Rafael Sóbis brilha e dupla de mineiros domina a Seleção da 18ª Rodada do BR-16



Confira a Seleção da 18ª Rodada do Brasileirão-2016 (Crédito: Arte Lance!)

A 18ª rodada do Brasileirão-2016 deixou a tabela de classificação ainda mais embolada. Três times dividem a ponta da tabela com 33 pontos: Santos, Palmeiras e Corinthians, mas a liderança fica com o Peixe, que leva vantagem no saldo de gols.

Cenário esse que foi armado pelo fato dos cinco primeiros colocados não terem vencido seus jogos. Sorte do Atlético-MG, que venceu o São Paulo e agora está a apenas um ponto do líder. Além disso, o triunfo no Morumbi levou dois jogadores à Seleção da Rodada: Erazo e Maicosuel.

Uma outra equipe mineira também teve sucesso. Após seis rodadas sem vencer, o Cruzeiro bateu o Internacional por 4 a 2 e esboçou reação para sair da zona da degola. Com atuação de gala e hat-trick de Rafael Sóbis, o Craque da Rodada, a Raposa ainda colocou os meias Robinho e De Arrascaeta no selecionado. Sem contar o técnico Mano Menezes.

A Ponte Preta venceu o Botafogo, em casa, e contou com boas performances de Fábio Ferreira e Reinaldo, ambos presentes entre os melhores da jornada.

Completam a Seleção o goleiro Danilo, da Chapecoense, o lateral-direito Jean, do Palmeiras, o volante William Farias, do Vitória e o atacante Walter, do Atlético-PR.

A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Obs.: A Seleção desta Rodada foi fechada sem o confronto entre Fluminense e Figueirense, adiado para o dia 3/9, por conta dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.

Confira as notas e o desempenho de cada um dos integrantes:

Danilo – goleiro – Chapecoense – 7,5

Teve concorrência de outras grandes atuações de goleiros (Victor – Atlético-MG e Santos – Atlético-PR), mas levou vantagem por evitar derrota iminente de seu time contra o Palmeiras, com defesas incríveis, fazendo total diferença, algo que o goleiro adversário não fez.

Jean – lateral-direito – Palmeiras – 6,5

Um dos poucos que se salvaram na modorrenta atuação palmeirense contra a Chapecoense. Tentou alguns chutes perigosos, foi ao ataque e se arriscou até pelo meio. Marcou gol de pênalti que garantiu um ponto ao seu time.

Erazo – zagueiro – Atlético-MG – 7,0

Implacável na marcação e nas divididas, foi bem também na bola aérea, neutralizando as tentativas do São Paulo de retomar a vantagem no placar. Vem melhorando a cada rodada.

Fábio Ferreira – zagueiro – Ponte Preta – 7,0

Muito seguro em sua função, não tomou conhecimento do ataque botafoguense e limpou sua área de atuação. Um dos responsáveis pela grande vitória da Ponte, dentro de casa. Salvou gol em cima da linha.

Reinaldo – lateral-esquerdo – Ponte Preta – 7,5

É um dos jogadores mais regulares da competição até aqui. Tem apoiado bem quando vai ao ataque e tem sido correto em sua performance na parte defensiva. Marcou um golaço de fora da área.

William Farias – volante – Vitória – 7,0

Comandou o meio-campo do time tanto na setor de defesa quanto nas saídas de bola ao ataque.

Robinho – meia – Cruzeiro – 7,0

Deu uma amostra de que ainda pode render aquilo que fez nos tempos de Palmeiras ao dar duas assistências para gol e criar pelo menos mais duas chances para os companheiros.

De Arrascaeta – meia – Cruzeiro – 7,0

É o elemento diferenciado da Raposa, quando joga bem, dificilmente é parado e, assim, leva seu time à vitória. Contra o Internacional, deu duas assitências para gol, a exemplo de seu companheiro Robinho.

Maicosuel – meia-atacante – Atlético-MG – 7,5

Infernizou a defesa são-paulina com muita velocidade pelos dois lados do campo até esgotar seu fôlego. Foi premiado com um gol que empatou o placar no Morumbi.

Rafael Sóbis – atacante – Cruzeiro – 9,0

Grande nome da rodada e, talvez, a grande atuação da competição até aqui. Marcou três gols mostrando versatilidade nos arremates e comandou vitória importantíssima do Cruzeiro. Poderia ter feito mais três gols.

Walter – atacante – Atlético-PR – 8,0

Outro que teve atuação acima da média dos demais. Sempre bem posicionado e com qualidade no trato da bola, ele bateu o Corinthians com dois gols de uma categoria que poucos possuem. Garantiu mais três pontos ao Furacão.

Técnico: Mano Menezes – Cruzeiro – 7,0

Começa a mostrar os sinais de seu trabalho à frente da Raposa. Na rodada anterior já havia dado sinais de evolução, contra o Internacional deu confiança ao torcedor cruzeirense de que há possibilidade de sonhar com algo além da fuga da degola. Ótima atuação de seu time.



MaisRecentes

Venha sem preconceitos, pois precisamos falar da fase de Felipe Melo no Palmeiras



Continue Lendo

No futebol nossa torcida é mais contra ou a favor? Até que ponto a paixão nos cega?



Continue Lendo

Mesmo sem estar com a barriga cheia, Palmeiras parece não ter fome em 2019



Continue Lendo