Começou o show de Federer na Austrália



Há muito tempo não via Roger Federer jogar com tanta determinação na estreia de um Grand Slam. Normalmente o suíço faz o básico, joga pro gasto e só engrena à medida que vai pegando oponentes mais fortes ou quando é exigido.

O natural da Basileia deu um show na madrugada de segunda-feira. Tênis agressivo, preciso, de alta qualidade e jogadas fenomenais na defesa e no ataque. A fase de Roger é muito boa e é fruto do trabalho de orientação tática, mental e motivacional feita por Paul Annacone, técnico contratado em agosto do ano passado. NOTA 10 pra ele!

Outro detalhe para que Federer chegue com tanto apetite é acabar com a farra de Nadal nos Majors. Após o espanhol ganhar o US Open, iniciaram os questionamentos de Federer como o maior de todos os tempos. O caneco de Rafa em Melbourne faria com que o espanhol se tornasse o primeiro desde 1969 a vencer quatro Slams seguidos igualando Rod Laver. Roger Federer teve essa chance em 2006 e 2007, mas Nadal o parou em Roland Garros.

O único perigo de Federer está na segunda rodada contra Gilles Simon com o qual tem retrospecto negativo. O francês, que teve um 2010 ruim, parece se reerguer após ganhar no último sábado o ATP de Sydney e tem um estilo de contra-ataque e defesa que incomodam Federer. Mas mesmo assim a fase fantástica do suíço deve dar o tom para o bom resultado.

O caminho do número 2 na Austrália está bom e ficou ainda melhor com a despedida de Nikolay Davydenko. O russo segue sendo as decepções nos Grand Slams. Muito perigoso pra jogos de três sets em Masters ou ATPs, mas não aguenta no físico e se enrola com mais fracos em partidas de cinco sets.

Curtinhas:

Depois de ver Federer e Djokovic dando surra neste primeiro dia estou temendo por Marcos Daniel hoje às 23h30. Espero que elefaça uma boa partida.

O Tênis News/Lancenet! mostra ao vivo este jogo mais Bellucci x Mello também às 23h30.

Wozniacki passou bem por um primeiro teste difícil na chave feminina . Dulko já eliminou Maria Sharapova de Wimbledon e não dá ritmo às oponentes.  Falando em Sharapova ela começou o show de…duplas-faltas…foram 10 na estreia. A sorte é que pegou uma oponente totalmente fora de forma físicae fraca e atropelou.

O dia teve algumas viradas. Monfils sobre De Bakker – o folgado francês disse saber que o rival iria “amarelar” na hora de fechar o jogo e aconteceu. Mardy Fish contra Victor Hanescu e Kohlschreiber contra Kamke. Esses tipos de jogos podem não ser tecnicamente os melhores, mas simbolizam a emoção e a magia de um Grand Slam.

Nicolas Lapentti é mais um da nostálgica época de Guga que se retira do tênis. Era uma boa pessoa e tenista batalhador, chegando ao top 6 e Masters Cup, incluindo uma semifinal de Australian Open em 1999.A prova de que muitas vezes a perseverança e determinação valem muito mais do que ter todos os golpes geniais. Uma pena que ele atrapalhou a vida do Brasil em 2009, mas foi uma ótima figura no tênis.



MaisRecentes

Zverev tem tudo, mas ainda falta muito. Estranho, não ? 



Continue Lendo

Nem sempre se pode ganhar todas



Continue Lendo

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo