Larri Passos não é o SALVADOR DA PÁTRIA



Quase quatro meses da temporada e nota-se que Thomaz Bellucci não está tendo a evolução esperada. O que é mais preocupante é que seu desempenho em relação ao ano passado está pior inclusive no saibro onde tira seu ganha-pão.
Ouvi diversas criticas em meu blog a respeito da parceria Larri Passos com Thomaz Bellucci. Tenho algumas ponderações a fazer. Como disse anteriormente, é preciso muita, mas muita paciência. Larri Passos NÃO É DEUS para corrigir as deficiências, mudar rotinas e nem “ajeitar” a cabeça de Bellucci em poucos meses.

O gaúcho é considerado um gênio por ter levado Gustavo Kuerten onde levou. De fato ele tem muitos méritos na carreira do nosso ídolo ex-número 1 do mundo, mas tudo fruto de um trabalho que se iniciou na pré-adolescência e lógico da cabeça e do talento magistral de Kuerten.

É muito mais fácil acostumar hábitos e lapidar um tenista vencedor quando pega ele desde pequeno do que quando se inicia um trabalho com um jogador de 23 anos bastante ansioso e com vários defeitos a se corrigir – por isso tenho convicção de que jovens como Tiago Fernandes e Thiago Monteiro tendem a obter sucesso.

Basta pegar o exemplo. Larri esteve com duas ótimas tenistas, Tamira Paszek e Daniela Hantuchova. Pegou a austríaca bem jovem, com 14 anos, e a colocou entre as 35 melhores com 16 anos. Com a eslovaca, com o qual iniciou o trabalho bem mais tarde, não obteve muito sucesso.

O que eu temo é que Bellucci siga uma tendência de troca constante em seu staff que vem fazendo nos últimos quatro anos – Larri é seu quarto treinador e já demitiu outros dois preparadores físicos. Este não é o caminho.

Derrota em Barcelona – Thomaz somou ontem sua 4ª derrota seguida e pode sair dos 32 melhores do mundo que o tiraria da zona como cabeça de chave para Roland Garros, o que seria péssimo. Ser pré-classificado em um Grand Slam indica que você evita outro nas duas primeiras rodadas e tem um caminho mais fácil.

O que me deixou mais chateado é que ele teve inúmeras chances. Dois set points no 1º set, serviu depois pra parcial, devolveu a quebra de saque no 2º, mas logo depois foi quebrado. Via assessoria de imprensa destacou que estásendo impaciente para definir os jogos. Como apontei, a ansiedade é um defeito marcante em Bellucci. Tomare que esta fase ruim passe logo.



MaisRecentes

51 vezes Nadal. Uma boa ideia



Continue Lendo

Djokovic está de volta!



Continue Lendo

Um racha no circuito ? 



Continue Lendo