Federer lento, impaciente e sem vontade



Desde as oitavas de final que notei um ritmo lento de Roger Federer no jogo de pernas. A diferença é que Marin Cilic não é um bom jogador de saibro e notava-se que se encontrava bem mais errático do que o suíço.

Nesta sexta-feira, o natural da Basileia encontrou um rival super agressivo, preciso e que variava de forma correta diante de novamente um tenista devagar, impaciente e que por certos momentos mostrava abatimento, falta de vontade – algo que não vinha acontecendo nos outros torneios – e por consequência, impaciência principalmente nos break-points que tinha a favor.

Fato que esta é a primeira semana de saibro que vem dez dias após sua eliminação em Miami. Roger ficou mais um dia nos Estados Unidos para comemorar o aniversário de sua esposa, certamente teve que dar uma atenção às filhas e não teve tanto tempo para treinos.

Uma desculpa justa, mas que não vai colar caso esta atitude se repita a partir de Madri. Agora ele terá mais duas semanas para práticas.

Sem vitórias sobre Top 10 – Passaram 3 meses e meio de temporada, Federer jogou 29 vezes no ano e não ganhou de nenhum top 10 na temporada. Perdeu três para Djokovic, uma para Nadal e agora uma para Melzer pelo qual havia vencido sem sustos nos três jogos anteriores.

Não vamos desprezar o austríaco. Vem melhorando aos poucos nos últimos anos principalmente no saibro onde fez semi de Roland Garros em 2010 batendo Novak Djokovic.

Apostas para a final – Nadal x Ferrer – Não é nenhuma surpresa, é a mais óbvia final. Mas os espanhois precisam tomar cuidado. Melzer ganhou de Ferrer em Roland Garros 2010 e vem com a confiança lá no alto.

Murray readiquiriu parte da confiança perdida após as seguidas quedas nos últimos torneios. A resolução da questão técnica (treina com o time da Adidas que tem o excelente Daren Cahill) parece ter aliviado sua cabeça. O escocês vem jogando bem e, se sacar firme e aproveitar alguns deslizes que Nadal vem cometendo em um ou outro game no evento, pode dificultar e muito a vida do espanhol e até lhe roubar um set.

Caixinha de comentários aberta. Concordam comigo ? Acharam o Federer apático ? E o Murray pode vencer Nadal no saibro ?

Curtinhas:

Nadal perdeu apenas um jogo em oito edições disputas em Monte Carlo e vai pelo heptacampeonato.

No saibro são apenas 16 derrotas em 222 partidas, um aproveitamento de 92,79%.

Sábado é dia de torcer pro Bruno Soares na semifinal de duplas em Mônaco ao lado do argentino Juan Ignacio Chela.



  • @saidecow

    Acho muito difícil o Murray ganhar do Nadal no saibro, mas não impossivel. Acompanhei os jogos do escocês nesta semana, ele esta jogando muito. Só que, muito, não é o bastante para parar o Touro Miúra, que vem voando em seus jogos. Minha aposta: 2×1 pro Nadal. Já o Federer, tá triste de ve-lo jogar, fica nítido a diferença dele pros dois citados acima, parece que ele perdeu a vontade de vencer, mas vamos aguardar o restante da temporada no saibro para tirar conclusões. Um abraço…

    • Fabrizio Gallas

      A princípio vejo que o Federer perdeu a vontade hoje, neste torneio. Não acho que lhe tenha faltado tal atitude contra o Djokovic e o Nadal este ano.

      • Joao Alves

        Chega a ser engraçado alguns blogs aqui Gallas. Só porque o Murray está na semi de Monte Carlo ele já deu a volta por cima? O Murray não tá jogando nada, perto do que ele já jogou em 2009 e 2010. O jogo dele está muito abaixo do Federer e muito mais ainda do Nadal. Ele está na semi devido aos adversários que pegou, só baba!! O Gilles Simon em plenas condições teria dado um pau nele! Aí o cara chega na semi, fala que pode bater o Nadal e o Fabrizio e o amigo ai de cima já dizem que ele tá jogando muito e que saiu do buraco deu a volta por cima e etc. Bem coisa de jornalista mesmo. E o Federer porque perdeu hoje já está apático, lento e etc. O Federer está sem motivação neste torneio porque hoje, na fase que está, não tem condições de bater o Nadal na final, então pra ele é melhor perder nas quartas do que perder na final. Ele mesmo disse isso, que só vai a final se tem chance de ganhar, senão prefere fazer outras coisas. E é verdade. Isso é devido ao trabalho com o Annacone. Estão fazendo um trabalho mais direcionado aos torneios nos quais ele defende pontos e para os grand slans. Ele chegará em boas condições para o masters de madri e para roland garros. E nesses torneios ainda terão a presença de Djokovic, Soderling e do Del Potro, e espero que o Nadal cruze com eles pelo caminho, porque o espanhol pega muito cachorro morto nas chaves até a semi, é incrível isso.

        • Fabrizio Gallas

          Se ele está sem motivação de jogar o torneio seria melhor alegar alguma lesão, problema e não jogar já que o torneio não é obrigatório. Djokovic fez isso.

          • Joao Alves

            Se ele alegasse isso e não fosse jogar estaria sendo do mesmo nível do Nadal. Quem é rei em inventar desculpas quando está sem confiança é o espanhol. O Federer foi lá jogou 3 partidas, sentiu a mudança de superficie e já percebeu o nível que está, agora tem que seguir pegando ritmo pra chegar bem em Roland Garros. Eu não disse que ele está sem motivação, eu disse que ele sabe que não ganharia do Nadal na final que se adapta muito melhor ao saibro, portanto, ele prefere sair nas quartas do que ficar mais 3 dias no torneio e perder na final. E quanto ao seu comentário sobre o Murray Gallas??? Até dois dias atrás vc estava trucidando o coitado, e agora só pq ele está na semi de Monte Carlo, que é um torneio não obrigatório, sem vários tops na chave, você começa a falar que o cara deu a volta por cima?? Que absurdo!! O tênis dele tá longe do do Federer e mais ainda do Nadal no saibro. Amanha confira e me fale. Quero ver voce se redimindo aqui hein! Abraços

        • Marcos

          Realmente acredito que Murray tem chances de melhoras. Seu jogo estava muito aquém de um numero 4 do mundo. Porém, duvido que roube um set de Rafa Nadal que caminha a passos largos para o Heptacampeonato. Quanto a Roger, assisti todos os seus jogos e nos masters de Indian Wells e Miami, acho que num esta jogando mal, mas não é aquele Federer ” todo poderoso” que em 2009 faturou quase tudo. Esta deixando a desejar. Quanto a Nadal pegar chaves faceis nos torneios…bom, num é ele que faz o sorteio, ja que as chaves são formadas na presença de todos os jogadores e não tem manipulação. Assim, até nisso ele conta com a sorte, e com os tropeços dos adversários, fica ainda mais facil.
          Aposto numa final tb entre Rafa e Ferrer e como sou fã do Touro, vou torcer por ele. Mas aprecio muito a garra e o jogo agressivo de Ferrer. Qualquer um que vencer o campeão será um verdadeiro vencedor.

  • Raul

    Fabrizio, boa tarde.

    Como grande fã do Federer, confesso que está deprimente ver o Federer jogar ultimamente, apesar deste ano ter feito alguns bons jogos, é nítido a sua apatia e falta de motivação em quadra. É óbvio que o jogo mostrado por Nadal e Djokovic está nitidamente mais agressivo e regular que o do Federer, porém credito estes resultados ruins deste começo de ano, à sua falta de motivação e confesso que, infelizmente, não vejo uma mudança neste quadro, e levando em consideração o tênis mostrado por seus principais adversários, temo que o ano do Federer será de poucas conquistas. Mas, como se trata de um dos maiores gênios do esporte, nunca devemos duvidar de seu poder de reação.-

    Abraço.

  • Felipe Rabello

    O Federer chegou quase uma semana antes em Monte Carlo para treinar. Além disso, o Melzer jogou muito bem hoje, principalmente nos break points. Variou bem o jogo, com paralelas e curtinhas impressionantes, mesmo com todo aquele vento. Portanto, os méritos foram, em sua maior parte, do austríaco, ao contrário do que o post afirma.

  • @EDDGoulart

    Ótimo post Fabrizio, venho lendo seu blog a um tempo e vejo que vc é mais “centrado” que os outros donos de blogs e sites no qual botam o Roger em plena decadencia tecnica e fisica!
    Concordo com vc, Federer se mostrou lento, sem reflexo as vezes…num ia nas curtinhas (bem feitas por sinal) que Melzer dava, sei la,hoje foi meio estranho! :S
    sou muito fã do RF o defendo em todas as questões,mas hoje ele se mostrou apatico,acuado,sem vontade de vencer, sem tesão por estar ali… Nas outras derrotas pra Nole e Nadal o via pelo menos com uma vontade de vencer,hoje nem isso =/
    Mas vamos ver nessas proximas semanas da qual vai treinar mais,praticar seu backhand é fundamental, pois sua confiança está la em baixo por causa desse golpe tão explorado pelos adversarios! Quanto ao Murray,sei não heim, vem jogando um tennis muito sólido,usando e abusando das curtinhas,algo que o Nadal vai detestar e muito! Se o Murray entrar com confiança e calma,tem tudo para ganhar ou no minimo fazer um jogo dificil com Miúra! Ferrer ta voando,e dependendo das suas devoluções, consegue ganhar do Melzer,vamos ver, ta em aberto as semi!
    abraço

  • Karolyne

    Na verdade o Federer acho que foi uns dos primeiros a chegar lá pra treinar. Inclusive treinou uns 2 dias antes do Nadal. Falta de treino não foi.

    Acho que faltou mesmo foi vontade, foi meio apático, além de ter pegado um adversário inspiradíssimo como Melzer.

    • Fabrizio Gallas

      Sim, não chegou em cima do torneio, mas a mudança do piso duro e rápido pro saibro é grande, ainda mais pra quem joga no estilo ofensivo como ele. É preciso mais tempo. Não vejo o Nadal jogando o que pode jogar no saibro. Não está mal, mas vem dando algumas deslizadas.

      • Karolyne

        Mas o mesmo argumento vale para os outros jogadores, que também não tiveram muito mais tempo que o Federer ou Nadal para treinarem.

        E sobre o Nadal, também não o vejo ainda em seu melhor nível no saibro, talvez em mais uns 2 jogos esteja, creio eu.

        • Fabrizio Gallas

          O mesmo argumento vale para poucos que fizeram quartas ou semis ou final em Miami. O resto descansou/treinou 3 ou 4 dias a mais

  • JANAINA

    EU ACHO QUE O FEDERRER ESTÁ MAL FISICAMENTE E MENTALMENTE ELE SÓ PENSA NO NADAL E ELE ESTÁ MUITO MAL PQ QUANDO ELE PERDE PARA O NADAL ELE FICA MUITO MACHUCADO! PRIMEIRO ELE TEM QUE JOGAR PQ ELE SÓ PENSA NO NADAL!

  • Jose Santana

    É uma pena não ter os Tops em todos os torneios, o Nadal, Federer, Djokovic, parecem que são testados apenas nas semi ou uma eventual final entre eles.

    O Nadal é excelente jogador, mas quando será que vai pegar uma chave mais difícil, coisa que acontece com o Belluci o tempo todo, pega os grandes sempre na primeira rodada.

  • César Luiz

    Não acho que essa desculpa cola, o Federer jogou 2 vezes em Monte Carlo, e foi bem. Acho que foi um dia que deu tudo certo para o Melzer. Vai ser um grande jogo entre Melzer x Ferrer, mas ainda sou mais Ferrer.

  • ANANIAS

    Tem um recorde que o Federer não vai sossegar enquanto não batê-lo.
    O das 286 semanas deixados pelo Sampra. Ele vai voltar a ser o nº 1
    (um) e completar as poucas semanas que lhe faltam… Tenis para isto
    ele tem, eu, particularmente, aposto que ele conseguirá.
    Federer, você para mim continua sendo o nº 1 (um) – Nadal apenas
    está nesta condição…Abraços, Ananias

  • Branca

    Olá Fabrizio,
    Concordo com você. O Federer, jogou aquém daquilo que ele sabe. Mesmo o cara acostumado a ganhar como ele, é preciso treinar. Errou muito, foi desleixado, e o Melzer que não teve nada haver com a apatia dele, tirou proveito. Hoje, Federer, Nadal (cito esses dois pela distância entre os demais), não vão ganhar títulos com facilidade, todo os outros agora querem tirar o couro deles. O tênis está mudando a cada ano. Quem diria que o Melzer aos 29 anos, estaria na melhor fase da carreira.
    Nadal que tome muito cuidado, achei o Murray muito à vontade no saibro.
    Ferrer, sou fã dele, vou torcer pra ele é claro.
    Bruno Soares, joga muito melhor sem aquela mala. Bruno e Chela dupla de guerreiros.

  • Cezar

    O Federer de hoje esta igual ao Pete Sampras de 2001 perdendo nas quartas de Finais de torneios, sem vontade, e perdendo pra adversários abaixo do seu Nivel (Melzer), e Sampras naquele ano viu que a idade o pegou e ele estava pouco competitivo para jogar em alto nível e chegar nas finais e ganhar, ai um ano depois em 2002 anunciou a aposentadoria ganhando o seu ultimo Grand Slam, vejo o Federer indo pro mesmo caminho acho que em 2012 se ele continuar assim se aposenta assim como fez Sampras.

  • Concordo Fabrízio. Quanto a Murray, ele é imprevisível. Tem jogo pra ganhar do Nadal, mas é dificílimo. Nadal é quase imbatível no saibro.

  • Ana Sandra

    Fabrizio, você acha que o Federer jogaria sem vontade para perder antes de chegar a final ??? É muito estranho pensar que só para não perder outra vez na final para o Rafa ele desistiria nas quartas. Não acho que ele seja esse tipo de atleta. Quanto ao Murray você acha que teria mesmo condições de bater o Nadal na semi ???? Espero que não.

    • Fabrizio Gallas

      Não acho que seja isso, acho aliás que não tava com o mesmo ímpeto desde o jogo contra o Cilic.

  • Theago

    O que ta faltando pro Federer é mais dedicação nos treinos e vontade de vencer, força federer seus fãs torcem muito por vc.

  • Neto

    Apesar de ter um estilo que se adaptaria bem ao saibro, o escocês não gosta de jogar nesse piso, então, mesmo que tenha condições de superar o Nadal, acho difícil.
    Se estiver em um grande dia, é possível. Mas eu aposto em Nadal 2 x 0.
    Do outro lado o Ferrer é favorito, mas nem tanto, acho q as chances são quase meio a meio.

  • Olá Fabrízio! O que está acontecendo com Federer? Perdeu o foco? Desânimo? Problemas de que natureza? Ou não está bem, em seus melhores momentos? Concordo com vc.Quanta falta de vontade! Quanta apatia!
    Abraços..

  • Paulo Fernandes

    Gente, o próprio Federer reconheceu que no jogo de hoje ele foi “terrível” (palavras dele). Então, porque nós, reles mortais, vamos arrumar desculpas, evasivas, para mais este fracasso do maior jogador de todos os tempos. Afinal de contas, qual o atleta genial, fenômeno, não jogou mal e perdeu terreno ao se aproximar do final da carreira? Até o nosso Pelé chegou a ser contestado nesta fase e muitos diziam que “ele já não era o mesmo”. E o Ayrton Senna, lembram? No final de sua carreira (e da vida) era muito constestado e às vezes até ridicularizado por não conseguir ganhar as corridas com a mesma frequencia e facilidade de antes. Pois bem, o Federer não esta imune a esta, digamos, maneira irracional e descabida de se tratar um ícone esportivo, quando ele já dá sinais evidentes de que chegou ao limite de sua carreira. Quanto a “dúvida” de se o suíço voltará a vencer partidas e torneios jogando como antes, principalmente contra os tenistas mais consistentes (top ten), eu particularmente acho que ele até poderia fazê-lo se voltasse a se dedicar exclusivamente aos treinos e a sua carreira, situação que considero muito difícil de voltar a acontecer, pois hoje é evidente que a sua família e as sua obrigações de pai dificultam uma atenção exclusiva aos treinamentos, sobretudo tratando-se de um competidor próximo de completar 30 anos de idade e que tem como principais adversários dois atletas monstruosos, sob o ponto de vista físico, mental e técnico, que são Nadal e Djokovic, nesta ordem.

  • Henrique S.

    É bom lembrar: da última vez que o Federer se mostrou apático, o que se seguiu nos meses seguintes foi um reaparecimento desvatador do suíço, que venceu USO, RG e Wimbledon, ultrapassando Pete Sampras.

  • Sergio M. Senaga

    Acho que o Federer já era. Como todos outros grandes tenistas, Sampras, Agassi, McEnroe, Lendl, Becker, Connors e o próprio Guga, chega um momento que não consegue mais manter o nível físico, técnico e/ou mental. E, para complicar, alem do Nadal, tem o Djokovic numa fase exuberante e quem sabe o Murray voltando a jogar o que sabe. Temos sorte de ter visto o Federer no auge.

  • Fabrizio Gallas

    Onde estão os corneteiros que disseram que o Murray não ia nem fazer cosquinha no Nadal ? Eu avisei, o britânico não é bobo e o Nadal não está tão bem. Mais tarde post novo!

  • Christian

    Vocês conhece o Fedor Emelianenko, maior peso pesado de MMA de todos os tempos, pois é, a idade chegou, ele perdeu 2 seguidas e estava invicto em 10 anos, abaixou de categoria prá ver se retoma motivação e vitórias, a idade pega todo mundo, junto com derrotas vem a desmotivação, se a cabeça for forte ainda dá, senão é melhor se aposentar em grande estilo, a hora é de dedicação e motivação !

MaisRecentes

Orlandinho Luz, mais um talento se perdendo ?



Continue Lendo

Zverev é mais que uma realidade. Federer deveria jogar Cincinnati ?



Continue Lendo

Qual o limite de Roger Federer ?



Continue Lendo