Federer é o Rei dos Pneus



Quando encerrar a carreira, Roger Federer pode vislumbrar abrir uma borracharia que terá bastante sucesso.

Além de ser o gênio das quadras com 16 Grand Slams e ter outros recordes no currículo, Roger Federer é também o Rei dos Pneus segundo estatística levantada pelo conceituado fórum,  MenstennisForums.

Para quem não é do ramo, Pneu é quando um tenista não deixa o outro fazer games em um set, aplica um 6/0 no outro. Resumindo: passa por cima.

O atual número 2 da ATP e detentor de 66 títulos aplicou 71 pneus em sua carreira e só perdeu quatro. A lista conta com jogadores em atividade e por isso em segundo lugar está o implacávelna lista homem do saibro, Thomas Muster, que ficou parado por onze anos e retornou jogando challengers em 2010. Aos 43 anos ele possui os mesmo71 pneus dados, mas já levou 22.

Lleyton Hewitt vem em terceiro com o recorde de 49-8 e Rafael Nadal logo atrás com 48-9.

O piso rápido é onde Federer faza festa contra os adversários. Foram 50 pneus dados e nenhum levado. Na grama, onde conquistou seis títulos de Wimbledon em sete finais aplicou nove e no piso lento foram 12. Todavia o saibro é onde Federer mais levou 6/0, três.

Detalhe interessante. Desde que surgiu para o mundo em 2003 ao vencer Wimbledon e ascendeu ao topo no ano seguinte, Rafael Nadal foi o único capaz de dar um Pneu em Federer. O restante dos três ele levou todos em 1999 quando era um coadjuvante e estava apenas entre o 50 melhores.  Contra o zimbabueno Byron Black em Queen´s. Em Roland Garros no mesmo ano diante de Patrick Rafter e em Monte Carlo diante do americano Vincent Spadea.

No clássico contra Nadal foram três pneus no total de 22 jogos. Federer deu dois, um na final de Wimbledon de 2006 e outro na final de Hamburgo de 2007 e levou um na final de Roland Garros de 2008.

Omaior freguês da borracharia de Federer é o australiano Hewitt. Cinco de seus oito pneus levados foram diante do natural da Basileia. Logo atrás vem Fabrice Santoro com quatro e James
Blake com 3.

Os piores – Não poderíamos finalizar este post sem falar de quem levou mais pneus. A lista é dada pela diferença de pneus dados e levados. O belga Christopher Rochus e o espanhol Alberto Martin são recordistas. O primeiro levou 32 pneus e deu dez. Com um défict de 22 ele encabeça a lista, mas o espanhol levou um pneu a mais porém teve o prazer de aplicar 17. Feliciano Lopez,um top 30 frequente é o sexto da lista com cinco dados e 15 levados. O argentino Gaston Gaudio, que está nas últimas da carreira, aplicou 22, mas levou 36.

Clique Aqui e veja os números dos top 20 melhores e piores!

Curtinhas:

Leonardo Kirche ganhou o 3º convite para o Aberto de SP e se junta a Fernando Romboli e Daniel Silva. Resta apenas um wild-card. Eu daria pro Tiago Fernandes. E você ?

Amanhã o post é uma projeção dos brasileiros para 2011. Aguarde!



MaisRecentes

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo

Indomável, Djokovic agora postula ida ao Nº 1. Brasil tem por quem torcer



Continue Lendo

Del Potro pisa mais forte que Nadal no US Open. NextGen ainda não embala



Continue Lendo