Federer x Murray é a minha final



Foram sorteadas as chaves do ATP World Finals, torneio que encerra a temporada masculina e que abriga os oito melhores e, Londres. No Grupo A, Novak Djokovic, Andy Murray, Tomas Berdych e David Ferrer. No B, Roger Federer, Rafael Nadal, Mardy Fish e Jo Tsonga.

No meu entender esse ATP Finals tem tudo para ser equilibrado apenas com um favorito – Roger Federer – pela confiança que adquiriu com as conquistas nas últimas duas semanas. Dos tenistas em ação o suíço é o que mais descansado fisicamente está mesmo com a quantidade de jogos similares aos rivais. A explicação é óbvia. A maneira e rapidez com que joga faz com que Federer tenha menos desgaste.

Novak Djokovic e Rafael Nadal são incógnitas e isso faz com que o torneio ganhe sabor e dê chances a nomes como Tsonga e Berdych. O número 1 do mundo só foi a Paris para ganhar o US$ 1,6 milhão de bônus a que tinha direito. Foi aparecer seu primeiro grande desafio pela frente que desistiu. Pode ter comprometido a participação em Londres. Rafa Nadal ainda não se recuperou totalmente de problemas no pé e chega sem ritmo de jogo na Inglaterra. Mesmo assim aposto nele por conta da má fase e lesões de Mardy Fish.

Na chave A meus palpites são para Murray e Tomas Berdych se classificando. E na chave B Federer em primeiro e Nadal na segunda posição. Pelo nível de atuação ultimamente Federer leva o título em cima do escocês.

Curtinhas:

Dois eventos bacanas para acompanhar pena que sejam justo na mesma semana. Hoje começa o Challenger Finals que tem apenas Thomaz Bellucci como destaque. É aquele típico torneio que será 8 ou 80 para ele. Se o brasileiro não vencer esta competição entra com a moral muito baixa para 2012. Caso vença pode reanimá-lo para a gira na Austrália. E nada de definição de técnico.

O Rio Champions traz a nostalgia de um Guga x Corretja e nomes como Meligeni, Marcos Daniel, Gaston Gaudio, Goran Ivanisevic, Carlos Moya entre outros a partir de amanhã. Bons jogos e muita diversão dentro e fora de quadra no Maracanãzinho.

E o Bellucci afirmou que está fazendo um trabalho mental, mas não quis dar detalhes. Se ele já está com um psicólogo por enquanto não está funcionando. Mas o trabalho é de longo prazo. E ele busca um novo preparador físico. Nomes de treinadores não foram revelados.

 



MaisRecentes

Nem sempre se pode ganhar todas



Continue Lendo

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo

Indomável, Djokovic agora postula ida ao Nº 1. Brasil tem por quem torcer



Continue Lendo