Rodriguinho é o Craque e Atlético-PR domina a Seleção da 1ª Rodada do Brasileirão-2018



Rodriguinho é o Craque e Atlético-PR o clube com mais atletas na Seleção da 1ª Rodada (Foto: Montagem/Ag. Corinthians/AGB)

Ele voltou! Isso mesmo, o campeonato mais importante do calendário nacional está de volta, mas pouca coisa mudou. Os jogos continuam tendo raros momentos de bom futebol, a arbitragem permanece protagonizando polêmicas e times insistem em poupar jogadores para priorizar outras competições. A novidade, porém, é a presença de Fernando Diniz no comando do Atlético-PR, que dominou a Seleção da 1ª Rodada do Brasileirão-2018.

O técnico, que tem um estilo peculiar de treinar seus times, mostrou que o Furacão será uma das atrações do campeonato após a goleada por 5 a 1 sobre a Chapecoense. Ao todo, cinco jogadores, mais Diniz, representam a equipe paranaense no selecionado. Sendo o clube com mais personagens na lista. O lateral-direito Jonathan, o zagueiro Bruno Guimarães, o lateral-esquerdo Carleto, o meio-campista Matheus Rossetto e o meia-atacante Nikão são os nomes.

Mesmo com tantos atletas entre os melhores, o Craque da 1ª Rodada não esteve em campo na Arena da Baixada, mas sim em outra Arena, a do Corinthians. Rodriguinho, sempre decisivo, marcou duas vezes contra o Fluminense e garantiu uma vitória difícil na estreia do Brasileirão. O camisa 26 do Timão supriu as necessidades de ter um ‘9’ com movimentos de um centroavante nato.

Serginho, do América-MG e Nico López, do Internacional, também marcaram dois gols nas vitórias de seus times e tiveram notas altas na rodada. Ambos fazem parte da lista.

Completam o selecionado o goleiro Marcelo Grohe, do Grêmio, o zagueiro Bruno Alves, do São Paulo, e atacante Rodrygo, do Santos.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Técnico: Fernando Diniz – Atlético-PR – 7,5

Confira as notas e os desempenhos de cada integrante da Seleção:

Marcelo Grohe – goleiro – Grêmio – 7,0

Fechou o gol no Mineirão e ajudou a garantir a difícil vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro.

Jonathan – lateral-direito – Atlético-PR – 7,0

Com liberdade para atacar, deu grande assistência para Matheus Rossetto marcar um golaço.

Bruno Guimarães – zagueiro – Atlético-PR – 7,0

Improvisado como zagueiro, fez uma partidaça, principalmente inciando as jogadas a partir do campo de defesa.

Bruno Alves – zagueiro – São Paulo – 7,0

No dia de seu aniversário, marcou o gol da vitória do Tricolor sobre o Paraná e se garantiu a zaga.

Carleto – lateral-esquerdo – Atlético-PR – 8,0

O melhor em campo pelo Furacão. Deu assistência para Pablo balançar a rede e marcou gol de falta. Tem muita importância na movimentação do time.

Matheus Rosseto – volante – Atlético-PR – 7,5

Sabe cadenciar o jogo, faz muito bem a transição do ataque para a defesa e criar chances para os companheiros. Marcou um golaço após cruzamento de Jonathan.

Serginho – meia – América-MG – 8,0

Marcou dois dos três gols da vitória do Coelho sobre o Sport. O primeiro foi de oportunismo, enquanto o segundo foi um belo gol.

Rodriguinho – meia – Corinthians – 8,0 (CRAQUE)

Tem uma estrela enorme, a bola o procura em qualquer lugar da área, vive fase extraordinária. Marcou os dois gols da vitória do Timão sobre o Fluminense. No primeiro subiu mais que a zaga para fazer de cabeça, no segundo teve ótimo senso de posicionamento para finalizar.

Rodrygo – atacante – Santos – 7,5

Mais uma grande atuação do garoto, o novo ‘raio’ da Vila Belmiro. Deu um trabalho enorme para a zaga do Ceará e deixou a sua marca após cruzamento de Eduardo Sasha.

Nikão – meia-atacante – Atlético-PR – 7,5

Outro jogador do Furacão que tem papel fundamental no esquema de Fernando Diniz. Muita entrega e onipresença no ataque. Marcou um gol em chute de fora da área.

Nico López – atacante – Internacional – 8,0

Saiu do banco de reservas, ainda no primeiro tempo, para mudar a partida. Anotou os dois gols do triunfo do Inter sobre o Bahia.

Técnico: Fernando Diniz – Atlético-PR – 7,5

Finalmente em um clube de Série A do Brasileirão, já deu sinais de que vai causar muito barulho no campeonato. Seu cartão de visitas veio acompanhado de uma goleada com futebol envolvente e, acima de tudo, eficiente. Começa bem e deve levar o Furacão longe.



MaisRecentes

É possível admirar o estilo Fernando Diniz no São Paulo sem ser um Dinizete fanático



Continue Lendo

Corinthians vai de ‘melhor técnico do Brasil’ ao alto risco de eliminação no Paulista



Continue Lendo

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo