Palmeiras, Santos e Botafogo vencem e dominam a Seleção da 26ª Rodada do Brasileirão-2016



Confira a Seleção da 26ª Rodada do Brasileirão-2016 (Crédito: Arte Lance!)

Confira a Seleção da 26ª Rodada do Brasileirão-2016 (Crédito: Arte Lance!)

Dois clássicos foram os destaques da 26ª rodada. No mineiro, não houve vencedor, mas no paulista vantagem enorme para o Palmeiras, que venceu novamente o Corinthians, na Arena do rival. Quem se aproveitou foi o Santos, que encostou no Atlético-MG e abriu vantagem no G4.

Moisés e Mina foram os autores dos gols palmeirenses no Dérbi. O meio-campista foi o dono da partida e o Craque da Rodada. Tudo isso sob o comando de Cuca, o melhor entre os técnicos do fim de semana.

Já o Santos teve um duelo dificílimo contra o Santa Cruz do excelente Keno e precisou de ótimas atuações de Jean Mota, Copete e Vitor Bueno para vencer.

No Barradão, o Botafogo contou com noite inspirada de Joel Carli e Sidão para segurarem a vitória importantíssima, fora de casa.

Completam a Seleção os laterais Pará, do Flamengo, e Fábio Santos, do Atlético-MG, e o meia Gustavo Scarpa, do Fluminense.

A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Confira as notas e o desempenho de cada um dos integrantes:

Sidão – goleiro – Botafogo – 7,5

Salvou tudo o que foi possível no Barradão. Com certeza um dos heróis do Botafogo na partida contra o Vitória. Garantiu os 3 pontos.

Pará – lateral-direito – Flamengo – 6,5

Pode não se destacar pela técnica ou por lances brilhantes, mas sua entrega e disciplina tática acertam a defesa flamenguista.

Mina – zagueiro – Palmeiras – 7,0

Clássico é com ele. Terceiro jogo contra rivais, terceiro gol do colombiano. Além de atuação impecável atrás, fechou a conta quando foi ao ataque.

Joel Carli – zagueiro – Botafogo – 7,5

Outra excelente partida do argentino. Comandou o sistema defensivo do Bota e, ao lado de Sidão, foi o responsável pela manutenção da vantagem no placar.

Fábio Santos – lateral-esquerdo – Atlético-MG – 6,5

Experiente, ganha as jogadas na simplicidade. Deu cruzamento primoroso para Clayton marcar o gol do Galo no clássico contra o Cruzeiro.

Moisés – volante – Palmeiras – 8,0

Um dos melhores, se não for o melhor, do campeonato. Dá cadência ao meio-campo palmeirense tanto no ataque quanto na defesa. Contra o Corinthians jogou em todas as posições de seu setor, e foi à frente para abrir o placar para o Verdão.

Jean Mota – meia – Santos – 7,5

Sua entrada deu outra cara à partida, quando o Santos perdia o ritmo contra o Santa Cruz. Marcou o segundo gol e deu lançamento para o terceiro.

Gustavo Scarpa – meia – Fluminense – 7,5

Mais um daqueles que faz um campeonato excelente. Em uma partida difícil contra o Grêmio, fora de casa, marcou o gol da vitória.

Vitor Bueno – meia – Santos – 7,5

O melhor do Santos contra o Santa Cruz. Criou boas chances de gol, inclusive no lance que abriu o placar, e decidiu a partida com um golaço, um dos mais bonitos deste Brasileirão

Copete – atacante – Santos – 7,5

Rápido e habilidoso, não foi achado pela marcação do Santa Cruz. Além de marcar o primeiro gol, participou diretamente do segundo.

Keno – atacante – Santa Cruz – 7,5

Uma andorinha não faz verão, mas ele, praticamente sozinho, quase arrancou um ponto do Santos no Pacaembu. Levou vantagem na maioria das jogadas contra a defesa adversária e marcou dois gols na partida. Excelente.

Técnico: Cuca – Palmeiras – 7,0

Foi enfrentar o Corinthians na Arena, onde o rival é forte e armou uma equipe que priorizou a contenção no lugar de propor o jogo. Deu certo. O Verdão explorou os erros do adversário, abriu o placar logo no início e poderia até ter goleado, se não fossem as chances desperdiçadas. Timão em momento algum chegou a ser ameaça para seu time. Dominou o clássico.



MaisRecentes

Vinicius Junior é o Craque e Vitória se destaca na Seleção da 21ª Rodada do Brasileirão-2017



Continue Lendo

No Brasileirão, Corinthians se dá melhor quando não tem vantagem na posse de bola



Continue Lendo

Aproveitamento do Corinthians na temporada 2017 seria Top 10 na elite da Europa



Continue Lendo