‘Pequenos’ do Paulistão faturam mais com bilheteria do que grandes da Série A em 2018



Clubes da Série A não enchem os cofres com lucro de bilheteria como fazem alguns ‘pequenos’ do Paulistão (Foto: Thiago Ribeiro/AGIF)

Evidentemente ainda é cedo para se tirar qualquer conclusão e a temporada será longa, mas ao observarmos o lucro de alguns clubes de Série A com bilheteria, já é possível contestar a situação financeira e como não conseguem rentabilizar seus jogos como mandantes. Como exemplo, pegamos a renda líquida dos times considerados menores do Paulistão e comparamos com a das 20 agremiações que disputarão o Brasileirão, e a conclusão é de que participantes do estadual paulista lucraram mais neste início de ano do que os da elite do futebol do país.

Nunca é demais lembrar que o Campeonato Paulista talvez seja o mas rico do Brasil, o que também fortalece as equipes que não estão entre as grandes da competição. Além disso, essas equipes aproveitam o grande público quando mandam um jogo contra Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo para faturarem e aumentam o preço dos ingressos, o que garante uma renda líquida alta e o saldo positivo durante toda a competição.

Nessa situação, o Mirassol é o paulista do interior com mais destaque se comparado com os grandes da Série A. Isso porque o clube só lucrou menos com bilheteria do que Palmeiras, Corinthians, Cruzeiro e São Paulo. Até aqui, em quatro jogos como mandante, acumulou mais de R$ 800 mil em seus cofres. O Botafogo-SP vem logo atrás, com R$775 mil e supera o Grêmio, que somou R$ 585 mil em renda líquida.

Isso se repete com Novorizontino e Bragantino, que lucraram mais do que o Atlético-MG, com São Bento e Santo André, que faturaram mais do que Chapecoense e Santos, entre outros. O destaque negativo mesmo fica por conta da renda líquida dos cariocas como mandantes, que são, com enorme desvantagem, bem piores do que a pior do Paulistão, que é a do São Caetano (prejuízo de R$71 mil).

Observações:

– Todos os 20 clubes da Série A já mandaram, no mínimo, três jogos em competições estaduais ou regionais;
– Não são contabilizados os jogos pela Copa Libertadores, somente competições nacionais;
– O Vasco realizou dois jogos com portões fechados;
– No levantamento, é considerado o lucro ou o prejuízo (receitas menos despesas) do mandante do jogo, independentemente da divisão proposta pelas Federações. O objetivo é mostrar como cada clube se aproveita de seus jogos em casa.

Confira o ranking no quadro abaixo:

Renda Líquida Clubes de Série A x Paulistão – Em azul os ‘pequenos’ que disputam o estadual paulista

 



MaisRecentes

É possível admirar o estilo Fernando Diniz no São Paulo sem ser um Dinizete fanático



Continue Lendo

Corinthians vai de ‘melhor técnico do Brasil’ ao alto risco de eliminação no Paulista



Continue Lendo

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo