Semana Mágica. Será que Bellucci para Djokovic sem Freio ?



A Caja Mágica, moderno complexo que abriga o Masters de Madri, está trazendo uma magia para o jogo de Thomaz Bellucci. Ele finalmente incorporou a mentalidade vencedora, está acreditando em si e por isso consegue encaixar suas duas melhores atuações da vida contra dois top 8 em dias seguidos.

O que é melhor. Bellucci não comemorou o fato de bater batido Andy Murray – algo que é muito comum no tênis, você vence um tenista melhor e no outro dia não joga nada – e derrotou tenistas de alto calibre com estilos completamente opostos em dias seguidos.

Novamente Bellucci fez um jogo no nível Top 10. Saque muito firme, se safando de muitos complicados como 0/30, 40/40, consistente e firmeza da base, se impondo no jogo de fundo e na parte mental. Os números não mentem. Bellucci fez mais winners, 26 a 10 e menos erros que Berdych, 27 a 31.

Como já disse ontem, as condições rápidas de Madri ajudam ao estilo do brasileiro. Altitude (600m) faz a bola andar mais, principalmente no serviço, e a quadra de saibro ajuda na batida do brasileiro que tem golpes amplos principalmente no forehand.

Bellucci está na semifinal, sua melhor campanha na vida, nunca havia somado tantos pontos (360) assim. Mas ele precisa querer mais e pode conseguir mais. Tem jogo para ir à final, mas a montanha que precisará escalar neste sábado será maior do que a dos últimos dois dias.

Agora o desafio é enorme: Novak Djokovic.  Bellucci basicamente tem um Monte Everest a escalar neste sábado às 14h. Ninguém ganhou do sérvio este ano em 30 jogos, nem Nadal, nem Federer, nem Murray e nem Ferrer que nunca havia perdido para ele no saibro.

O que Bellucci precisa fazer é de jogar como franco-atirador, entrar solto e confiante em quadra como fez nos últimos dias. Bola pra incomodar e até mesmo tirar um set do sérvio ele tem. Precisará muito de um bom saque para não oferecer chances e aproveitar as poucas oportunidades que terá.

É muito difícil, mas seria perfeito Thomaz quebrar o tabu de Djokovic este ano. O brasileiro vive a semana dos seus sonhos, a semana mágica. Tomara que este encanto prossiga amanhã!

Ranking – Michael Llodra impede, por enquanto, que Bellucci iguale seu melhor ranking, o 21º. O brasileiro será no mínimo o 22º na próxima segunda-feira. Se for à final irá ao 17º ou 18º posto, alcançando o objetivo do top 20.

 



MaisRecentes

Nadal chega em Paris com sobras. Djokovic pode brigar



Continue Lendo

Nadal não será afetado por derrota em Madri. Zverev cresce, mas precisa confirmar em um Slam



Continue Lendo

Triplo 11 de Nadal ?



Continue Lendo