Djokovic vem dominando Federer. Bellucci comemora a semana



Novak Djokovic jogou num nível absurdamente alto na final do ATP 500 de Dubai contra Roger Federer. Até surpreendente para o que o sérvio vinha fazendo durante todo o torneio alternando altos de baixos.

Firme no fundo de quadra, cometendo raríssismos erros não-forçados e com alto percentual do 1º serviço. Nole dominou Federer no fundo e desmontou a confiança do suíço que só conseguiu abrir uma vantagem, 3/1 no 2º set, por umapequena queda de ritmo do sérvio.

Djokovic já soma 14 vitórias seguidas (2 na Copa Davis em dezembro, 7 no Australian Open e 5 em Dubai). Se continuar desta forma, Nole rapidamente, provavelmente após os Masters nos Estados Unidos, se consolidará como número dois do mundo.

Me perguntaram no Twitter se Federer virou freguês de Djokovic no piso rápido. Pera lá! Muito cedo pra dizer. O retrospecto mostra que o suíço lidera por 13 a 8. Isso talvez só se configure se o sérvio encaixar mais umas quatro ou cinco vitórias seguidas.

O que é inegável comentar. Djokovic está dando dor de cabeça . Ele não só ganha do suíço nos ATPs bem como nos Grand Slams.

Detalhe importante. Djokovic revelou que vinha trabalhando muito duro no serviço para ganhar dos tops. O Australian Open já indicou a evolução (perdeu apenas um set no torneio). Todo mundo, incluindo os tops, precisa seguir em constante evolução. Federer ainda carece de paciência nos jogos parelhos ou quando se encontra atrás no marcador contra Djokovic, Murray e Nadal. Hoje foi nítida a pressa que tinha e aí os erros vieram em série.

Sobre o Bellucci. Fez um ótimo primeiro set. Aguentou bem a pancadaria no fundo com o Almagro, fez ele cometer erros e criou chances. Mas contra um rival tão confiante (13 vitórias seguidas no saibro) não se pode desperdiçá-las. Um break-point com erro na devolução de segundo saque, outro com equívoco de revés e um finalde Tie-break ruim. Ali se foi a cabeça de Thomaz e o jogo.

O brasileiro fica muito ansioso nos tie-breaks decisivos principalmente contra jogadores de alto calibre. Ano passado foi uma série deles que custaram vitórias, pontos importantes no ranking e confiança. Com certeza o duelo de ontem tomaria outro rumo se Thomaz ganhasse a primeira etapa.

De qualquer forma a campanha de Bellucci em Acapulco é para ser comemorada. Ele vinha um tanto cabisbaixo, com resultados aquém do esperado, perigando sair do top 40 e agora chega no piso rápido dos Estados Unidos como cabeça de chave, podendo fazer quem sabe uma quartas de final em Miami ou Indian Wells e com uma parte mental mais aguçada paraganhar de tenistas de alto nível. Algo que necessita para ser top 20.



  • Suellen Clemente

    Infelizmente não pude acompanhar o jogo inteiro, mas consegui ver os quatro primeiros games e pude perceber que o Djokovic estava dominando os pontos e o Federer muito irregular.Não pensei que o jogo fosse tão rápido e fácil, mas acreditava em mais uma vitória do Nole, pois ele vem demonstrando que está crescendo muito em seu saque e consegue devolver quase todas as bolas..Pra mm ele tem tudo para logo conseguir ocupar a posição de número 2 do mundo e promete dar muito trabalho para os tops!!!!

  • Altaisio Paim

    Federer estava irreconhecível. Semelhante ao Australin Open(segundo set), hoje Djokovic ganhou 5 games, também no segundo set. Vitória merecida.

  • Pedro

    Naum sei, sobre o Bellucci acho ke ele tem condições de chegar as semifinais desses torneios Masters. Até pq ja vi Mardy Fish chegar a final de Master 1000, e sinceramente naum vejo ele tão acima do Thomaz assim.Se ele acreditasse mais nele mesmo poderia conseguir um feito desses.O que acha Fabrizio ?

    • Fabrizio Gallas

      Concordo. Bellucci devia ficar menos ansioso nos momentos importantes contra jogadores importantes e pensar que não tem muito a perder. Fechar o olho e fazer o que ele sabe de melhor, meter a mão. Não ligar pra quem está do outro lado da rede. Isso é um pouco de acreditar nele mesmo. O Guga fechava o olho, metia a mão e às vezes nem ligava pra quem tava do outro lado. Se vc pensa muito no oponente acaba se atrapalhando às vezes.

  • quantos aos ouvertros tenista, eu nao muito interesse, so quando os nossos tenista tiverem que enfreta-los, a sim eu pensar neles.
    O importante é ver e sentir a grande evolucão do nosso tenista TOMAZ BELLUCCI, em todos os sentidos, e os tenista que a sua frente que preparem pra enfrenta de igual pra iguais!

  • Branca

    Olá Fabrizio,
    O Djokovic encontrou o “caminho das pedras” para vencer o Federer. Botou o suiço prá correr, coisa que ele não gosta. Ficava visivelmente irritado, impaciente. Õ Federer não jogou mal, jogou bem, fez tudo que podia, mas o Nole foi implacável.A gente sabe também que rola um certo desconforto entre os dois, o Federer nunca chamou e nem chamará o Djokovic “prá tomar chá” na mesma mesa.
    Agora Fabrizio, do jeito que o suiço tá mordido, vai ser difícil o Nole ganhar dele três vezes seguidas.
    Parabéns para o Bellucci, fez um bom torneio. já sabíamos que o Almagro era o favorito, não é á toa que ele tem 9 títulos no saibro.
    Abraços

  • oi Fabricio tudo bem!eu gostaria se possivel que me enviasse os jogos da copa Davis,Quem vai jogar com quem.nomes dos tenistas e os paises.Grata Arlete .Adoro escrever para voce e o Rafa Nadal continua demais.

  • Arthur Dias

    Olha, o Djokovic vem jogando de uma forma absurda nesses últimos meses, porém deu para perceber que (apesar de ele dizer que está) ele não está 100%. Acho que todos repararam que ele está usando a fita Kinesio no ombro direito e no joelho esquerdo desde o AO. E essa desistência da Davis com certeza não foi somente para se focar nos torneios dos EUA, mas para poder se recuperar. Com certeza ele não está 100%.

  • oi Fabrizio Tudo Bem! Bom eu não torço pro Djoko,mas devo admitir que le melhorou muito nos últimos tempos.Sou fá do Rafa Nadal e por mais difícil que seja as competições é preciso que realmente o Tênis seja algo que nos emociona e pelo jeito o Djoko tira isso de letra ainda mais quando joga com o Federer,o coração fica na boca,pelo memos quando eu assito.Já o Rafa dispensa comentários simplesmente´porque ele é o NÚMERO UM.Parabéns ao Djokovic por seu talento e pordeixar o federer bem longe do Nadal na pontuação.beijos.Arlete.Ah! obrigada por colocar a lista dos times da copa Daviis.

MaisRecentes

O melhor Rafael Nadal entra para a história do esporte



Continue Lendo

Djokovic ou Thiem podem parar Nadal ?



Continue Lendo

Um novo patamar para o Next Gen



Continue Lendo