Santos bate o São Paulo e brilha na Seleção da 11ª Rodada do Brasileirão-2016



Confira a Seleção e o Craque da 11ª Rodada do Brasileirão-2016

Confira a Seleção e o Craque da 11ª Rodada do Brasileirão-2016

Com os tropeços dos times que figuram em entre as primeiras posições da tabela, aqueles que sentiram o gostinho da vitória na 11ª puderam se aproximar dos líderes e deixar o campeonato ainda mais embolado.

O grande destaque da rodada, com boa vantagem, foi o Santos. A vitória por 3 a 0 sobre o São Paulo foi contundente, sem dar a menor chance de reação ao rival. Vanderlei, Victor Ferraz e Lucas Lima fizeram a diferença e estão na Seleção. Além deles, o Peixe está representado pelo técnico Dorival Junior.

Outro fato que chamou a atenção foi o gol de Luciano, do Corinthians, contra o Santa Cruz. O atacante não marcava desde agosto do ano passado, quando se machucou e ficou fora de combate por algum tempo. Em sua volta aos gramados, nutria um jejum de 19 jogos sem balançar a rede. Por essas e outras ele também está no selecionado.

Quem também lavou a alma foi o Sport, ao golear a Chapecoense por 5 a 1. Nesse resultado, o homem do jogo foi o costarriquenho Rodney Wallace, autor de dois gols, improvisado na lateral esquerda por Oswaldo de Oliveira.

O Craque da Rodada, porém, saiu do jogo mais emocionante do final de semana: Internacional 2 x 3 Botafogo. A vitória botafoguense, talvez, não era esperada nem pelo seus torcedores, mas com a atuação inspirada do estreante meia Camilo, a utopia virou realidade. O posto de Craque não poderia ficar com outro.

Completam a Seleção os zagueiros Juninho, do Coritiba, e Leonardo Silva, do Atlético-MG, o volante Hernani, do Atlético-PR, e os atacantes Richarlison, do Fluminense, e Willian, do Cruzeiro.

A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Confira as notas e o desempenho de cada um dos integrantes:

Vanderlei – goleiro – Santos – 7,5

Um dos grandes personagens do clássico, fez grandes defesas evitando reação do rival e mostrando a diferença que faz ter um arqueiro seguro.

Victor Ferraz – lateral-direito – Santos – 7,5

Outro que tem grande importância no jogo do Santos. Chegou com qualidade ao ataque e deu ótima assistência para Rodrigão marcar seu gol.

Juninho – zagueiro – Coritiba – 6,5

Jogando fora de casa, foi seguro e se destacou diante da pressão do Figueirense. Essencial para que o Coxa voltasse com um ponto na bagagem.

Leonardo Silva – zagueiro – Atlético-MG – 6,5

Não foi fácil segurar o ímpeto do América-MG, que tentou o gol de todas as formas na segunda etapa. Sua experiência deu tranquilidade ao setor.

Rodney Wallace – lateral-esquerdo – Sport – 8,0

Improvisado na lateral, fez grande partida contra a Chapecoense. Marcou dois gols, contando com a sorte, e trabalhou bem defensivamente.

Hernani – volante – Atlético-PR – 7,0

Atuação seria impecável não fosse o cartão amarelo. Marcou um belo gol que abriu o placar contra o Grêmio e fez oito desarmes, sendo o melhor da rodada no quesito.

Camilo – meia – Botafogo – 8,0 (CRAQUE)

Estreia de gala com a camisa alvinegra. Comandou o meio-campo e os contra-ataques de seu time, além disso deu passe para o gol de Neilton e deixou sua marca ao fazer o terceiro tento, aquele que garantiu a vitória.

Lucas Lima – meia – Santos – 8,0

Fez o que quis com os marcadores são-paulinos. Deu início à jogada do primeiro gol com desarme e belo lançamento. No fim, marcou um golaço de falta.

Richarlison – atacante – Fluminense – 7,5

Não havia marcado gol com a camisa do Flu e quis o destino que seu primeiro tento fosse o da vitória no clássico contra o Flamengo.

Willian – atacante – Cruzeiro – 8,0

Estava devendo sua marca no Brasileirão, mas na grande vitória da Raposa sobre o Palmeiras, fez os dois gols que garantiram os três pontos.

Luciano – atacante – Corinthians – 8,0

Desde agosto de 2015 sem balançar a rede, teve grande atuação contra o Santa Cruz. Marcou um gol e ainda deu assistência para Romero fazer.

Técnico: Dorival Junior – Santos – 7,5

Não tomou conhecimento se o São Paulo colocou time misto ou não no clássico. Desde o início fez com que sua equipe tivesse postura ofensiva para não dar chance ao rival. O placar de 3 a 0 foi pouco perto da superioridade santista. Já é 3º no campeonato mesmo com tantos percalços no caminho.



MaisRecentes

É possível admirar o estilo Fernando Diniz no São Paulo sem ser um Dinizete fanático



Continue Lendo

Corinthians vai de ‘melhor técnico do Brasil’ ao alto risco de eliminação no Paulista



Continue Lendo

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo