Murray defende americano suspenso por doping. O que vocês acham ?



Aproveitando o tema doping que esteve em destaque no Brasil nas últimas semanas por conta do caso César Cielo, ídolo brasileiro absolvido por uso de furosemida, trago a vocês o caso do americano Robert Kendrick, suspenso por um ano na semana passada por uso de methilhexaneamina, substância encontrada no medicamento XM3, tomado pelo tenista para acabar com os efeitos causados pelo jet-lag em sua chegada ao torneio de Roland Garros.

Explicando. Jet-lag são os efeitos causados pela longa viagem e fuso-horário, sentidos geralmente nos primeiros dias quando se chega a um novo país.

A ITF entendeu o argumento do tenista americano, mas não o livrou da punição. O tenista irá recorrer da decisão.

Nesta segunda-feira, o britânico Andy Murray, número quatro do mundo, saiu em defesa de Kendrick via twitter: “Robert Kendrick não deveria ser banido, ele foi pego no exame por tomar um medicamento para dormir! Não vejo como isso pode melhorar a performance de alguém!”, exclamou o escocês.

Por um lado Murray tem razão. Kendrick não terá rendimento melhor com o tal medicamento. Mas a substância está proibida e a lei deve ser cumprida. Na minha visão é o mesmo que o atleta utilizar maconha. O efeito é retardante, não ajudará em nada na melhora dentro de quadra, mas é uma substância não permitida.

O ideal seria que cada jogador estivesse 100% antenado de tudo o que se toma diariamente com ciência das substâncias proíbidas. Mas a vida do tenista é mais complicada do que a maioria dos atletas de outros esportes. Competem até por 30 semanas seguidas, a cada uma delas estão em locais diferentes, países distintos e a maioria vai sozinho ou sem algum especialista da área médica do lado. Complicado.

No mais pergunto a opinião de vocês. O que acham sobre o caso Kendrick e a opinião de Murray ? Estão de acordo com a ITF ou com o tenista e o escocês ?



  • guilherme

    é lei, mas nao deixa de ser idiota essa lei, como varias outras. Tirando drogas, o resto que nao tem aumento de rendimento deviria liberar.

  • Paulo Filho

    O que de fato precisa ser revista é a relação de substâncias que devem ser consideradas no teste do anti doping. Se nesse caso já é certo que o jogador não ia tirar nenhum proveito ilícito do medicamento, só ia dormir melhor e se adaptar mais rápido ao local, é no mínimo estupidez e hipocrisia fazerem isso com o coitado. O cara vai ficar 1 ano sem jogar, seus patrocinadores vão diminuir, e ele vai ficar sem grana….

  • Mani

    Se está claro que ele não melhorou seu desempenho, ou não teve a intenção de melhorar, então não há motivo de puní-lo. É a mesma coisa com o Cielo.

    Por outro lado, a regra -por mais estúpida que seja- está aí para ser cumprida. Os tenistas têm a obrigação de saber se o que estão tomando é permitido ou não. Não custa tanto tempo assim ler a bula do remédio e eu tenho certeza de que os tenistas têm acesso à uma lista das substâncias proibidas. Quem é pego, é porque marcou bobeira.

  • Rentería

    Ele tomou foi HGH (hormonio do crescimento). No fim muda sim o rendimento e a performance dele. Mas ninguem é punido mais. Veja o caso do Cesar Cielo pego no doping por usar anabolizantes.

    • Rafael

      Anabolizantes? Acho melhor você se informar um pouco melhor.

      • Rentería

        Me informa então malandragem…

  • Fernando

    Tá certo, é a regra. Ele podia ter sim um aumento de rendimento. A substância é um estimulante que diminui a sensação de cansaço. Vários outros atletas já foram suspensos por causa dela. Ele deveria ter tido mais atenção.

    Quanto à absolvição do Cielo, um absurdo completo. Pau que bate em Chico não bate em Francisco, né. Não me surpreende, já que a natação não é um esporte limpo há muito tempo.

  • Dimitri

    A questão do Cielo é um pouco diferente…

    Explicação rápida:

    A FUROSEMIDA é um diurético, que não melhora rendimento. Todavia, ele é um agente mascarante, pois ele ajuda o organismo a liberar possíveis estimulantes ingeridos. Neste caso, atleta que faz uso de FUROSEMIDA, quando testado no doping, SEMPRE terá que apresentar sua urina DILUÍDA! No caso do Cielo, ele apresentou uma quantidade mínima de FUROSEMIDA na urina e esta estava CONCENTRADA. É impossível um atleta fazer uso da FUROSEMIDA e mesmo assim, apresentar URINA CONCENTRADA. Em resumo, isso prova que a contaminação foi “cruzada”, que o atleta não fez uso da substância diretamente poia a combinação baixíssima quantidade e urina concentrada provam a tese da defesa, de que as pílulas de cafeína foram contaminadas com a FUROSEMIDA.

    Mesmo assim, cada um tem o direito de pensar o que quiser. Tanto no caso do Cielo, quanto do Kendrick, ambos acusaram substância, independente de quantidade, no caso do americano, a substância não auxilia no rendimento, mas propicia ao corpo, digamos, um ganho de “energia natural”, pois ele estimula a diminuição do cansaço. Meio controverso, mas é mais ou menos isso…

    Abraço.

    • Rentería

      Deve ser parente do Dimitri que também acredita em Duendes, Papai Noel e Coelinho da Páscoa.

MaisRecentes

Federer o franco favorito em Londres. Pouco a se tirar do Next Gen Finals



Continue Lendo

Quanto Nadal está disposto a arriscar por Londres ?



Continue Lendo

Quem é o melhor do ano ? Federer ou Nadal ?



Continue Lendo