federer de hoje. Jogando o normal ele venceria Nadal com mais problemas, mas jogando dessa forma ele atropelou o espanhol, deu o terceiro pneu nele na história dos 26 jogos da rivalidade e se credencia como franco-favorito para vencer Londres.

A pergunta que fica. Alguém pode parar o Federer Express ? Eu sinceramente não vejo ninguém, ainda mais sem Murray na competição, um Djokovic avariado e o restante dos tenistas sem aquela experiência necessária. Aguardemos os próximos capitulos.



MaisRecentes

Indomável, Djokovic agora postula ida ao Nº 1. Brasil tem por quem torcer



Continue Lendo

Del Potro pisa mais forte que Nadal no US Open. NextGen ainda não embala



Continue Lendo

Emoções no US Open



Continue Lendo