Nadal começa a se complicar. Palpitões pras 8ªs



Acabou a calmaria pro Nadal. Não jogou tão bem nesta 3ª rodada, mas passou em sets diretos. Todavia terá um duro desafio contra Marin Cilic nas oitavas e ainda enfrenta outro problema. O número 1 relata que vem se desgastando e suando mais do que o habitual nos jogos e nos treinos.

Nadal saiu de uma gripe há uma semana e é estranho ainda estar comeste tipo de sintoma. Estaria ele escondendo algum outro problema ? Normalmente é contada a verdade apenas depois da derrota no torneio o que pode soar como uma desculpa. Aguardemos.

O fato é que Cilic arrasou Nadal no fim de 2009 no ATP de Pequim. O espanhol ainda não estava em seu melhor momento na época, mas o triunfo não deixa de ter sido marcante. O croata jogou 4h30 contra John Isner. Estará cansado ? Claro que sim, mais na exigência mental e nervos que foi o jogo. Isner tem um estilo corta-físico (saque e definição rápida) onde não alonga os pontos. Pelo contrário,  Cilic virá com uma confiança que não tinha nos últimos meses pelo qual se encontrava em fase ruim.

Será importante pro croata ficar junto no placar com Nadal e vencer o primeiro set. Se ele perder a primeira parcial pode desanimar e o cansaço mental destruí-lo.

Analisando outros jogos das 8ªs de Final.

Federer x Robredo – Robredo provocou. Disse que Federer não é o mesmo de 4 anos atrás. Mas Federer não precisa de maior motivação do que ele tem para vencer este torneio por fatos já citados em posts anteriores. Se jogar perto do que sabe o suíço vence tranquilo. Se der algumas apagadas perde um set.

Roddick x Wawrinka – Um dos mais complicados de se palpitar. Wawrinka ganhou em Chennai está trabalhando para voltar ao top 10, mas àsvezes falha no mental. Tem tudo praser um jogo de cinco sets. Vou pela mística das semifinais de Roddick na Austrália emanos ímpares. Curiosidade. Retrospecto mostra 2-1 pro suíço. As duas vitórias foram por desistência do americano no 1º set.

Djokovic x Almagro – Sérvio é mais jogador que o espanhol, mas precisa tomar cuidado com o saque e a direito do rival. Como o Djokovic gosta de se enrolar, acredito que vencerá em quatro sets.

Verdasco x Berdych – Jogão. Outro dos mais difíceis de se palpitar. Verdasco não está jogando seu melhor há muito tempo e está nas oitavas mais pela ajuda dos oponentes do que seu próprio mérito. Por isso e pelo saque vou de Berdych em cinco sets.

Murray x Melzer – Britânico tá jogando fácil e muito bem. Ganha em sets diretos.

Soderling x Dolgopolov – Já deu pro ucraniano. O sueco vem de oito vitórias seguidos, está com bom físicoe deve passar em 3 sets.

Ferrer x Raonic – Vou por uma zebra aqui. O canadense tá jogando muito esacando demais. Eliminou Youzhny com 33 aces. Servindo assim fica complicado pro Ferrer. Acho que Raonic leva em cinco sets em uma batalha.

Nadal x Cilic – Nadal ganha em quatro sets.

O legal deste Australian Open são as revelações. Dolgopolov (que não é tão novo assim),  Raonic, Tomic e Berankis fizeram boas aparições. Jovens que já estão ganhando e dando o que falar.

Curtinhas:

Os jogos femininos foram empolgantes ontem, mas hoje muito fracos. Clijsters errou 41 bolas e venceu jogando muito mal. Zvonareva deu uma amarelada na hora de fechar, fez bobagens, mas concluiu. Espero coisa melhor nas oitavas.



MaisRecentes

Zverev tem tudo, mas ainda falta muito. Estranho, não ? 



Continue Lendo

Nem sempre se pode ganhar todas



Continue Lendo

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo