Após goleadas, Palmeiras e Santos dominam Seleção da 6ª Rodada do Paulistão



Confira a Seleção da 6ª  Rodada do Paulistão-2016 (Crédito: Arte Lance!)

Confira a Seleção da 6ª Rodada do Paulistão-2016 (Crédito: Arte Lance!)

A 6ª rodada do Paulistão-2016 trouxe com ela a melhor média de gols da competição até aqui. Foram 3,4 gols por partida e não foi à toa. Quatro goleadas se fizeram presentes entre os dez jogos do meio de semana. Linense atropelou o Água Santa por 4 a 0, e Palmeiras e Santos detonaram, respectivamente, XV de Piracicaba e Mogi Mirim por 4 a 1.

Era de se esperar que Peixe e Verdão tomassem conta do selecionado e foi assim que aconteceu. Cada um com três representantes, eles formaram a espinha dorsal da equipe. Victor Ferraz, Lucas Lima e Joel entraram pelo Alvinegro e Vitor Hugo, Robinho e Gabriel Jesus, o craque, representaram o Alviverde. Marcelo Oliveira foi o melhor entre os treinadores.

Completam o grupo o goleiro Lucas Frigeri (Rio Claro), Rodrigo Caio, mais uma vez decisivo para o São Paulo, Alex Barros, lateral-esquerdo do Capivariano, e os atacantes Felipe Azevedo (Ponte Preta) e William Pottker (Linense), artilheiro do campeonato com 6 gols.

A seleção da rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do campeonato. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Confira o desempenho de cada um dos integrantes da lista:

Lucas Frigeri – goleiro – Rio Claro – 6,5

Fez pelo menos sete defesas que salvaram seu time jogando fora de casa. Não teve culpa no gol adversário.

Victor Ferraz – lateral-direito – Santos – 7,0

Um dos melhores em campo. Impecável na defesa e extremamente perigoso avançando ao ataque.

Rodrigo Caio – zagueiro – São Paulo – 7,0

Atuação segura. Nova resposta ao assessor da presidência que o criticou. Gol em dois jogos seguidos.

Vitor Hugo – zagueiro – Palmeiras – 7,0

Além da boa atuação atrás, o zagueiro mais uma vez mostrou sua força nas jogadas pelo alto ao abrir o placar.

Alex Barros – lateral-esquerdo – Capivariano – 6,5

Decisivo, deu duas assistências para os dois gols da primeira vitória de sua equipe na competição.

Robinho – meia – Palmeiras – 7,0

Decisivo: cobrou o escanteio para o primeiro gol, retomou a bola do terceiro e lançou para Jesus marcar o quarto.

Lucas Lima – meia – Santos – 7,5

Apareceu mais pelo lado esquerdo do que o normal devido à entrada de Serginho. Deu mais passes transversais.

Felipe Azevedo – meia-atacante – Ponte Preta – 7,5

Principal jogador da Macaca, fez dois gols e ajudou a garantir o fim do jejum de vitórias no Paulistão.

Gabriel Jesus – atacante – Palmeiras – 8,0 (CRAQUE)

Além de correr o campo todo para marcar lateral, marcou duas vezes, e na última fez um golaço. O melhor do time.

William Pottker – atacante – Linense – 7,5

Outra vez o artilheiro do campeonato mostrou sua força e balançou a rede duas vezes contra o Água Santa.

Joel – atacante – Santos – 7,5

Foi menos referência do que Ricardo Oliveira. Caiu pelos lados e tabelou para fazer o gol. Acertou belo cabeceio.

Técnico: Marcelo Oliveira – Palmeiras – 7,0

Após um primeiro tempo com velhos problemas, time deslanchou no segundo. Jogadas do primeiro e segundo gols foram treinadas por ele.



MaisRecentes

É possível admirar o estilo Fernando Diniz no São Paulo sem ser um Dinizete fanático



Continue Lendo

Corinthians vai de ‘melhor técnico do Brasil’ ao alto risco de eliminação no Paulista



Continue Lendo

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo