Público do Paulistão tem queda, mas média de gols registra aumento em relação a 2015



O Santos de Gabigol teve o melhor ataque da competição com 34 gols, contribuindo para o aumento da média (Foto: Ivan Storti/Lancepress!)

O Santos de Gabigol teve o melhor ataque da competição com 34 gols, contribuindo para o aumento da média (Foto: Ivan Storti/Lancepress!)

Terminado o Paulistão 2016, já podemos pegar seus números consolidados e compará-los com os dos campeonatos anteriores e o resultado dessa análise é tanto animadora em alguns aspectos quanto decepcionante em outros.

A parte da decepção ficou por conta da média de público pagante que diminuiu em comparação com o ano anterior, mas ainda assim é maior do que em 2014 e 2013, como pode ser visto no gráfico abaixo:

Gráfico mostra a média de público do Paulistão nas últimas edições

Gráfico mostra a média de público do Paulistão nas últimas edições

A explicação para a queda pode ser encontrada quando lembramos que o Palmeiras utilizou menos o Allianz Parque na edição deste ano e o São Paulo não jogou no Morumbi. Os mesmo argumentos podem ser utilizados para justificar a diminuição do preço médio do ingresso. Veja na imagem a seguir:

Imagem destaca o preço médio do ingresso do Paulistão nas edições anteriores

Imagem destaca o preço médio do ingresso do Paulistão nas edições anteriores

No entanto, nem toda queda nas estatísticas é sinal de saldo negativo, pelo contrário. A média de cartões amarelos por jogo vem caindo ano após ano e em 2016 não foi diferente, mais um ano em que o número de cartões diminuiu em relação ao anterior. Não é à toa que os dois finalistas foram justamente aqueles que menos cometeram faltas. Confira no gráfico a média de advertências de 2013 para cá:

Gráfico mostra a queda gradativa da média de cartões amarelos por jogo no Paulistão

Gráfico mostra a queda gradativa da média de cartões amarelos por jogo no Paulistão

Outro fator que melhorou de 2015 para este ano foi a média de gols. Ela que vinha de duas queda consecutivas de 2013 até a edição passada, voltou a subir de forma expressiva, também em decorrência da participação de equipes que priorizaram a qualidade do jogo e o futebol mais ofensivo. Veja a imagem mostrando o aumento da média:

Imagem traz o aumento na média de gols no Paulistão 2016 em comparação aos anos anteriores que registraram queda

Imagem traz o aumento na média de gols no Paulistão 2016 em comparação aos anos anteriores que registraram queda



MaisRecentes

Após Choque-Rei, defesa do São Paulo melhora, mas média de gols cai quase três vezes



Continue Lendo

Melhor visitante da Série A, Corinthians está invicto contra clubes da elite em 2017



Continue Lendo