Pressionado, Bellucci opta por temporada completa no saibro. Djokovic atrás de marcas



Thomaz Bellucci parece ter aprendido com o erro da gira latino-americana. Não se inscreveu no ATP de Buenos Aires acreditando que iria bem em Santiago e na Costa do Sauípe (mas não foi o que ocorreu) e por pouco não saiu com uma campanha pífia onde tinha mais chances de somar.

Agora, nosso número 1, que cairá algumas posições na tabela, chega com certa pressão para o saibro europeu, mas acerta ao se inscrever em todos os torneios: Monte Carlo, Barcelona, Estoril, Madri, Roma e Roland Garros. Tudo para tentar ao menos repetir os 405 pontos que defende nesta sequência pelas oitavas em Paris e Roma, quartas em Barcelona e segunda rodada na capital espanhola.

Se não vencer nenhum jogo, Thomaz provavelmente sairá do top 60 e se ganhar pouco, ficará de fora do top 50. Ele ainda tem um álibi. Se for muito bem em Monte Carlo e Barcelona, pode ter a opção de descanso desistindo de Estoril. Simples assim.

Outro fator a favor. Este ano não tem Copa Davis em maio, uma benção da ITF. Tanto ele como outros brasileiro não vão perder as uma ou duas semanas das principais competições europeias no piso que eles mais gostam.

Marca de Djokovic – Novak Djokovic pode somar hoje sua 20ª vitória seguida em 2011 e se aproximar de Ivan Lendl que fez 25 em 1985. O tenista com maior número de vitórias seguidas foi Guillermo Vilas com 46 em 1977. Djokovic tenta ser o quarto na história a vencer a trinca de torneios, Australian Open-Indian Wells-Miami. Pete Sampras o conseguiu em 1994, Andre Agassi em 2001 e Roger Federer em 2006.

Curtinhas:

Nadal e Nishikori foi um ótimo jogo de tênis. Gostei da postura do japonês e Rafa se safou bem dos momentos de dificuldade. Boa atuação do espanhol. Federer foi bem tranquilo, Stepanek não assusta mais, entra em quadra derrotado.

E o show de zebras ? Quatro top 10 eliminados na estreia: Andy Murray, Andy Roddick, Jurgen Melzer e Fernando Verdasco. Fora as quedas de Stanislas Wawrinka e Milos Raonic.

Parece que a CBT está perdendo a queda de braço com a Suécia por Christian Lindell. O jovem carioca de 19 anos acaba de ser convocado para jogar a Copa do Mundo em Dusseldorf ao lado de Robin Soderling. A competição fecha o calendário de saibro pré-Roland Garros.

Para este blog e o Tênis News, a Confederação Brasileira havia confirmado que este ano Christian jogaria pelo Brasil através de um projeto de treinamento com patrocínio que estaria por vir. Até agora nada…



  • Bellucci é imprevisível. Acredito que ele fará boas campanhas no saibro europeu. Fiquei triste com a eliminação precoce de Wawrinka. Acho e desejo que Federer chegue a final, conquistando o título, é claro.

  • fala serio rapaz

    olha meu amigo blogueiro a CBT não pode ficar fasendo leilão com esse pseudo brazuca a CBT TEM olha nossos verdadeiros brazucas leia se os thiagos monteiro e fernandes mas 2 ou 3 outors juvenis de futuro agora abrir de nossos verdadeiros brazileiros em detrimento a um sueco powww meu ai e brinquedo so aqui mesmo nesse brasil onde se puxa o saco dos gringos !

  • TOMAZ BELUCCI
    Ta no caminho certo, jogar so torneios GRANDES no saibro e chegar em Rolang Garros em ponto de balas e ganhar dos todos os TOPs. Se quiser ser um Grande CAMPEÀO!!!!!!!!!!!!.
    Bjos e sucessoooooooooooooooooooooooooooooooo!!!!!!!!!!!!!

  • Felipe

    Desisti de acreditar no Bellucci… agora ele tá até ressuscitando morto. O que o Blake conseguiu nos últimos anos?tá quase aposentado… não adianta, ele nunca vai ser top 20, muito menos top 10… vamos parar de somhar, só existiu um Guga, não vai ter outro… O Bellucci pelo menos escapou de levar uma surra do Djoko!

  • Carlos

    agora parem de dar convites no Brasil pro Lindell!

  • Rogerio

    Mas tomara mesmo que a Suécia ganhe a queda de braço com a CBT. Não dá para pensar pequeno assim. Chega de ficar brigando por mais um jogador mediano. Já temos muitos nesse nível. Precisamos investir realmente na garotada promissora que está se destacando, como Tiago Fernandes, Guilherme Clezar, e os ganhadores da copa Gerdau/Porto Alegre (Tiago Monteiro e Orlando Luz, categoria 18 e 14 anos, embora ambos tenham apenas 16 anos e 13 anos respectivamente, ganhando de garotos mais velhos em vários torneio por aí).

  • oi Fabriciotudo bem!Bom o bellucci precisa primeiro confiar em si mesmo.Quando ele começa a dominar o jogo parace que dá um branco ele não consegue impor seu jeito de jogar ao adversário.Ele é um bom tenista só precisa confiar no que faz.Quanto Djokoele tem que aproveitar a fase boa,assim como aconteceou com Nadal em 2008 e Federer por tanto tempo.Eu não sei o que acontece que de repente ocorre a decaida,não sei se isso é normal,mas é o que acontece.O Murray também é um caso cpmplicado ele não consegue se manter no ritmo.Enfim só resta aos fãs deste que citei que envie uma energia boa para eles.È o que eu faço co o Rafa Nadal.Um abraço para você e sua equipe.Até mais.Arlete.

  • Agnaldo

    Belucci? Gente, esta é uma das maiores enganações que nosso tênis produziu, porque se ao menos ele reconhecer suas limitações, ja ajuda.Mas no entanto ele se mostra um garoto arrogante e prepotente!!!Chega de ufanismo com enganação.

  • luques

    Olá Fabrizio, top 60 pro Bellucci tá bom, é até melhor assim ele joga menos pressionado, não terá obrigação de ganhar dos caras bons, ganha uns challengers, faz umas quartas nos atps 250, e a vida segue e ficamos esperando alguma outra promessa. Abçs.

MaisRecentes

Qual o limite de Roger Federer ?



Continue Lendo

Cilic e a missão (quase) impossível contra Federer



Continue Lendo

O verdadeiro Dia Mundial do Tênis



Continue Lendo