São Paulo goleia e domina a Seleção da 1ª Rodada do Paulistão-2019



Com cinco jogadores, São Paulo dominou a Seleção da 1ª Rodada do Paulistão-2019 (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Como era de se esperar, a estreia do estadual paulista não trouxe jogos de qualidade, tampouco empolgantes. Em ritmo de pré-temporada e, em algumas partidas, com nível baixíssimo de futebol, tivemos quatro empates em oito duelos. O São Paulo, que goleou o Mirassol por 4 a 1, foi o único time a marcar mais de um gol no fim de semana. Por essas e outras o Tricolor dominou a Seleção da 1ª Rodada do Paulistão-2019.

Cinco são-paulinos representaram o clube no selecionado: o zagueiro Anderson Martins, o lateral-esquerdo Reinaldo, o volante Hudson, o meia Nenê e o atacante Pablo, Craque da 1ª Rodada. Todos eles foram determinantes para a vitória de virada sobre o Mirassol no último sábado, no Pacaembu. Destaque para o começou de segundo tempo avassalador.

O Corinthians não venceu a sua partida de estreia, contra o São Caetano, na Arena. No empate em 1 a 1, dois jogadores chamaram a atenção: o lateral-direito Fagner, e o zagueiro Henrique, autor do gol que igualou a partida aos 49 minutos do segundo tempo. Ambos estão na lista.

Já o Santos, que talvez tenha apresentado o futebol mais interessante da 1ª Rodada, está representado pelo meia Jean Mota, que marcou o tento do triunfo por 1 a 0 sobre a Ferroviária, além de criar outras boas oportunidades. Além dele, Jorge Sampaoli, que comanda desafio enorme, foi o melhor técnico e é mais um santista a estar entre os melhores.

Completam a Seleção o goleiro Alex Alves, do Bragantino, o volante Jóbson, do Red Bull, e o atacante Borja, do Palmeiras.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do campeonato. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Técnico: Jorge Sampaoli – Santos – 6,5

Confira a nota e a avaliação de cada um dos integrantes:

Alex Alves – goleiro – Bragantino – 7,0

Fechou o gol diante do Guarani e garantiu a vitória do time com pelo menos duas defesas difíceis.

Fagner – lateral-direito – Corinthians – 6,5

Mostrou vitalidade e disposição, sendo a melhor opção ofensiva da equipe no jogo. Estava um patamar acima dos companheiros.

Henrique – zagueiro – Corinthians – 7,0

Fez um trabalho correto defensivamente e foi decisivo no ataque ao marcar o gol da vitória aos 49 minutos do segundo tempo.

Anderson Martins – zagueiro – São Paulo – 6,5

Começou mal, assim como todo o sistema defensivo, depois melhorou e marcou o gol de empate, que abri caminho para a virada.

Reinaldo – lateral-esquerdo – São Paulo – 7,0

Foi praticamente um atacante diante do Mirassol. Deu assistência para o gol de Pablo, e depois deixou a sua marca com oportunismo.

Hudson – volante – São Paulo – 7,0

Depois que recuou para melhorar a saída de bola, mudou o jogo. Ainda marcou um belo gol para fechar a goleada no Pacaembu.

Jóbson – volante – Red Bull – 7,0

Com oito desarmes certos, foi o jogador que mais desarmou na rodada e marcou um golaço que garantiu empate com o Palmeiras.

Jean Mota – meia – Santos – 7,0

Melhor em campo diante da Ferroviária, foi parado duas vezes pelo goleiro rival, mas na terceira chance deu a vitória ao time.

Nenê – meia – São Paulo – 7,5

Jogou solto e com liberdade no meio-campo tricolor. Deu duas assistência: uma para Reinaldo e outra para Anderson Martins.

Pablo – atacante – São Paulo – 7,5 (CRAQUE)

Em seu primeiro jogo oficial pelo Tricolor, foi o melhor em campo, brigou com os zagueiros e ainda marcou gol de cabeça em lance de inteligência

Borja – atacante – Palmeiras – 7,0

Começou a temporada com o pé direito e já marcou o primeiro pelo Verdão. Depois quase marcou outro no empate com o Red Bull.

Técnico: Jorge Sampaoli – Santos – 6,5

Diante de toda a dificuldade que se tem conhecimento, da perda de Bruno Henrique no dia da partida, da falta de reforços, apresentou um futebol interessante de se ver e que poderia ter sido premiado com uma goleada, caso tivesse mais jogadores de qualidade.



MaisRecentes

São Paulo é o mais ‘eliminado’ e o único sem título entre os 12 grandes desde 2013



Continue Lendo

Corinthians e Ituano dominam a Seleção da 7ª Rodada do Paulistão-2019



Continue Lendo

FPF já faturou mais de R$ 1,1 milhão com taxas de bilheteria no Paulistão-2019



Continue Lendo