Nadal se favorecerá da mística contra a turma do Quarteto Fantástico ?



As semis que todos queriam. Roger Federer x Novak Djokovic, já comentada no post de ontem, e Rafael Nadal contra Andy Murray. Um sábado de tirar o fôlego com promessa de jogos longos em Nova York.

O único a alcançar a semi sem perder nenhum set foi Rafael Nadal. Novak Djokovic perdeu um, Roger Federer também e Andy Murray três. Esta é a sexta vez que Rafa consegue este feito e nas cinco oportunidades anteriores ficou com o título. É uma estatística interessante. O que ela diz ? Sim, Nadal está jogando muito bem. Mas quer dizer que agora ele ganha o troféu ? Não necessariamente. Do outro lado da rede estarão feras como Andy Murray e, caso vença, Federer ou Djokovic – temido pelo espanhol em 2011.

Nadal tem que estar bem fisicamente para desempenhar seu jogo. Jogar os primeiros cinco encontros de um Slam sem passar de três sets economiza energia – ainda mais para um torneio onde atuará por três dias seguidos – e abre possibilidade para que o espanhol alcance as rodadas finais na plenitude. Logo suas chances aumentam.

Os Slams que Nadal chegou na semi sem perder sets: US Open 2010 (d. Djokovic na final); Roland Garros 2010 (d. Soderling); Australian Open 2009 (d. Federer); Roland Garros 2008 (d. Federer); Roland Garros 2007 (d. Federer).

Tecnicamente falando Murray e Nadal estão bem no torneio e tem tudo pra fazer daqueles jogos demorados mesmo que termine em sets diretos. A diferença é que Rafa está evoluindo e ganhando cada vez mais confiança de acordo com os jogos enquanto que o britânico deu algumas patinadas como no jogo de hoje. Se a partida de alongar, o fator físico vai pesar e aí a vantagem será de Nadal. Entrarão em ação as 3h30 do escocês nesta sexta contra Isner e menos de 2h de Nadal diante de Roddick.

Pelo que vi até agora na competição, Nadal e Federer caminham para uma final inédita no US Open. Mas com estes quatro em ação tudo pode acontecer. O sábado promete!

Qual o seu palpite ?

Curtinhas:

Segunda vez no ano que teremos os top 4 nas semis de um Slam. Em Roland Garros deu Federer x Nadal.

Nadal está léguas de distância daquele que jogou os Masters de Cincinnati e Montreal. Repetindo aliás o que fez no US Open do ano passado.



MaisRecentes

Zverev tem tudo, mas ainda falta muito. Estranho, não ? 



Continue Lendo

Nem sempre se pode ganhar todas



Continue Lendo

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo