Palmeiras quebra tabu na Vila e domina a Seleção da 9ª Rodada do Paulistão-2017



Pela segunda rodada consecutiva o Palmeiras teve um clássico pela frente e pela segunda vez seguida derrotou um rival. Dessa vez a vítima foi o Santos, na Vila Belmiro, onde o Verdão não vencia desde 2011. O placar de 2 a 1, de virada fez com a Seleção da 9ª Rodada do Paulistão fosse dominada por palmeirenses.

O principal nome alviverde foi Fernando Prass, que parou o ataque do Peixe com defesas espetaculares, naquela que talvez tenha sido a melhor atuação individual da competição até aqui. O goleiro, Craque da Rodada, teve a companhia de outros atletas do Palmeiras como Jean, Edu Dracena, Felipe Melo, Róger Guedes e Willian, além do técnico Eduardo Baptista.

Outro destaque da rodada foi o Santo André, principalmente pela figura de Henan, que marcou os três gols da vitória de seu time por 3 a 2 sobre o Mirassol, fora de casa. O lateral-esquerdo Aelson, companheiro do goleador, também está entre os 11 melhores. Xuxa, meia da equipe adversária, se salvou e integra o selecionado.

Completam a Seleção o zagueiro Patrick, da Ferroviária, e o meio-campista Wellington Simião, do Ituano.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do campeonato. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Confira as notas e os desempenhos de cada um dos integrantes:

Fernando Prass – goleiro – Palmeiras – 8,5 (CRAQUE)

Atuação espetacular, talvez a melhor do campeonato. Fez milagres para defender a meta palmeirense. Foi o principal responsável pela vitória na Vila.

Jean – lateral-direito – Palmeiras – 7,0

Vinha fazendo partida discreta, mas marcou o gol de empate (com o auxílio de Vladimir) no clássico e abriu o caminho para a virada.

Patrick – zagueiro – Ferroviária – 7,0

Tem velocidade, apesar da estatura e travou grande duelo com Jô, do qual saiu vencedor e ajudou a garantir o triunfo.

Edu Dracena – zagueiro – Palmeiras – 6,5

Outra grande partida, muito seguro, sem brincadeiras em sua função e imposição nas jogadoras aéreas no clássico.

Aelson – lateral-esquerdo – Santo André – 6,5

Foi responsável por uma das assistências dos três gols de Henan, além de ter se destacado na quantidade de desarmes.

Felipe Melo – volante – Palmeiras – 6,5

Dominou o meio-campo, mesmo tendo tomado cartão amarelo cedo. Encarnou o espírito de um clássico e fez seu melhor jogo no Verdão.

Wellington Simião – volante – Ituano – 7,0

Foi o melhor jogador em campo contra o São Paulo, finalizou quatro vezes a gol com perigo e foi premiado com o tento de empate.

Xuxa – meia – Mirassol – 7,0

Apesar da derrota, deu uma assistência e criou outras sete chances de gol que seus companheiros não aproveitaram.

Róger Guedes – atacante – Palmeiras – 7,0

Entrou no segundo tempo, mas participou diretamente dos dois gols da virada palmeirense no clássico.

Willian – atacante – Palmeiras – 7,5

Substituiu Zé Roberto na reta final do clássico e foi decisivo. Oportunista, marcou o gol da vitória do Verdão.

Henan – atacante – Santo André – 8,0

Marcou os três gols da vitória de seu time sobre o Mirassol. Teve tarde inspirada e quase saiu de campo com mais um tento.

Técnico: Eduardo Baptista – Palmeiras – 7,5

A opção por Egídio no lugar de Guerra no intervalo, além de passar Zé Roberto para o meio, não foram decisões felizes, mas corrigiu a tempo, uma vez que Willian e Róger Guedes, que saíram do banco, foram decisivos e seu time teve calma para empatar e virar o clássico na Vila como se não precisasse fazer tanto esforço.



MaisRecentes

É possível admirar o estilo Fernando Diniz no São Paulo sem ser um Dinizete fanático



Continue Lendo

Corinthians vai de ‘melhor técnico do Brasil’ ao alto risco de eliminação no Paulista



Continue Lendo

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo