Madri pode dar início à caminhada de Djokovic ao topo



O ranking de hije acendeu o Sinal Amarelo de preocupação para Rafael Nadal que o lidera há 48 semanas de forma absoluta. Novak Djokovic está a apenas 2,2 mil pontos (equivalente a um Grand Slam) de concretizar o seu sonho e ser o Nº 1.

O alerta pode seguir subindo nesta semana que é disputado o Masters 1000 de Madri, torneio mais perigoso para a soberania de Rafael Nadal pela velocidade do jogo mais acentuada por conta da altitude de 600 metros.

A chave do espanhol não é nada fácil com possível duelo diante de Juan Martin Del Potro nas oitavas – o argentino ex-top 4 acaba de ser campeão em Estoril batendo Fernando Verdasco e Robin Soderling – e o sempre perigoso Roger Federer na semi. Qualquer tropeço e a manutenção da boa fase de Djokovic pode abreviar a mudança do líder quer era esperada para depois de Wimbledon.

Mesmo sem ter batido um Top 35, Djokovic foi bem no aquecimento no pó de tijolo, faturou Belgrado, chega confiante para o torneio espanhol, mas não pode se descuidar. Assim como Nadal não terá vida fácil. David Ferrer, que fez finais em Monte Carlo e Roma, é a pedra para desbravar nas 4ªs de Final.

Não podemos deixar o Andy Murray de lado. O escocês foi bem em Monte Carlo e está no caminho de Djokovic.

E você leitor. Acredita que Djokovic pode destronar Nadal no saibro e assumir o topo antes mesmo de Roland Garros ?

Curtinhas:

Bellucci enfrenta um convidado na 1ª rodada nesta terça-feira. Moleza ? Que nada. Pablo Andujar vem obtendo resultados mais sólidos no piso lento e conquistou Casablanca (Marrocos)  recentemente. Em Roland Garros o espanhol levou o brazuca a cinco sets. De qualquer forma a chave de Bellucci poderia ter sido pior já que na segunda fase pegaria o cabeça 16, Viktor Troicki, que é mediano no piso lento, ou o alemão Florian Mayer, nenhum bicho-papão.

 



  • Olavo

    Pro nadal o que vale mesmo é vencer roland garros. O ranking está em 2º plano.

  • Marcus

    É só uma chance, porém, remota.
    Você esqueceu que além de ter mais de 2 mil pontos de vantagem, em Roma nadal acumula 1000 se vencer, pois os pontos ja foram descartados.

    • Fabrizio Gallas

      Não esqueci não 🙂 Mas em Roma ele defende outros 1000 de Madri 🙂

      • Roody

        Lembro quando Nadal era Numero 2 e Djokovic era o 3 aproximou-se perigosamente de Nadal, como agora. Coincidente mente, no mesmo torneio de Madri os dois se enfrentaram na Semi, e Nadal venceu. Logo em seguida, se encontraram de novo em Roland Garros e Nadal venceu novamente pondo abaixo o sonho de Djokovic em desbancar Nadal. Aposto nisto novamente.

        • Felipe

          Esse jogo que Nadal venceu não foi em Madri, foi em Hamburgo… um jogo apertadíssimo por sinal que valeu o n° 2 pro Nadal.

          • Michel Lafer

            Foi Madrid, sim, em 2009, primeiro ano em que o torneio foi disputado na Caixa Mágica.

  • O Bellucci, por sua inconstância, para mim voltou a ser uma incógnita. Não dá para fazer prognósticos, por mais fracos que sejam seus adversários. O que vier é lucro. Aliás, com o que vem jogando, já é um lucro ele estar se mantendo entre os 40 há 1 ano e meio. Neste fim-de-semana, tive oportunidade de conhecer e conversar aqui em minha cidade, Teresina(PI), com o João Zwetsch, ex-técnico do Thomaz e atual capitão do time brasileiro na Davis, do qual, Bellucci faz parte. Ético, ele não quis comentar o momento atual do ex-pupilo, hoje treinado por Larri Passos, mas manifestou preocupação com o fato do Pablo Cuevas estar num bom momento e já ter derrotado este ano, os dois jogadores de simples do Brasil na Copa Davis. Não é uma boa perspectiva para a disputa entre os dois países, em Montevidéu. A propósito, João estava treinando Guilherme Clezar, que disputa um Future na capital piauiense esta semana. Também estarão por aqui, Karue Sell, Tiago Monteiro, entre outras jovens promessas. Caro Fabrizio, do dia 22.04 a 01.05 tivemos a Cidade Verde Juniors Cup, primeira etapa do Circuito Nacional Correios Infanto-Juvenil de Tenis. Contando os atletas do G.1 e do G.A, foram 270 tenistas nas categorias 12, 14, 16 e 18 anos. Contando simples e duplas, foram 346 partidas disputadas num complexo com 11 quadras de saibro. Estrutura com Moderna Academia, médicos e 30 fisioterapeutas, translado hotéis-local dos jogos-hotéis. Tivemos cobertura e transmissão ao vivo pela TV Cidade Verde(promotora do torneio) da qual sou repórter e pelo cidadeverde.com Para Jorge Lacerda, presidente da CBT, foi perfeito. Desculpe se abusei do espaço, mas é tudo em nome do crescimento do nosso tenis. Um abraço.

  • Pablo

    Parece Post para chamar audiência, tipo mãe Dinah… se acontecer, esse cara entende muito!! Se não acontecer passa batido…
    A ingenuidade desse tipo de comentário é até intencional a meu ver…
    Como se pode acreditar tanto em Djokovic, que é um excelente tenista, mas já está há tanto tempo no circuito e só agora encaixou uma sequencia boa de verdade… Será que o físico vai aguentar? Ele nunca jogou tanto… ficou fora de Monte Carlo por problemas físicos e exibe fitas no joelho para tratar / prevenir uma lesão… Passou apertado em casa no primeiro set contra feliciano… De repente também volta a história de alergia, mau humor.
    Já por outro lado, Nadal que teve um ano de 2010 excelente, vem tendo um ano de 2011 ainda melhor! E isso não é uma fase boa do Nadal, é o natural de sua carreira. Em 2011 conseguiu chegar as finais de IW e Miami, que não tinha conseguido em 2010… Está invicto no saibro e até agora ganhou tudo, acrescentando o atp 500 de barcelona que nem havia jogado em 2010.
    O retrospecto no saibro contra djoko é de 9 a 0.
    Depois do Saibro vem a grama de Winbledon, onde Nadal está invicto desde 2008 e djoko nunca ganhou o caneco. Quem é o favorito… Djoko pela atual fase? Todos sabem que no tenis isso não dura muito, djoko terá que provar que não é fase e sim que subiu o degrau…
    Até torço pra que o djoko mantenha sua fase e seja mais um tenista na história a atingir o posto de número 1, mas acho que dum ponto de vista de análise jornalístico-esportiva não é essa a tendência atual, até porque Nadal está em boa fase.
    Se djoko assumir o número ainda no saibro, vivas para Mãe Dinah!!!!

    • Fabrizio Gallas

      Pablo,

      Não é mãe Dinah. O problema é que o Nadal defende muito ponto. Mesmo que ganhe Madri, Roma e Roland Garros, Djokovic se fizer final destes três já ficaria grudado.

      • Marcus

        Djokovic para nas quartas diante do Ferrer. (mero palpite)

      • Severo

        Fabrizio, fã de tenista não suporta ler algo que coloque em risco o status de seu idolo. Você foi bastante pertinente: Enquanto Djokovic defende 585 pontos, Nadal defende 4000.

        A diferença entre ambos é de 3240 pontos (desconsiderando essa antecipação de datas do calendário).

        Caso DJokovic faça final em todos os torneios e Nadal tropece em um, a diferença cairia de tal forma que o ATP de queens poderia apontar um novo numero 1, e dependendo do tropeço do nadal, o DJokovic poderia ser numero logo apos Roland Garros. Ou seja, por mais que Nadal seja favorito pra vencer os torneios, ele precisaria desses 1000 pontos de madrid onde seria o local jogado sobre o saibro menos favoravel ao Nadal, ainda mais por essa chave.

    • Pablo II

      Concordo plenamente com você xará! Ninguém aqui vê que o ano de 2011 está sendo muito melhor para Nadal que 2010, e todos nós vimos o resultado do ano passado – carrear slam. Vamos ver só resultados do saibro antes de desbancar o #1 como já fizeram com Federer – considerado o melhor de todos os tempos. Imprensa é f… com ph.

  • Berg

    Para o bem do tenis, NOLE precisa vencer Nadal na final de Madrid e de Roma. Em Roland Garros acho já outra historia, Nadal me parece imbativel por lá. Mas se Nole vencer nesses dois torneios… o numero 1 do mundo está encaminhado. Quanto ao Federer, vamos ver como ele está em Madrid. Já o Murray… Pode vencer qualquer um, inclusive Nadal, depende dele é claro, e se não for numa final de Slam.

  • Roody

    Em tempo: Acho que a parceria Bellucci/Larri não chega ao final do ano.

    • Fabrizio Gallas

      Rsrs

  • Thiago

    Viu Fabrizio agora vc é puxa-saco do Djokovic…..
    Ano passado era do Nadal…e os “defensores” de nadal e federer se degladiavam aqui..lembra???
    Agora é nadal e djokovic…pronto vamos para mais uma batalha de fervorosos “fãs” rsrsrsrs

    A respeito do Bellucci…a melhor resposta é: Não sei…
    Depende do dia, intensidade, aproveitamento de serviço, dos apagões…enfim mto problema para ele não ter pelo menos 1 em um jogo….ou seja…qualquer adversário pode ganhar e ele pode jogar mto e causar surpresa……então….Não sei

  • Rafael

    Não sei o que o Bellucci tem de tão especial no jogo dele….. não devia nem dar muita mídia….. é que estamos carentes mesmo de um ídolo….. vai ficar por ali mesmo entre os 30…40….

  • rodolfo

    Belluci que cara de sorte parece ate que so ganhou buy para chegar onde chegou e continua achando : Eu sou o cara

  • Wanda Ribeiro

    Como disse o nosso amigo Marcus, espero também, que êle esbarre no Ferrer e caia fora.

    • Michel Lafer

      Sem chances…

    • cristiane

      Eu tbm….sou fã do Nadal e apesar de gostar do Djo terei que torcer contra.

      • Pablo II

        Rafa avança às quartas de final po W.O de Del Potro! VAMOS RAFA!!!

  • Wanda Ribeiro

    Aproveitando a oportunidade, já que os canais de TV não dão a menor satisfação aos amantes do tênis sobre os acontecimentos, será que você sabe informar porque a programaçãp de hoje ainda não começou?

    • Fabrizio Gallas

      Começou, mas o Sportv não transmitiu os jogos pela manhã.

  • Simplicio Junior

    Em casa(Belgrado), sem tops, Djokovic pode ganhar rítimo no saibro, mas para quem vem arrasando desde o início da temporada, foi realmente preocupante, a dificuldade para dobrar o Feliciano. Concordo com o Berg; o termômetro para sabermos onde ele pode chegar no “pó de tijolo”, pode ser o provável confronto com o Ferrer, um jogador que erra muito pouco e bate pesado do fundo e que parece amarelar(não sei se de propósito) só diante do Nadal(aquele jogo do Australian Open, prá mim, foi atípico).

  • luciano

    Fabrizio,
    É engraçado, né? Só falam em Djokovic e Nadal.
    Já enterraram o Federer (que está apenas a 1000 pontos do Djoko).
    Já avisei (aliás, o Toni Nadal também). Vocês fizeram isso em 2008/2009 e queimaram a língua. Federer ganhou mais 3 GS depois disso, batendo o recorde de Sampras.
    Se cuidem. Luciano

    • Michel Lafer

      oger Federer pode “renascer” justamente agora, em Roland Garros e Wimbledon, se conseguir passar das quartas, o que muito provavelmente deve acontecer.

  • Bruno

    Tanto se fala do Djokovic alcançar o posto de número 1. O problema é que a maior dificuldade não é alcançar e sim manter. Com um Nadal que é competitivo em praticamente todos os campeonatos, e isto não vem de ontem, mas de sempre, o Djokovic vai ter que comer muito arroz e feijão para mantê-lo, embora eu torça para que isto aconteça. A questão é: O Djokovic se acha merecedor de ser o número 1? Se ele tiver confiança o suficiente para achar que merece estar à frente de Nadal, que é o seu principal rival atualmente, ele além de conquistar, irá se manter por um tempo considerável. Agora, se isto for uma mera boa fase, como já dito em um dos comentários, infelizmente isto não durará muito.

    Abraços.

  • Michel Lafer

    Djokovic não desbanca Nadal antes de Roland Garros de jeito nenhum… Muito difícil. Depois de Roland Garros, se Nadal não for campeão, aí sim pode acontecer. Mas se Nadal ganhar Roland Garros, fica pra Wimbledon. Ah, Roger Federer pode “renascer” justamente agora, em Roland Garros e Wimbledon, se conseguir passar das quartas, o que muito provavelmente deve acontecer.

  • ROGERIO

    A verdade é clara: Federer e Nadal NÃO estão em seu melhor. O Djkovic só está um pouco melhor do que nos anos anteriores e está fazendo a festa. O Del Potro mesmo voltando de lesão está dando trabalho o que seria impensável anos anteriores. Sem dúvida, o nível do tênis está um degrau abaixo. O TÊNIS está carente de novas estrelas. Federer já é um veterano e NADAL, que não tem mais aquele preparo absurdo (só lembrar ele acabado no final do terceiro set na final de Miami, sendo que anos anteriores aguentava fácil cinco sets sem apresentar desgastes) caminha a passos largos nessa direção. Por isso, está chegando a hora de uma revelção de verdade, por isso eu pergunto: ONDE ESTÃO AS REVELAÇÕES? A cada 6 ou 7 anos, em média, surge um fenomeno com 17, 18 ou 19 anos e papa um GS, como Sampras, Guga, Agassi, Hewitt, etc. Onde está esse talento? Não sei! PROCURA-SE UM FENOMENO! Quem sabe o Ryan? Raonic e Tiago Fernandes acho que não chegam mais lá! Se um dia forem top 10 já estará bom demais para eles.

  • cristiane

    Não acho que Djokovic irá chegar ao número 1, mas vamos aguardar!
    Os jogos estão excelentes e co um nível cada vez melhor!
    Mas Federer sem pressão virá com tudo. temos Ferrer que tbm é um excelente jogador e Murray que está seco por uma vitória.
    Nadal está cada vez melhor. O piso lhe favorece. E na sua humildade sempre diz que Djo poderá virar o número 1. E os outros avisam que podem superar o Nadal.
    É..veremos…temos que assistir os jogos para definir quem passará quem, quem aguentará o tranco, e teremos, com certeza, jogadas incríveis e jogadores na sua melhor forma.
    Não esquecendo do Del Potro que está se superando.
    Mas, como fã do Nadal espero que ele mantenha a sua invencibilidade e seja o número 1 ainda por muito tempo!!!!

  • Djoke is best tennis player, sorry all 🙂

MaisRecentes

O melhor Rafael Nadal entra para a história do esporte



Continue Lendo

Djokovic ou Thiem podem parar Nadal ?



Continue Lendo

Um novo patamar para o Next Gen



Continue Lendo