Vinicius Junior é o Craque e Vitória se destaca na Seleção da 21ª Rodada do Brasileirão-2017



Na rodada em que finalmente o Corinthians perdeu sua invencibilidade no campeonato, nenhum dos seus rivais diretos na utópica briga pelo título conseguiu vencer. Assim, o destaque maior foi justamente para quem conseguiu bater o Timão: o Vitória, que foi maioria na Seleção da 21ª Rodada do Brasileirão-2017. (Veja a lista na galeria acima)

O time baiano colocou quatro personagens no selecionado: o goleiro Fernando Gabriel, o zagueiro Wallace, o volante Uillian Correia e o técnico Vágner Mancini. Grandes nomes do triunfo por 1 a 0, na Arena Corinthians.

No entanto, o Craque da Rodada foi o excepcional garoto Vinicius Junior, do Flamengo, que brilhou na vitória de seu time por 2 a 0 sobre o Atlético-GO, esbanjando categoria e velocidade nos dois gols do triunfo.

Outra equipe que teve destaque na rodada foi o Fluminense. que forneceu dois jogadores para a lista dos melhores: o meia Gustavo Scarpa e o atacante Henrique Dourado, os destaques da vitória sobre o Atlético-MG por 2 a 1.

Para reforçar a rodada de façanhas, a Chapecoense, que foi até o Allianz Parque e derrotou o Palmeiras por 2 a 0. O zagueiro Fabrício Bruno e o lateral-esquerdo Reinaldo são os representantes da Chape no selecionado.

Completam a Seleção o lateral-direito Ezequiel, do Cruzeiro, o atacante Mendoza, do Bahia, e Emerson Sheik, da Ponte Preta.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Técnico: Vágner Mancini - Vitória - 8,0

Técnico: Vágner Mancini – Vitória – 8,0

Confira as notas e os desempenhos de cada integrante da Seleção:

Fernando Miguel – goleiro – Vitória – 8,0

Fechou o gol na Arena Corinthians. Fez defesa difíceis, algumas cara a cara com o atacante, que garantiram a grande vitória fora de casa.

Ezequiel – lateral-direito – Cruzeiro – 7,0

Fez boa partida tanto na defesa quanto no ataque. Foi seguro na marcação e deu assistência para gol de Sassá.

Wallace – zagueiro – Vitória – 7,5

Foi um monstro na zaga do time baiano. Fez desarmes precisos e na marcação esteve praticamente impecável. Responsável pelo placar.

Fabrício Bruno – zagueiro – Chapecoense – 7,5

Cansou de tirar bolas de cabeça na defesa, neutralizando a pouca qualidade do adversário no ataque. Marcou o gol que abriu o placar do duelo aproveitando falha na marcação.

Reinaldo – lateral-esquerdo – Chapecoense – 6,5

Teve muita malícia ao segurar o jogo, esfriar o ímpeto do Palmeiras e levar perigo com os arremessos laterais. Deu o passe para o primeiro gol de seu time.

Uillian Correia – volante – Vitória – 7,0

Dominou a intermediária, com marcação firme, sem dar chances para a criação corintiana. Outro grande responsável pelo placar.

Gustavo Scarpa – meia – Fluminense – 7,5

Partidaça do meia tricolor. Arriscou chutes de longe, buscou seus espaços para criar e deu assistência para os dois gols de Henrique Dourado.

Vinicius Junior – meia-atacante – Flamengo – 8,5 (CRAQUE)

Soltaram a fera! Como titular, foi um inferno para a defesa adversária. Em seu primeiro gol, arrancou em altíssima velocidade, ganhou do zagueiro e marcou após passe de Paquetá. No segundo tento recebeu assistência de Diego, driblou o goleiro de forma desconcertante e marcou. Atuação histórica.

Mendoza – atacante – Bahia – 8,0

Fez uso de sua maior qualidade, a velocidade, para anotar os dois gols. No primeiro arrancou do campo de defesa, insistiu, ganhou do zagueiro e marcou. No segundo foi mais rápido do que a zaga e aproveitou rebote do goleiro.

Emerson Sheik – atacante – Ponte Preta – 8,0

Qualidade como jogador é indiscutível, provou mais uma vez com dois gols de alto grau de dificuldade e muita categoria. No primeiro, dominou e bateu sem dar chances ao goleiro. Já no segundo pegou chute de primeira de fora da área, em que o arqueiro adversário nem se mexeu.

Henrique Dourado – atacante – Fluminense – 8,0

É o grande nome da temporada do Flu. Contra o Galo marcou duas vezes de cabeça após cruzamentos de Gustavo Scarpa. Os dois gols deram a vitória ao seu time.

Técnico: Vágner Mancini – Vitória – 8,0

Estudou minuciosamente o estilo de jogo corintiano e fez o adversário provar do próprio veneno. Entregou a bola, se segurou na defesa e foi letal ao definir o placar, aproveitando os contra-ataques, que não foram raros.  Mostrou que foi o Vitória que venceu e não o Corinthians que perdeu.



MaisRecentes

É possível admirar o estilo Fernando Diniz no São Paulo sem ser um Dinizete fanático



Continue Lendo

Corinthians vai de ‘melhor técnico do Brasil’ ao alto risco de eliminação no Paulista



Continue Lendo

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo