Djokovic, o primeiro a estrear o Nº 1 com título desde Sampras



Não se pode de maneira nenhuma minimizar o título de Novak Djokovic em Montreal porque não enfrentou feras como Rafael Nadal, Roger Federer e Andy Murray.

Em primeiro lugar porque este sérvio já varreu todos estes mais de uma vez na temporada. Em segundo porque os outros do top 4 decepcionaram no Canadá e por último pois ganhou de tenistas de ótima qualidade como Mardy Fish, Jo Tsonga, Nikolay Davydenko, Gael Monfils.

Está difícil alguém ganhar do sérvio. Mesmo jogando mal e mostrando certo cansaço mental, como foi o caso da final de hoje, ele arruma alguma forma de ir lá e vencer. Fico com pena do Fish. Tenista que mostrou uma ótima evolução nos últimos dois anos no fundo de quadra, mas que ainda bate na trave quando enfrenta os top 3. Em finais de Masters ele perdeu todas as quatro, sempre no terceiro set.

Além de ter 53 vitórias em 54 jogos, (McEnroe perdeu seu 2º jogo em 1984 apenas no 62º duelo) Nole soma alguns outros feitos interessantes após esta vitória:

– 5º Masters do ano. Recorde batendo os 4 títulos de Federer em 2005 e 2006 e Nadal em 2005 (sérvio ganhou todos os que disputou)

– 9º troféu em 10 torneios disputados

– 10º Masters da carreira ficando a apenas um de Pete Sampras, quarto maior vencedor deste tipo de evento;

Outro dado bem legal que constata que Djokovic não sentiu a pressão logo após assumir o posto de número 1. Ele é o primeiro tenista a erguer o troféu no primeiro evento após chegar ao topo. O último a conquistar tal feito foi Pete Sampras que ascendeu ao topo em 1993 e faturou o torneio de Pequim em seguida.

Eis os 13 tenistas que não conseguiram tal feito:

Andre Agassi assumiu o topo em abril de 1995 e foi vice em Tóquio (Japão);
Thomas Muster foi à liderança em fevereiro de 1996, mas perdeu na estreia em Dubai (Emirados Árabes);
Marcelo Rios atingiu o topo no fim de março de 1998, mas perdeu na estreia de Hamburgo (Alemanha);
Carlos Moya ganhou a liderança em março de 1999, mas perdeu nas oitavas de Miami;
Yevgeny Kafelnikov perdeu para Guga nas oitavas de Roma (Itália) em maio de 1999;
Patrick Rafter ficou apenas uma semana na ponta em julho de 1999 e nunca disputou um torneio como tal;
Marat Safin disputou o ATP World Finals em novembro de 2000, mas perdeu na semi;
Guga assumiu o topo no ATP Finals de 2000 em dezembro, mas caiu na segunda fase do Australian Open de 2001 em janeiro;
Lleyton Hewitt ficou em 1º após o ATP Finals de 2001 e perdeu na estreia do Australian Open de 2002;
Juan Carlos Ferrero perdeu na final de Bangkok (Tailândia) em 2003;
Andy Roddick perdeu na semi do ATP Finals de 2003;
Roger Federer perdeu nas quartas de Roterdã (Holanda) em 2004;
Rafael Nadal perdeu na semi do US Open de 2008.



MaisRecentes

Nadal chega em Paris com sobras. Djokovic pode brigar



Continue Lendo

Nadal não será afetado por derrota em Madri. Zverev cresce, mas precisa confirmar em um Slam



Continue Lendo

Triplo 11 de Nadal ?



Continue Lendo