Bellucci, Mello e dupla é o time contra a Rússia. Temos chances ?



<b>Atualizado em 06/09 às 9h25</b> – Times do Brasil e Rússia confirmados. Confirme este blog havia divulgado anteriormente os brasileiros vão com Thomaz Bellucci, Ricardo Mello e a dupla Marcelo Melo e Bruno Soares. Os russos tem uma mudança. Sai Nikolay Davydenko e entra em seu lugar Igor Kunitsyn. Ele terá a companhia de Mikhail Youzhny, Dmitry Tursunov e Igor Andreev.

A formação nacional não deve ter caído muito no gosto por exemplo de Thomaz Koch que afirmou a este blogueiro ser adepto do time com três de simples e um de duplas como aconteceu diante do Uruguai em julho.

Na minha opinião é a melhor equipe. Nossa dupla é a maior chance de ganhar ponto mesmo que não seja hiper favorita.

Thomaz Bellucci é a nossa esperança em simples e ao mesmo tempo uma incógnita. Se tiver jogando seu melhor tem chances de bater qualquer um dos russos. Mas acima de tudo a cabeça, que ainda fragilizada nos últimos torneios, precisa estar bem forte. Chance enorme de apagar o que aconteceu no US Open e mostrar seu valor.

Ricardo Mello fez uma ótima exibição no US Open contra Gilles Simon e pode chegar mais confiante, mas terá adversários agressivos com o qual deverá ter mais dificuldade.

A dúvida do capitão João Zwetsch pode ter ficado aí, no segundo de simples do Brasil. João Souza, o Feijão, vem crescendo, ganhando aos poucos seu espaço no circuito principal e acabou de jogar seu primeiro Grand Slam, mas ainda carece de experiência em jogos de Copa Davis. Rogério Dutra Silva, apesar de também viver boa fase e ser muito lutador, joga muito atrás da linha de base, o que facilitaria a vida dos russos no ataque.

Obviamente os russos permanecem favoritos, mas a saída de Dasvydenko gera um equilíbrio e chance maior para nossa equipe. Youzhny, mesmo confirmado, não está em seu melhor momento e os outros três são ótimos tenistas, mas nada de outro mundo. Nossa dupla continua sendo a favorita apesar de que Kunitsyn e Tursunov (que deve ser a dupla deles no confronto) serem perigosos já que tiveram ótimos resultados no passado.

Que a nossa equipe dê o seu melhor e acredite pois temos qualidade para aprontar uma surpresa. Por que não ?

Borracharia em Nova York – Esta quinta-feira os borracheiros fizeram a festa no US Open. Djokovic e Berdych distribuíram dois cada. Serena e Wozniacki não deixaram de dar sua contribuição. Sobre eles, pouco a comentar, somente a perspectiva dos jogos mais complicados na terceira fase entre Djokovic x Davydenko e Serena x Azarenka. E mais uma vez lamentei pela falta do Bellucci no dia de hoje. Federer não deu e liquidou Sela com muita rapidez. O suíço pega Marin Cilic. Resumindo. A partir do sábado o torneio começa a ficar mais interessante.

Mesmo assim tivemos um ótimo jogo. Ferrero mostrou bravura e virou sobre Monfils numa batalha épica de quase 5h. Bom ver os mais experientes com fome de voltar aos melhores dias.



MaisRecentes

51 vezes Nadal. Uma boa ideia



Continue Lendo

Djokovic está de volta!



Continue Lendo

Um racha no circuito ? 



Continue Lendo