Bellucci (teoricamente) tranquilo para a semi na Bahia



Como disse no post anterior, o começo de Thomaz Bellucci em 2011 não é ruim, mas tampouco animador. Ele manteve aquela inconstância da segunda metade do ano passado. Oras joga bons sets e games no nível de top 20, oras joga os mesmos no nível de juvenil errando todas.

Por esse momento precisamos ter cautela quando analisamos a chave de Thomaz Bellucci nos sorteios dos ATPs. Em Auckland ele poderia fazer semi, não fez. Se enrolou na 1ª rodada com quem não deveria. Ganhou o até agora seu melhor jogo do ano na 2ª com o Robredo, mas jogou bem mal nas quartas. Na Austrália esperavamos uma terceira rodada e não correspondeu. E agora em Santiago tinha tudo pra fazer uma semi e deu no que já postei ontem.

No Sauípe o caminho parece animador. Veja bem, eu disse parece. Carlos Berlocq ou um qualifier. Não posso falar sobre o quali pois ainda não foi decidido, mas sempre um tenista que sai da fase prévia está com ritmo de jogo e adaptado à quadra, condições e etc. Sobre o Berlocq. Ele bate legal de fundo, tem boa direita, mas não é aquele corredor, passador de bola. Bellucci tem muito mais qualidade.

Pras quartas de final a coisa engrossa se ele pegar o Chela. O argentino está aos poucos crescendo, já figura no top 40 e será um jogo de troca de pancadas no fundo. Mais uma vez a questão das regularidade será o ponto chave e Bellucci vem falhando muito.

A semi é ponto que Bellucci pode chegar bem senão der as costumeiras viajadas. Daí por diante o perigo se chama Nicolas Almagro que do fim do ano passado pra cá voltou a jogar seu melhor tênis.

Sobre os outros brasileiros. Mello tem uma primeira rodada perigosa, mas que até pode ser boa. Santiago Giraldo. Tenista que disputa amanhã sua primeira final no circuito. Bate muito forte na bola e é meio kamikaze. Se está bem fisicamente e afiado ele pode bater tops, caso contrário perde feio para tenistas mais regulares e o brasileiro se encaixa neste nicho. Um detalhe interessante. O campeão de Santiago chega no Brasil na segunda-feira à tarde e quase não descansa pra jogar no dia seguinte (caso do Bellucci em 2010). Daí que Mello pode se dar bem. Estará fresco.

Caso o brasileiro avance, duelo dos corredores com o Montañes. Este espanhol é bom no saibro, mas não me inspira confiança. Acredito no brasileiro.

Feijão tem tudo para avançar diante do inexperiente Guilherme Clezar, mas precisa ter cuidado. Se o gaúcho não sentir o fato de jogar o maior torneio do Brasil virá com muito apetite. Nas oitavas João Souza tem possibilidades de incomodar bastante Almagro que fará seu primeiro jogo no saibro no ano e estará sem o ritmo adequado no piso.

Fernando Romboli faz seu 1º jogo ATP contrao experiente Ruben Hidalgo de 33 anos. A consistência e boa fase do brasileiro podem gerar aí uma surpresa ou pelo menos um jogo duro de maisde duas horas. Vamos aguardar.

Curtinhas:

No duelo dos palpitões do blog do meu amigo jornalista Alexandre Cossenza eu coloquei o campeão do torneio como Tommy Robredo. Aposto que ele virá confiante após a final em Santiago (pode descansar até quarta-feira por ter bye no Sauípe).

No Tennis Game do Fórum Tennis News as apostas seguem abertas pro Brasil Open. Você pode levar uma Raquete do Nadal, um Tênis de Wimbledon do Federer e mais 33 prêmios durante o ano.

No Sauípe são 4 grupos com 4 tenistas. Você escolhe o seu melhor de cada grupo. Se ele tiver o melhor desempenho do torneio real, você leva os pontos do mesmo. O game jáconta com 280 participantes.  CLIQUE AQUI E PARTICIPE!

Bellucci terá ranking 37 na semana que vem. Perderá seis posições. Já fica fora de cabeça de chave de Grand Slams assim. Prejuízo em vista para Roland Garros.

Se eu critiquei a organizaçãodo Brasil Open na questão de um convidado. Elogio pelos WCs dados no quali. Privilegiaram os juvenis e eles fizeram bons jogos. Karue Sell engrossou e teve até chance de tirar um set do top 150 Daniel de La Nava, da Espanha. E Bruno Sant´anna tirou um set do experiente e ex-top 200 André Ghem.

Meninada toda no top 30, top 40 juvenil que tem futuro. Sant´anna ganhou um torneio Grau A em Casablanca (México) em janeiro, evento com mesmo patamar dos Grand Slams.




MaisRecentes

Zverev tem tudo, mas ainda falta muito. Estranho, não ? 



Continue Lendo

Nem sempre se pode ganhar todas



Continue Lendo

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo