Federer levou o tênis e outro padrão



Uma pequena, porém merecida homenagem do blog a Roger Federer que completa nesta segunda-feira 30 anos de idade.

Um dos Maiores Tenistas de Todos os Tempos para mim. Federer, com seu arsenal completo e soltura dos golpes, conseguiu levar o tênis a outro padrão, o padrão do eficiente e belo. Por isso ganhou 16 Grand Slams, somous 285 semanas no topo (recorde de 237 seguidas), terminou cinco anos na liderança e ganhou antos outros eventos importantes.

Sua forma de jogar lhe trouxe raros casos de lesão e por isso Roger tem vários anos por jogar no profissional em alto nível. Hoje em dia ele não tem o domínio que tinha antes. Tudo por culpa dele mesmo. Os outrosse espelharam para poder alcançá-lo, mas só dois conseguiram tal feito: Nadal e Djokovic.

Tomara que siga motivado para desafiá-los e que fique no circuito por pelo menos cinco temporadas e que assim apareça no Brasil para disputar os Jogos Olímpicos. Seria uma boa não é ?

Espirituoso e um cavalheiro. Tive dois momentos com Federer nos torneios pelo mundo. Ambos em 2009 nos Masters de Madri e Roland Garros. Acredito que sou pé quente dele pois ganhou os dois. Mas Roger sempre mostrava cavalheirismo e raciocínio rápido tanto para minhas perguntas como a dos diversos jornalistas.

Segue aqui a Mensagem de Aniversário do Federer!

Adicionando alguns Números de Federer dados pela ATP:

 

1 – Terminou 8 temporadas no top 2 (2003 até 2010), único a conseguir tal feito;

2 – 3 Slams ganhos numa mesma temporada, 2004, 2006 e 2007

3 – Melhor Temporada em 2005 (81 vitórias e 4 derrotas). Maior número de Títulos em 2006 (12)

4 – 8 anos ganhando pelo menos 1 Slam (2003-2010)

5 – De 2001 até 2011 sempre ganhou pelo menos 1 ATP

6 – Primeiro ano completo na ATP em 1999 com 13 vitórias

7 – 18 finais de Grand Slam alcançadas em 19 participações de Wimbledon 2005 até Australian Open em 2010

8 – Nos seus 3 melhores anos (2004 até 2006) perdeu apenas 15 de 262 jogos

9 – Ganhou seu 1º ATP em Milão (2001) com apenas 19 anos

10 – Terminou no Top 10 pela primeira vez em 2002 com 21 anos

11 – Se tornou número 1 aos 22 anos em Fevereiro de 2004

12 – 26 vitórias seguidas sobre Top 10 da Masters Cup de 2003 até o Australian Open de 2005

13 – 29 Quartas de Final seguidas em Grand Slams

 

 



MaisRecentes

Indomável, Djokovic agora postula ida ao Nº 1. Brasil tem por quem torcer



Continue Lendo

Del Potro pisa mais forte que Nadal no US Open. NextGen ainda não embala



Continue Lendo

Emoções no US Open



Continue Lendo