Nadal – Roland Garros 2011 o separa de ser o Melhor de Todos os Tempos no Saibro



Rafael Nadal ganhou pela sétima vez o Masters 1000 de Monte Carlo. Jamais alguém conseguiu isso em qualquer torneio do circuito. Título merecido, mas sem jogar seu melhor tênis. Um tanto passivo, errático e sofrendo. Poderia bem ser vice se o adversário fosse um tal sérvio que optou por descansar.

Agora com essa primeira conquista Nadal tira uma pressão das costas para o restante dos torneios no piso lento – jejum de seis meses de títulos com três vices seguidos – que o faz poder jogar um pouco mais solto nas demais competições onde terá que repetir mais 4 mil pontos.

Este ano Nadal ganhou o presente da mudança do calendário que colocava Monte Carlo, Barcelona e Roma de forma seguida. Jogará na Espanha, descansará uma semana e assim partirá para Madri e Roma. Se for perfeito como no ano passado pode até somar. Difícil, mas não é bom duvidar do Rei do Saibro.

Os números de Nadal na superfície seguem incríveis e no meu ponto de vista conquistar Roland Garros pela sexta vez o colocará como o maior do piso na História superando os feitos de Bjorn Borg (também ganhou seis vezes em Paris) – mesmo que perca os outros Masters 1000.

– Ele se torna o 3º maior vencedor empatando com o sueco e o espanhol Manoel Orantes com 30 conquistas

– Detém recorde de vitórias seguidas (81) na superfície entre 2005 e 2007.

– Perdeu apenas duas das 32 finais que fez, ambas para Roger Federer em Hamburgo 2007 e Madri 2009.

– Ganhou 208 dos 224 jogos realizados no piso, tendo aproveitamento de 92,85%. Desde 2005, quando arrancou e entrou para o top 10 e depois top 2, perdeu apenas seis partidas. Só levou uma virada, na final de Hamburgo em 2007.

– Único número difícil de alcançar. Superar os 45 títulos do maior campeão, Guillermo Vilas. Precisaria jogar mais 3 ou até 4 anos neste nível.

2º Melhor do Ano – A conquista já coloca Nadal como o segundo melhor tenista da temporada. Ele soma 2650 pontos. Novak Djokovic segue absoluto com 4500. O terceiro colocado é Roger Federer ? Não. O suíço está em 4º com 2170. Ferrer é o terceiro melhor com 2260.

A caixinha de comentários está aberta. O que acharam da campanha de Nadal em Monte Carlo.

Barcelona – A chave de Barcelona está tão dura ou até mais do que a de Monte Carlo. Que o diga Bellucci. Pega um algoz na estreia nesta segunda-feira e Nadal provavelmente nas oitavas de final. Falta de sorte…

Bruno Soares – Uma pena o vice de Bruno Soares. Se aproveitasse as chances que teve poderia até ter tido um resultado positivo. Mas só a final em si já foi sensacional pro tênis brasileiro. Conversei com ele por email no sábado e há a possibilidade de alternar dupla com Marcelo Melo e Juan Ignacio Chela. Outro detalhe.

Soares jogaria com Thomaz Bellucci em Monte Carlo, quando viu que as coisas seriam duras, optou por atuar ao lado de Chela.



MaisRecentes

Djokovic, o mais completo de todos ?



Continue Lendo

51 vezes Nadal. Uma boa ideia



Continue Lendo

Djokovic está de volta!



Continue Lendo