Nadal voltou a ser o Nadal



Da água pro vinho. Depois de atuações fraquíssimas, muito abaixo do esperado pelo que costuma fazer no saibro e pelo que fez nesta temporada, Rafael Nadal tirou da cartola sua melhor apresentação contra Robin Soderling.

Entrou com outra motivação em quadra, muito mais ligado, rápido de pernas e mostrando toda sua intensidade e consistência jogando com bolas profundas e posicionado mais dentro de quadra desde o início.

Eu diria que o espanhol foi soberbo nesta quarta-feira e mexeu muito na confiança do sueco. Quando acontece isso, sua precisão vai pro espaço e os erros aparecem.

A vitória com tal performance traz uma confiança enorme que estava totalmente de lado em Paris e o transforma em favorito contra Andy Murray numa semifinal que promete pontos longos e muita briga e correria dos dois jogadores.

Alguns dados sobre as semis:

– Pela primeira vez desde Roland Garros em 2006, os 4 melhores jogam a semi de um Grand Slam;

– 3º encontro seguido entre Federer x Nole na semi de um Grand Slam que nunca se enfrentaram em Roland Garros. No total são 8 encontros em Slams;

– Djokovic será o número 1 se vencer Federer. O suíço pode tirar e dar em seguida a liderança ao sérvio se derrotá-lo na semi e bater Nadal na final. Curioso não ?

– Djokovic busca a 1ª final em Paris, assim como Murray que atinge seu melhor resultado no torneio. Nole perdeu as duas semis que fez na França em 2007 e 2008 para Nadal;

– Esta é a 2ª vez que Federer alcança a semi de Roland Garros sem perder sets e a 7ª em Slams;

– Nadal venceu sua 43ª em 44 partidas em Paris;

No feminino, Sharapova mostrou que está tinindo e bem adaptada ao saibro. Está com pinta de campeã, mas do outro lado tem uma tenista brava e tão agressiva quanto ela que pode surpreender, a chinesa Na Li. Schiavone é a favorita contra Bartoli na minha opinião.

Derrotas brasileiras – Thomaz Bellucci e Jarmila Gajdosova, da Austrália, perderam nos detalhes nas semis de duplas mistas. No juvenil, João Sorgi também caiu, nas oitavas.



MaisRecentes

Nadal chega em Paris com sobras. Djokovic pode brigar



Continue Lendo

Nadal não será afetado por derrota em Madri. Zverev cresce, mas precisa confirmar em um Slam



Continue Lendo

Triplo 11 de Nadal ?



Continue Lendo