‘Pequenos’ do Paulistão faturam mais com bilheteria do que grandes da Série A em 2018



Clubes da Série A não enchem os cofres com lucro de bilheteria como fazem alguns ‘pequenos’ do Paulistão (Foto: Thiago Ribeiro/AGIF)

Evidentemente ainda é cedo para se tirar qualquer conclusão e a temporada será longa, mas ao observarmos o lucro de alguns clubes de Série A com bilheteria, já é possível contestar a situação financeira e como não conseguem rentabilizar seus jogos como mandantes. Como exemplo, pegamos a renda líquida dos times considerados menores do Paulistão e comparamos com a das 20 agremiações que disputarão o Brasileirão, e a conclusão é de que participantes do estadual paulista lucraram mais neste início de ano do que os da elite do futebol do país.

Nunca é demais lembrar que o Campeonato Paulista talvez seja o mas rico do Brasil, o que também fortalece as equipes que não estão entre as grandes da competição. Além disso, essas equipes aproveitam o grande público quando mandam um jogo contra Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo para faturarem e aumentam o preço dos ingressos, o que garante uma renda líquida alta e o saldo positivo durante toda a competição.

Nessa situação, o Mirassol é o paulista do interior com mais destaque se comparado com os grandes da Série A. Isso porque o clube só lucrou menos com bilheteria do que Palmeiras, Corinthians, Cruzeiro e São Paulo. Até aqui, em quatro jogos como mandante, acumulou mais de R$ 800 mil em seus cofres. O Botafogo-SP vem logo atrás, com R$775 mil e supera o Grêmio, que somou R$ 585 mil em renda líquida.

Isso se repete com Novorizontino e Bragantino, que lucraram mais do que o Atlético-MG, com São Bento e Santo André, que faturaram mais do que Chapecoense e Santos, entre outros. O destaque negativo mesmo fica por conta da renda líquida dos cariocas como mandantes, que são, com enorme desvantagem, bem piores do que a pior do Paulistão, que é a do São Caetano (prejuízo de R$71 mil).

Observações:

– Todos os 20 clubes da Série A já mandaram, no mínimo, três jogos em competições estaduais ou regionais;
– Não são contabilizados os jogos pela Copa Libertadores, somente competições nacionais;
– O Vasco realizou dois jogos com portões fechados;
– No levantamento, é considerado o lucro ou o prejuízo (receitas menos despesas) do mandante do jogo, independentemente da divisão proposta pelas Federações. O objetivo é mostrar como cada clube se aproveita de seus jogos em casa.

Confira o ranking no quadro abaixo:

Renda Líquida Clubes de Série A x Paulistão – Em azul os ‘pequenos’ que disputam o estadual paulista

 



MaisRecentes

Brasileirão-2018: a edição de poucos gols, bom público e dos visitantes fracos



Continue Lendo

Chapecoense bate o Inter e se destaca na Seleção da 25ª Rodada do Brasileirão-2018



Continue Lendo

Palmeiras x Corinthians foi o jogo mais ‘caro’ do Brasileirão-2018; veja a lista



Continue Lendo