Palmeiras e Sport se destacam e Robinho é o Craque da Seleção da 6ª Rodada do Brasileirão-2016



Confira a Seleção da 6ª Rodada do Brasileirão-2016, cujo Craque é Robinho, do Atlético-MG (Crédito: Arte Lance!)

Confira a Seleção da 6ª Rodada do Brasileirão-2016, cujo Craque é Robinho, do Atlético-MG (Crédito: Arte Lance!)

Após o término da 6ª Rodada, o Brasileirão tem novo líder, um velho conhecido na posição: o Corinthians, mas isso não tira o equilíbrio da competição até aqui. O vice-líder, Grêmio, está empatado com o Timão em todos os critérios de desempate, exceto cartão vermelho e amarelo. Somente por isso os paulista ocupam a primeira posição.

Tal equilíbrio foi refletido também na Seleção da Rodada, em que não houve um time que tenha sobrado no número de representantes. Até mesmo o Craque veio de uma partida que terminou empatada de forma espetacular. Robinho, do Atlético-MG, fez dois gols e deu assistência para mais dois no 4 a 4 contra o Sport, na Ilha do Retiro.

Os pernambucanos, que tiveram de buscar o resultado, conseguiram emplacar dois nomes no selecionado: Rithely e Diego Souza, autores de golaços. Outro time que forneceu mais de um jogador à lista foi o Palmeiras com Jean e Gabriel Jesus, ambos marcaram na vitória sobre o Flamengo por 2 a 1, em Brasília. Além deles, o técnico Cuca representou o Verdão.

Os quatro grandes de São Paulo venceram na rodada e cada um deles teve participação entre os melhores do fim de semana. Maicon, do São Paulo, Uendel, do Corinthians e Vitor Bueno, do Santos, se juntaram aos palmeirenses.

Completam a Seleção o goleiro João Ricardo, do América-MG, o zagueiro Pedro Geromel, do Grêmio e o atacante Marinho, do Vitória.

A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Confira as notas e o desempenho de cada um dos integrantes:

João Ricardo – goleiro – América-MG – 7,0

Foi o goleiro mais exigido da rodada com seis defesas. Evitou o empate do Figueirense algumas vezes e garantiu a primeira vitória de seu time no BR.

Jean – lateral-direito – Palmeiras – 7,0

Um dos líderes do time dentro de campo, marcou bem a sua lateral, fez bons desarmes e foi premiado com um gol de pênalti, o da vitória palmeirense.

Pedro Geromel – zagueiro – Grêmio – 6,5

Após partida ruim contra o Palmeiras, se recuperou e voltou a ter boa apresentação contra a Ponte, segurou as pontas de uma desfalcada defesa.

Maicon – zagueiro – São Paulo – 6,5

Cada vez mais cresce no conceito do torcedor. Tranquilidade e eficiência para desarmar, marcar e sair jogando. Anulou ímpeto do ataque do Cruzeiro.

Uendel – lateral-esquerdo – Corinthians – 8,0

Grande herói da vitória de virada corintiana. Deu a assistência para o gol de empate e, no fim, começou e completou a jogada que terminou com o tento do triunfo de seu time sobre o Coritiba.

Rithely – volante – Sport – 7,0

Conhecido pela marcação firme e a eficiência nos desarmes, deu uma de atacante e marcou um belo gol, pegando de primeira de fora da área.

Diego Souza – meia – Sport – 8,0

Jogou do jeito que o torcedor do Sport espera desde que retornou. Deu assistência para gol e marcou o seu em cobrança de falta genial.

Vitor Bueno – meia – Santos – 7,5

Vem ganhando seu espaço no meio-campo santista, deu caneta, distribuiu o jogo e ainda fez um golaço aproveitando passe incrível de Thiago Maia.

Marinho – atacante – Vitória – 8,0

Mais um que foi autor de golaço na rodada. Neste caso o gol por cobertura foi o da vitória contra o então líder da competição, o Internacional.

Robinho – atacante – Atlético-MG – 8,5 (CRAQUE)

Sobrou no Galo e na rodada. Marcou dois gols de pênalti (que ele mesmo sofreu) e deu duas assistências para os outros dois tentos de seu time, ou seja, foi responsável direto por todas as bolas que balançaram a rede do Sport. No entanto, sozinho, não conseguiu evitar o empate do adversário.

Gabriel Jesus – atacante – Palmeiras – 7,5

Mais uma ótima atuação do jovem palmeirense. Abriu o placar logo nos primeiros minutos e foi quem chutou a gol para a defesa, com a mão, do zagueiro César Martins, que resultou em pênalti para o Verdão.

Técnico: Cuca – Palmeiras – 7,5

A exemplo do jogo contra o Grêmio, percebeu que o time não estava funcionando e fez alterações ousadas e imprevisíveis para superar o adversário. A entrada de Luan contra o Flamengo fez com que o Palmeiras retomasse o domínio do jogo e garantisse a vitória fora de casa.



MaisRecentes

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo

Venha sem preconceitos, pois precisamos falar da fase de Felipe Melo no Palmeiras



Continue Lendo

No futebol nossa torcida é mais contra ou a favor? Até que ponto a paixão nos cega?



Continue Lendo