Vitória bate o Palmeiras e se destaca na Seleção da 33ª Rodada do Brasileirão-2017



Vitória atropelou o Palmeiras e se destacou na Seleção da 33ª Rodada do Brasileirão-2017 (Foto: Romildo de Jesus)

O título do Corinthians voltou a ser uma questão de tempo após os resultados do meio de semana. Com oito pontos de vantagem, o Timão pode ser campeão na próxima quarta-feira, diante do Fluminense, em casa. No entanto, nenhum dos jogadores corintianos esteve na Seleção da 33ª Rodada do Brasileirão-2017.

Principal destaque do selecionado, o Vitória atropelou o Palmeiras no Barradão e venceu por 3 a 1. O técnico Vágner Mancini, o centroavante Trellez e o meio-campista Yago, o Craque da Rodada, foram os representantes da equipe entre os melhores.

Outro destaque da rodada foi o Grêmio, com dois jogadores na Seleção: o goleiro Marcelo Grohe e o volante Ramiro. Já o Atlético-MG igualou o número de representantes do time gaúcho. O lateral-direito Marcos Rocha e o atacante Luan foram os atletas do Galo na lista.

Com o empate diante do São Paulo, a Chapecoense levou dois membros para o selecionado: o zagueiro Fabrício Bruno e o lateral-esquerdo Reinaldo, dois dos melhores da partida no Pacaembu.

Completam a Seleção o zagueiro Igor Rabello, do Botafogo, o meia Evander, do Vasco, e o atacante Edigar Junio, do Bahia.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Confira as notas e os desempenhos de cada integrante da Seleção:

Marcelo Grohe – goleiro – Grêmio – 8,0

Fez pelo menos quatro defesas decisivas, duas delas em uma mesma sequência, e ainda salvou lance decisivo na reta final da partida.

Marcos Rocha – lateral-direito – Atlético-MG – 7,5

Foi o jogador que mais desarmou no Galo e deu assistência para o gol de Luan, com quem fez grande parceria no jogo.

Igor Rabello – zagueiro – Botafogo – 6,5

Discreto, porém eficiente, foi um dos zagueiros que mais afastaram bolas na rodada. Tem amadurecido a cada partida.

Fabrício Bruno – zagueiro – Chapecoense – 6,5

Dominou o quanto pôde o jogo aéreo defensivo neutralizando o ataque do São Paulo. Foi o zagueiro com mais rebatidas na rodada.

Reinaldo – lateral-esquerdo – Chapecoense – 7,5

É o principal jogador da Chape na temporada, sem dúvidas. Contra o Tricolor deu uma passe espetacular para o gol de Wellington Paulista e teve personalidade para bater e converter pênalti contra o time com o qual tem vínculo.

Ramiro – volante – Grêmio – 7,5

Foi decisivo ao marcar o gol da vitória do time contra a Ponte Preta, após bom posicionamento para cabecear para a rede cruzamento de Léo Moura.

Yago – meia – Vitória – 8,5 (CRAQUE)

Partidaça do meio-campista diante do Palmeiras. Abriu o placar com um gol após bela jogada coletiva de sua equipe. Não satisfeito, foi oportunista ao anotar o terceiro gol do Vitória em momento que enterrou de vez qualquer reação palmeirense.

Evander – meia – Vasco – 8,0

Mudou o jogo com a sua entrada na segunda etapa. Acertou um belo chute de fora da área e marcou um golaço que empatou a partida e sedimentou o caminho para a virada.

Luan – atacante – Atlético-MG – 8,0

Depois de muito tempo sem ter uma boa atuação, foi outro que saiu do banco para mudar a partida. Se entregou, roubou bolas, correu e marcou um gol. Foi essencial para a vitória e a virada.

Edigar Junio – atacante – Bahia – 8,0

Outra grande partida do atacante no campeonato. Foi o autor dos dois gols da vitória do Bahia contra o Avaí, fora de casa. Vive ótima fase.

Trellez – atacante – Vitória – 8,0

Jogador muito difícil de marcar, levou vantagem em quase todos os duelos com a zaga palmeirense.  Bateu Dracena ao dar assistência para o primeiro gol de Yago e deu ótimo drible de corpo em cima de Juninho para marcar o seu.

Técnico: Vágner Mancini – Vitória – 8,0

Finalmente voltou a vencer dentro de casa e com uma atuação de gala em que aproveitou os erros palmeirenses para ser eficiente e definir a partida logo no primeiro tempo. Diante das condições apresentadas, faz grande trabalho.



MaisRecentes

Venha sem preconceitos, pois precisamos falar da fase de Felipe Melo no Palmeiras



Continue Lendo

No futebol nossa torcida é mais contra ou a favor? Até que ponto a paixão nos cega?



Continue Lendo

Mesmo sem estar com a barriga cheia, Palmeiras parece não ter fome em 2019



Continue Lendo