Primeira rodada da Série B teve jogo para 88 pagantes e renda total menor que a de Corinthians e Palmeiras



Ceará x Paysandu foi  um dos três jogos que passaram de 100 mil reais de renda na primeira rodada da Série B (Foto: LC Moreira/Lancepress!)

Ceará x Paysandu foi um dos três jogos que passaram de 100 mil reais de renda na primeira rodada da Série B (Foto: LC Moreira/Lancepress!)

Não é novidade que a Série B do Brasileirão tem menos apelo de público e renda do que a Série A. No ano passado, a divisão de acesso registrou média de 6.548 pagantes por jogo, já a elite teve média de 17.053. A comparação entre as rendas foi ainda mais absurda. Enquanto a segunda divisão arrecadou, em média, R$ 122.434,00 por partida, a primeira acumulou, também em média, R$ 631.407,00. Veja nos gráficos:

Média Público - Série A x Série B 2015 Média Renda 2015 - Série A x Série B

Não foi preciso muito tempo para que essa diferença se mostrasse presente em 2016. Já na rodada de estreia das competições o abismo ficou escancarado. A partida entre Oeste e Atlético-GO, em Catanduva (SP), por exemplo, teve um público de apenas 88 pagantes. No ano passado, o duelo entre Boa Esporte e Mogi Mirim havia sido testemunhado por 95 pagantes, menor público da edição 2015.

Como já mostramos acima, um fator que mostra o enorme buraco que separa as duas principais divisões do futebol nacional nesse quesito é a renda bruta. Na primeira rodada a Série B arrecadou R$ 1.398.689,00, já a Série A R$ 4.971.590,34, mais que o triplo. Confira na imagem a diferença:

Renda Bruta Total - Série A x Série B - Primeira Rodada 2016

No entanto, nem é preciso usar a renda dos 10 jogos da primeira divisão para fazer a comparação. Basta pegar a bilheteria de Palmeiras (R$ 2.078.159,34) ou Corinthians (R$ 1.627.511,00) para mostrar o abismo. Observe nos gráficos:

Corinthians x Série B - Primeira Rodada 2016 Palmeiras x Série B - Primeira Rodada 2016



MaisRecentes

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo

Venha sem preconceitos, pois precisamos falar da fase de Felipe Melo no Palmeiras



Continue Lendo

No futebol nossa torcida é mais contra ou a favor? Até que ponto a paixão nos cega?



Continue Lendo