Soderling tem tudo para repetir a zebra. E Monfils apronta ?



Não devemos nunca menosprezar tenistas como Roger Federer e Rafael Nadal pelo que fizeram nos últimos anos e pela capacidade técnica, tática e de vontade. Mas a constatação a se fazer, por tudo que aconteceu até aqui em Roland Garros, é de que Robin Soderling tem tudo para seguir sua mística e derrotar o número 1 do mundo pela terceira vez seguida (Federer em 2010, Nadal em 2009).

O líder está com a confiança abalada como disse o croata Ivan Ljubicic e o próprio admitiu que “não está jogando bem para vencer o torneio” em coletiva após a vitória de 7/5 6/3 6/3 diante do mesmo tenista.

Vamos aos pontos. Nadal está muito irregular. Consegue jogar games como o verdadeiro Nadal que conhecemos e outros ruins cometendo seguidos erros ou com bolas curtas. Diante dos tenistas que ele enfrentou agora, foi capaz de escapar com alguns arranhões, mas o nórdico, com sua bola pesada no fundo, vai montar nas curtas, nos erros e usar seu bom saque para dar poucas chances ao espanhol.

Eu diria que Nadal tem que melhorar umas 3x seu padrão de consistência e bolas profundas que mostrou até agora para fazer Robin não ter toda aquela confiança que vem tendo para disparar seus golpes firmes.

No ano passado Nadal conseguiu isto, jogou um excelente tênis e aproveitou-se que Soderling sentiu novamente o fator de jogar uma final de Grand Slam. Agora o jogo não é uma decisão e sim quartas de final.

Se tivesse que dar um palpite arriscaria no sueco em quatro sets. Dificilmente um vai varrer o outro de quadra. Nadal, mesmo jogando mal como vem fazendo, vai lutar muito e vender caro.

Federer x Monfils – Gael gosta mesmo de jogar em casa e usa muito bem a torcida. Tem tudo pra fazer um duelo parelho e empolgante com o suíço que terá provavelmente seu teste mais duro até aqui contra um tenista que sabe cadenciar o ritmo e corre bastante. Não será fácil, mas Roger avança.

Muitos questionam se foi bom pro Djokovic ganhar esta folga até sexta-feira com o abandono do Fognini pela falta de ritmo após cinco dias sem jogar. Eu fico com a resposta de Nadal. “Sem ritmo ? Ele ganhou 40 jogos este ano, como pode ficar sem ritmo ?”.

E o sérvio está a uma vitória do merecido Número 1.

No feminino a disputa segue bem aberta e Sharapova joga com uma agressividade e consistência que a coloca como favorita ao lado de Victoria Azarenka. Mas repito. Tudo muito aberto.

 



  • Bruno Henrique (Kyros)

    Não foi o Toicki, foi o Fognini que abandonou.

    PS. PQP Q JOGAÇO! Assisti qse todo e torci até o final pro Fognini =D

  • Pedro

    Djokovic passou às semis pelo abandono do Fognini, não do Troicki. 😀

  • Rafael

    Não concordo. Após assistir Soderling e Simon é evidente que ele não terá chances contra Nadal. O sueco erra demais e não está jogando tão bem feito nos dois anos anteriores. Escrevam o que vou dizer: 3 x 0 Nadal e 3 x 0 Federer. Fato.

    • DOMENICA

      Rafael,
      Não é à toa que você é xará do grande Rafael Nadal. Seus palpites foram incríveis e exatos, fato! Parabéns.
      Eles comentaram certa mística, é isso mesmo?

  • Gabriel

    Mística?Foi uma vez só.
    Foi varrido em quadra ano passado e em Wimbledon nao aguentou o tranco e literalmente comeu grama.Se ganhar de Nadal,tudo certo,ganhou,é do jogo.Mas manter mística?Isso tem cara de manchete de jornal só,nada mais.

    • Fabrizio Gallas

      Ano passado o Robin bateu o Federer que era o Número 1 do Mundo. Dois anos seguidos batendo o líder

      • DOMENICA

        Só que Soderling é freguês de Nadal, ganhando apenas em 2009 com os joelhos em frangalhos, lembra?

  • José

    Nadal ganhará do soderling em 3 sets afff

  • Flavia

    concordo com o nadal quando falam que os jornalistas se acostumaram a ver ele ganhar.. o cara não esta jogando no seu melhor nível, luta pra cacete pra ganhar cada ponto, cada partida, e ainda falam que ele tem que melhorar 3x.. melhorar sim, se matar não!

  • Tenho acompanhado assiduamente todo o torneio, o que vejo são os seguintes fatores:

    1. Djokovic jogando com a confiança nas nuvens, para alguém batê-lo hoje, tem que jogar muito melhor que ele, mas muito mesmo, pois alguns ai nem set conseguem tirar dele e não contém com lesão ou cansaço, isso não vai acontecer.

    2. Pela primeira vez Federer jogando um slam sem holofotes em cima, jogando solto, sem pressão e dando show, a questão é que seu jogo nunca se encaixou com o de Nadal, principalmente no saibro, e agora nem com o de Djokovic, mas vejo em Federer o único que pode incomodar Djokovic hoje no circuito, se jogar com muita variação, se disputar pancadas no fundo perde de 0.

    3. O Nadal desse ano em Roland Garros não é o mesmo Nadal que estamos acostumados, um Nadal não jogando seu melhor jogo e sem problemas físicos, a questão é que não sabemos quando, onde e se isso vai se reverter, pois é muito provável que embora esteja assim o Nadal possa vencer o Soderling, mesmo em 3 sets.

    Só acho que muita besteira estão falando por aí, que o Nadal esta sentindo a pressão por perder o primeiro posto, sentindo a pressão porque não consegue vencer o Djokovic. Nadal não foi número 1 a vida inteira, perder ou não faz parte, a questão é o que fazer para recuperar.

    Como Guga dizia, chegar ao topo não é tão difícil (para os gênios), o difícil é se manter lá(até para os gênios é difícil)!

    Acredito que teremos duas semifinais tradicionais em Roland Garros, e pra mim a final será a mesma dos últimos grandes torneios do circuito!

    • NASMONE

      Concordo com você Francisco, inclusive há alguns dias comentei isso, que acho que o Federer se conseguir conter a ansiedade e mantiver a grande variação de jogo que ele tem, entra como franco favorito, não só para vencer o Djokovic, mas para vencer o torneio. Quanto ao Nadal, nota-se um grande cansaço mental, ele tenta melhorar, mas não está conseguindo, mesmo assim, aos trancos e barrancos, vem vencendo. Acredito que ele possa mostrar seu melhor nas quartas e daí pra frente também. Pelo menos nos últimos anos sempre que chegou na hora “da oncça beber água”, Nadal mostrou o grande campeão que ele é; não esqueçamos que ano passado em Wimbledon ele começou também de forma muito irregular, chegando a jogar 5 sets em duas partidas, e todos sabem qual foi o resultado final. Prefiro não subestimar o poder dos grandes do tênis (Federer e Nadal), pelo menos enquanto a partida não terminar. Abraços a todos.

  • Marcus

    hahahah
    péssima reportagem como sempre
    vc vai ver oq é coragem e confiança nesse jogo de quartas de final, vai queimar a lingua.
    nadal vai com tudo.
    BAMOS

  • Felipe Araújo de Queiroga

    Fabrizio, eu também acho que o Soderling pode dar um calor enorme no Nadal, mas falar que ele tem tudo para repetir a zebra? Sei não viu, eu aprendi a nunca duvidar do espanhol, ainda mais em Roland Garros.

  • sandra arbex

    Com a sorte que o Nadal e o Federer tem nada é impossivel.
    O Federer pegou a chave mais facil do torneio, o Nadal mesmo ruim das pernas está chegando.
    O Nole tem que batalhar para chegar lá. Espero que ganhe o Nole pois é o melhar nos ultimos tempos.
    Muita sorte para ele

  • Neto

    Se Nadal jogar como vem jogando, perde do Soderling. Bolas sem profundidade ou balões são tudo o que o Soderling precisa pra afundar o adversário no fundo. E como saca bem, pode muito bem manter o saque sem muita pressão. O Nadal vem sofrendo muita pressão nos jogos, ou eleva o nível agora, ou o torneio termina aqui pra ele.
    Murray mesmo machucado deve vencer o Chela, mas se não melhorar até sexta, cai na semifinal, contra Soderling ou Nadal.

    Federer hoje venceu tranquilo, pra quem esperava que o Monfils ia engrossar, 3a derrota seguida pro suiço em Roland Garros. Isso deve acabar com a cabeça do sujeito.
    Na semi contra o Djoko não vai ser favorito, mas deve dar um bom jogo. Tem chances.

    abraços

  • Gabriel

    E ai,faltou alguma coisa no cardápio hoje?Foi vasto hein.

  • Rafael

    Não sou nenhum polvo Pual quando disse no comentário acima que seria 3 x 0 Nadal e 3 x 0 Federer. A mística só é Bi porque Soderling havia enfrentado os eventuais número 1 do mundo com problemas extra quadra. Nadal tem tudo para voltar a final, e Federer tem alguma chance contra a máquina da Sérbia.

    Soderling erra mais que Bellucci.

MaisRecentes

Federer acirra disputa com Nadal



Continue Lendo

Nadal manda recado para Federer. Halep, enfim, realiza



Continue Lendo

Laver Cup faz história e dá um tapa na cara da Davis. E Bia Maia muda seu patamar no circuito



Continue Lendo