Federer é o Rei dos Pneus



Quando encerrar a carreira, Roger Federer pode vislumbrar abrir uma borracharia que terá bastante sucesso.

Além de ser o gênio das quadras com 16 Grand Slams e ter outros recordes no currículo, Roger Federer é também o Rei dos Pneus segundo estatística levantada pelo conceituado fórum,  MenstennisForums.

Para quem não é do ramo, Pneu é quando um tenista não deixa o outro fazer games em um set, aplica um 6/0 no outro. Resumindo: passa por cima.

O atual número 2 da ATP e detentor de 66 títulos aplicou 71 pneus em sua carreira e só perdeu quatro. A lista conta com jogadores em atividade e por isso em segundo lugar está o implacávelna lista homem do saibro, Thomas Muster, que ficou parado por onze anos e retornou jogando challengers em 2010. Aos 43 anos ele possui os mesmo71 pneus dados, mas já levou 22.

Lleyton Hewitt vem em terceiro com o recorde de 49-8 e Rafael Nadal logo atrás com 48-9.

O piso rápido é onde Federer faza festa contra os adversários. Foram 50 pneus dados e nenhum levado. Na grama, onde conquistou seis títulos de Wimbledon em sete finais aplicou nove e no piso lento foram 12. Todavia o saibro é onde Federer mais levou 6/0, três.

Detalhe interessante. Desde que surgiu para o mundo em 2003 ao vencer Wimbledon e ascendeu ao topo no ano seguinte, Rafael Nadal foi o único capaz de dar um Pneu em Federer. O restante dos três ele levou todos em 1999 quando era um coadjuvante e estava apenas entre o 50 melhores.  Contra o zimbabueno Byron Black em Queen´s. Em Roland Garros no mesmo ano diante de Patrick Rafter e em Monte Carlo diante do americano Vincent Spadea.

No clássico contra Nadal foram três pneus no total de 22 jogos. Federer deu dois, um na final de Wimbledon de 2006 e outro na final de Hamburgo de 2007 e levou um na final de Roland Garros de 2008.

Omaior freguês da borracharia de Federer é o australiano Hewitt. Cinco de seus oito pneus levados foram diante do natural da Basileia. Logo atrás vem Fabrice Santoro com quatro e James
Blake com 3.

Os piores – Não poderíamos finalizar este post sem falar de quem levou mais pneus. A lista é dada pela diferença de pneus dados e levados. O belga Christopher Rochus e o espanhol Alberto Martin são recordistas. O primeiro levou 32 pneus e deu dez. Com um défict de 22 ele encabeça a lista, mas o espanhol levou um pneu a mais porém teve o prazer de aplicar 17. Feliciano Lopez,um top 30 frequente é o sexto da lista com cinco dados e 15 levados. O argentino Gaston Gaudio, que está nas últimas da carreira, aplicou 22, mas levou 36.

Clique Aqui e veja os números dos top 20 melhores e piores!

Curtinhas:

Leonardo Kirche ganhou o 3º convite para o Aberto de SP e se junta a Fernando Romboli e Daniel Silva. Resta apenas um wild-card. Eu daria pro Tiago Fernandes. E você ?

Amanhã o post é uma projeção dos brasileiros para 2011. Aguarde!



MaisRecentes

Nadal aterroriza em Monte Carlo



Continue Lendo

Isner é muito mais que o saque e uma direita



Continue Lendo

O que há com Djokovic ? 



Continue Lendo