Simon é o problema. Depois pode dar samba



Vejo Gilles Simon como o maior problema na chave de Thomaz Bellucci em Monte Carlo. O francês tem um jogo que incomoda o brasileiro. Se defende bem de tenistas agressivos e contra-ataca com firmeza. É preciso bastante paciência – um dos problemas de Bellucci – e bom serviço para bater o rival.

No US Open em 2009 pudemos constatar o quão Simon incomoda Bellucci. O paulista não viu a cor da bola, mas o tenista galo vivia sua melhor fase da carreira e no saibro não tem bons resultados desde 2008, o que pode ser um bom prenúncio ao brazuca.

Se avançar, Thomaz tem ótimas chances de fazer a melhor campanha Masters 1000 da vida. Albert Montañes é bom no saibro, mas é pior do que canhoto nacional. E vejo o brasileiro entrando com ótimas possibilidades caso enfrente Andy Murray, Radek Stepanek ou Marcos Baghdatis nas 8ªs.

O que me incomoda é ver Bellucci desperdiçando tantas chances quando vê chaves teoricamente mais fáceis pela frente. Mas isso é assunto para se discutir dentro de alguns dias. Primeiro é preciso tirar uma pedra francesa do caminho.

Sem Djokovic e Soderling a chave do Masters de Monte Carlo está à feição de Rafael Nadal para o heptacampeonato. Seu favoritismo é grande para pelo menos chegar na final. Tomas Berdych pode incomodar um pouco – isto se chegar ao confronto prometido das quartas de final. Do outro lado, Federer precisa ter atenção caso enfrente Kohlschreiber. Passando, pode ir tranquilamente pelo menos à semi onde deve ter um confronto interessante contra David Ferrer.

No mais aposto que o número 1 e 3 do mundo farão mais uma final no Principado de Mônaco. E você ? Concorda ?

Curtinhas:

Marcos Daniel está de volta no challenger de Blumenau que começa nesta segunda-feira. Não espero uma boa campanha dele logo de cara. A lesão no joelho foi séria e o tirou por 2 meses e meio das quadras.



  • Roberta

    Sem Djokovic e Soderling? Desse jeito até parece que quem tem 9 a 0 no confronto direto no saibro é o Djokovic sobre o Nadal, e não o contrário.

    E sobre o Soderling, sabemos muito bem em que condições Nadal perdeu dele em 2009 em Roland Garros. Um ano mais tarde, já recuperado do problema nos joelhos, sabemos a surra que o Espanhol deu no Sueco.

    E mesmo tendo perdido as três finais para o Nadal no Principado, e a apesar da fase atual de ambos, acho Federer mais perigoso para o Nadal – no saibro – do que esses dois aí.

    • Fabrizio Gallas

      Com a fase que o Djokovic está o retrospecto pode não contar muito não…

      • Eduardo

        Nao concordo com isso nao Fabrizio, pois todos sabemos que quando se inicia a temporada de saibro… o Nadal eleva o nivel…. e fica complicado para qualquer 1…..
        Bom, nao sou eu quem vai querer ensinar nada… mas veja os numeros do Nadal do Saibro… e depois vejam o resto …

        Abraço

      • Alex

        O Djokovic dessistiu de M.Carlo com medo de perder sua invencibilidade no ano, isso é fato .

      • Realmente Bellucci nao deu muita sorte ao enfrentar logo na primeira rodada simon. Belluci pode diminuir o favoritismo de Simon por ser no saibro, mas mesmo assim apostaria na vitória francesa.
        Abs e parabéns pelo blog!

    • Henrique S.

      Concordo com você quando diz que Federer é mais perigoso para Nadal do que Djokovic e Soderling. Porém, assim como o Fabrizio disse, a forma sem precedentes do sérvio anula o retrospecto, tornando-o uma incógnita para os próximos meses. Quanto ao sueco, ele só tomou uma surra, pois era uma final. Nas duas finais de RG ele encolheu o braço e foi varrido da quadra, enquanto que nas rodadas anteriores ele mostrou uma confiança sem igual. Se Nadal o tivesse enfrentado nas quartas, talvez seu destino fosse o mesmo de Roger Federer em RG 2010.

    • Mani

      Concordo com o Fabrizio. O retrospecto não é uma garantia de que o Nadal jamais vá perder pro Djokovic no saibro. Ainda mais porque o sérvio está jogando muito. No saibro, o Nadal ainda é o favorito, mas sem Djokovic a vida dele fica mais fácil.

      Quanto ao Soderling… sei lá, não o vejo como uma ameaça muito grande. Teve um bom começo de ano, mas a última imagem que eu tenho dele foi a surra que ele tomou do Del Potro 🙂

      E o Federer… vamos ver como o jogo dele sob influência do Annacone se adapta ao saibro.

  • renato pereira

    BELLUCCI PASSA FACIL POR SIMON. O FRANCES NAO VEM BEM E NO SAIBRO DE MONTE CARLO O BRASILEIRO DARÁ INICIO A SUA ASCENSÃO NO RANKING, DEVENDO ALCANÇAR, APÓS A GIRA DE TERRA, A MELHOR COLOCAÇÃO DE SUA CARREIRA, ALGO EM TORNO DO 17 DO MUNDO. E TENHO DITO.

  • Guilherme Alcai

    Fabrizio,
    Simon é pedreira, mas pelo menos na ultima vez que Bellucci começou jogando com um jogador forte (Verdasco), ele não amarelou. De repente é até melhor do que pegar um James Blake da vida, dá mais confiança.
    E a chave depois parece se abrir. Malisse e Montanes são piores, e o Murray vem de derrapadas – se bobear fica pelo caminho – e, se passar, contra o Bellucci no saibro dá jogo duro. A partir daí no chaveamento devem passar ou Monfils ou Youzhny, nada de dar muito medo também. Aí, passando, já é semi.
    Na verdade, acho que ele nunca teve uma chave tão favorável desde que chegou ao top 30.
    Resta torcer.

  • Pedro

    Bellucci é complicaso dizer pq suas campanhas são imprevisíveis. Pode acabar com Simon, como pode perder o primeiro set no tie-break e tomar um pneu no segundo. O que me surpreendeu foi o Tiago Fernandes eu achei que tomaria uma surra do Julio Silva, mas venceu. A sua história no tênis está mto parecida(guardadas as proporções) com a de grandes tenistas como Nadal, Djokovic que com mais ou menos essa idade aí ja estavam chegando a finais de challengers. Espero que a história se repita com esse garoto que eu acho que vai ser top 10 com 21 anos. Vamos torcer para que eu esteja certo naum é kkkkkk.

  • Eduardo

    concordo, ninguem esperava duas vitorias seguidas de Djokovic, mesmo que fosse na quadra dura. apesar de torcer pro Bellucci, não da prever uma boa campanha dele, mesmo que ele vença o Simon. a final deve ser Federer x Nadal, ja que esta no saibro, Federer tera que jogar igual ao que jogou nas duas ultimas decisões em Madrid, o que levara a um jogaço. que eu torço que Federer ganhe.

  • Carlos

    Quando vi a chave pensei o mesmo que você: se passar pelo Simon tem tudo pra chegar até as quartas, pois é mais tenista que Montañes e contra o Murray no saibro já seria favorito, ainda mais na fase que o escocês tá. Caso fosse contra Stepanek(sacador voleador, sem jogo de saibro) ou Baghdatis(também fraco no saibro, ainda por cima perdeu suas últimas 5 partidas) também entraria em vantagem. E digo mais: nas quartas, dos possíveis adversários, só o Monfils seguraria o Thomaz. Mas é aquela história: o Bellucci odeia jogar contra um passador de bolas contra-atacante como é o caso do Simon. Mesmo assim, estou esperançoso pra ver como se sai ele com mais uma chave teoricamente favorável. Em tempo: convite pro Tatsuma Ito no Brasil Open É O FIM DA VÁRZEA!

  • Gaspar

    E o samba desafinou…

  • rené ribeiro

    Fabrizio, o problema maior de Belucci é mental, melhor, é a sua cabeça que não funciona bem.
    Quem joga tênis sabe que ela é quam comanda as suas ações.
    Veja a frieza dos caras do topo e a questão fica resolvida.
    Tecnicamente ele não é diferente da maioria deles. Tem golpes potentes, até bonitos, especialmente algumas deixadinhas na rede, quando funcionam, e o saque.
    Perde no mental , e isso não é nunhuma novidade.
    Acho que jamais chegará a lugar algum se não encarar esse probelma de frente.
    Talvez o Larri o ajude, mas isso demanda tempo e paciência.
    Tomara que ele, Larri, não a perca no caminho.

MaisRecentes

Nadal no Olimpo



Continue Lendo

O enorme coração de Del Potro



Continue Lendo

Federer, Nadal ou Zverev ? Quem é o favorito ao US Open ?



Continue Lendo