Djokovic, o primeiro a estrear o Nº 1 com título desde Sampras



Não se pode de maneira nenhuma minimizar o título de Novak Djokovic em Montreal porque não enfrentou feras como Rafael Nadal, Roger Federer e Andy Murray.

Em primeiro lugar porque este sérvio já varreu todos estes mais de uma vez na temporada. Em segundo porque os outros do top 4 decepcionaram no Canadá e por último pois ganhou de tenistas de ótima qualidade como Mardy Fish, Jo Tsonga, Nikolay Davydenko, Gael Monfils.

Está difícil alguém ganhar do sérvio. Mesmo jogando mal e mostrando certo cansaço mental, como foi o caso da final de hoje, ele arruma alguma forma de ir lá e vencer. Fico com pena do Fish. Tenista que mostrou uma ótima evolução nos últimos dois anos no fundo de quadra, mas que ainda bate na trave quando enfrenta os top 3. Em finais de Masters ele perdeu todas as quatro, sempre no terceiro set.

Além de ter 53 vitórias em 54 jogos, (McEnroe perdeu seu 2º jogo em 1984 apenas no 62º duelo) Nole soma alguns outros feitos interessantes após esta vitória:

– 5º Masters do ano. Recorde batendo os 4 títulos de Federer em 2005 e 2006 e Nadal em 2005 (sérvio ganhou todos os que disputou)

– 9º troféu em 10 torneios disputados

– 10º Masters da carreira ficando a apenas um de Pete Sampras, quarto maior vencedor deste tipo de evento;

Outro dado bem legal que constata que Djokovic não sentiu a pressão logo após assumir o posto de número 1. Ele é o primeiro tenista a erguer o troféu no primeiro evento após chegar ao topo. O último a conquistar tal feito foi Pete Sampras que ascendeu ao topo em 1993 e faturou o torneio de Pequim em seguida.

Eis os 13 tenistas que não conseguiram tal feito:

Andre Agassi assumiu o topo em abril de 1995 e foi vice em Tóquio (Japão);
Thomas Muster foi à liderança em fevereiro de 1996, mas perdeu na estreia em Dubai (Emirados Árabes);
Marcelo Rios atingiu o topo no fim de março de 1998, mas perdeu na estreia de Hamburgo (Alemanha);
Carlos Moya ganhou a liderança em março de 1999, mas perdeu nas oitavas de Miami;
Yevgeny Kafelnikov perdeu para Guga nas oitavas de Roma (Itália) em maio de 1999;
Patrick Rafter ficou apenas uma semana na ponta em julho de 1999 e nunca disputou um torneio como tal;
Marat Safin disputou o ATP World Finals em novembro de 2000, mas perdeu na semi;
Guga assumiu o topo no ATP Finals de 2000 em dezembro, mas caiu na segunda fase do Australian Open de 2001 em janeiro;
Lleyton Hewitt ficou em 1º após o ATP Finals de 2001 e perdeu na estreia do Australian Open de 2002;
Juan Carlos Ferrero perdeu na final de Bangkok (Tailândia) em 2003;
Andy Roddick perdeu na semi do ATP Finals de 2003;
Roger Federer perdeu nas quartas de Roterdã (Holanda) em 2004;
Rafael Nadal perdeu na semi do US Open de 2008.



  • Suellen Clemente

    Concordo totalmente com o post, pois o Nole vem mostrando muita garra e força, apesar de as vezes demosnstrar algum cansaço(o que é normal),ele continua mostrando um belissímo jogo e vai ser muito difícil tirar ele do topo esse ano. Só espero que esse excesso de jogos não atrapalhem o seu condicionamento fisíco.

    • Marcos K (Krabbe)

      Mas o Rafinha é melhor!
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • Paulo Fernandes

        Rafinha??!! O que é isso??? Isso é de comer ou passar no cabelo??? Por acaso vc estaria se referindo àquele troglodita, fabricado em laboratório, baloeiro e enganador, conhecido também no meio tenístico como Nadal??? Se for isso companheiro, desista, pois ele não dá nem para engraxar o sapato do Nole.

  • Marcos K (Krabbe)

    E vai voltar a ser número um!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    NADAL ETERNO!!!!!!!!!!!!!!!!!
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Luiz Carlos

    Nossa que fase, ele bate na bola de olhos fechados e a bola vai no final da linha. Bom ótimo ano de 2011 da Djok. Vamos ver se quando perder umas duas seguidas vai continuar essa fase.

  • Victor

    Fabrizio, a temporada do Nole esta sendo fantastica e esse ano dele esta sendo historico.

    Tenho algumas curiosidades que penso que voce saiba responder:

    1- qual jogador que teve menos derrota em 1 ano

    2-qual jogador ja conquistou todos os torneios master 1000?

    • Fabrizio Gallas

      Agassi venceu 7 Masters diferentes, é o recordista. Djokovic, se ganhar Cincy, iguala.

      • Victor

        Obrigado Fabrizio

        então vou torcer para o Nole ganhar Cincy para igualar ao Agassi e escrever mais um capitulo na historia do tenis

  • Mani

    O ano do Djokovic está sendo espetacular!

    …só quero ver como ele vai defender todos esses pontos ano que vem…. rsrs

    • Eduardo

      Isso, Nadal tambem não conseguiu. Nas duas vezes que assumiu a ponta, no ano seguinte, entregou.
      Chegar ao numero 1 é dificil. Manter- se, muito mais.
      Somente Federer foi capaz disso. Foram 237 semanas consecutivas (Quatro anos e meio) como numero 1, e com Nadal na sua cola, como numero 2.
      Esse é o maior e mais dificil recorde de ser quebrado do tênis.
      Foi uma fase inigualável do suiço!

  • luciano

    Que feito extraordinário, ein Fabrício?..??….???!!! FANTÁSTICO!!!!!!!!
    Além disso, Djoko mostrou ontem como se comporta um verdadeiro #1: esbravejamentos, raquete no chão e outras cositas más… Não vai durar muito… No máximo até Wimbledon 2012… Não consegue bater nem o Nadal em semanas no topo… Que dirá então Federer……
    Abraço,
    Luciano

    • Vânia

      Fala assim pq o feito não foi de seu tenista favorito. Só pq Nadal e Federer em seus respectivos auges não conseguiram mais que 4 masters. Lamentável desmerecer o feito dos outros dessa maneira.

  • Arthur Dias

    Nada a ver isso que você disse Luciano. Não é porque o Nadal e o Federer não fazem isso que isso tem de ser considerado uma atitude de quem não merece ser o nº 1 do mundo. Cada um tem o seu estilo, assim como sua personalidade. Isso é a diversidade do esporte, não teria graça se todos fossem iguais, e um exemplo claro foi a existência do Agassi para o tênis, sempre diferente. O Djokovic é assim, não tem motivo mudar e dessa forma ele vem conquistando o mundo.

    • Vânia

      Concordo com vc. Veja o Bellucci hoje. Faltou esbravajar consigo mesmo, jogar a raquete no chao, vibrar nos momentos decisivos, mostrar quem está mandando no jogo. Nole fez tudo isso ontem, e quando ele acerta seus golpes incriveis na linha, dá um urro e vibra com aquele olhar dele, assusta qualquer um.

  • Vivi

    Parabéns ao Djoko!! Ele tem demonstrado muita consistência o ano inteiro, ter perdido apenas 1 partida, é sensacional! Que bom que faturou mais um título e que venha o U.S Open!!! O Djoko merece ficar MUUUITO tempo no topo!!

  • gabriel de araújo alves

    sou fã de nole,torco pra ele e espero que ele ganhe cincy , pra igualar agassi,vamos lá nole!

  • gabriel de araújo alves

    sou fã de nole,torco pra ele e espero que ele ganhe cincy ,vamos lá nole!

  • gabriel de araújo alves

    vamos ver se ele consegue defender os pontos,ano que vem

    • Eduardo

      Isso, Nadal tambem não conseguiu. Nas duas vezes que assumiu a ponta, no ano seguinte, entregou.
      Chegar é dificil. Manter, muito mais.
      Somente Federer foi capaz disso. Foram 237 semanas consecutivas (Quatro anos e meio) como numero 1, e com Nadal na sua cola, como numero 2.
      Esse é o maior e mais dificil recorde de ser quebrado do tênis.

  • Marcos K (Krabbe)

    NADAL ETERNO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ETERNAMENTE NÚMERO 1!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • jorge

    É estranho que o troglodita frances tenha entregue o jogo duas vezes para o rapaz da Servia. Essa última foi rídicula alegando uma dor no braço etc. Hoje jogou solto e venceu, Estranho o comportamento desse frances. Fazer o que se os tempos e os persnagens mudaram. Só falta ele aparecer numa foto entregando o premio para o servio.

  • jorge

    Nadal é fenômeno desde os 17 anos. Vamos aguardar para ver ele pagar todos os pontos no proximo ano.Nao vai ter medico cipriota que arrume . Quero mais corda para ele se enforcar.

  • andreia mara

    Acredito que Roger Federer chegará ao topo novamente. Aliás, para mim, ele sempre será o número 1.

MaisRecentes

Maior de todos no saibro, Nadal já pode almejar liderança na temporada



Continue Lendo

Bellucci se reencontra



Continue Lendo

Rep. Tcheca seria o melhor rival do Brasil na Copa Davis



Continue Lendo