Palmeiras, América-MG, Atlético-PR e Sport dominam a Seleção da 27ª Rodada do Brasileirão-2016



Confira a Seleção da 27ª Rodada do Brasileirão-2016 (Crédito: Arte Lance!)

Confira a Seleção da 27ª Rodada do Brasileirão-2016 (Crédito: Arte Lance!)

A esta altura do campeonato já podemos dizer que temos uma rodada a menos do Brasileirão a cumprir. Estamos na contagem regressiva para o término da competição. Agora faltam onze rodadas, e Palmeiras e Flamengo permanecem como os candidatos mais fortes ao título, sempre com o Atlético-MG na cola.

O Verdão venceu o Coritiba, em casa, com grande atuação de Mina, o Craque da Rodada, e Leandro Pereira, sempre sob o comando do técnico Cuca. Já o Flamengo venceu o Cruzeiro, de virada, com grande participação do meia Alan Patrick.

O Santos, por sua vez, se afastou um pouco da briga pelo troféu após ser derrotado pelo Sport, em Recife, graças às defesas de Magrão e bom desempenho de Rodney Wallace.

Enquanto isso, em Minas, o América-MG superou o Botafogo e atingiu sua segundo vitória consecutiva (quarto jogo sem perder). Jonas foi o autor do gol da vitória e Matheusinho o terror da defesa adversária.

Outro triunfo importante foi do Atlético-PR que bateu a Ponte Preta, ficou mais próximo do G4 e afastou um concorrente direto. Thiago Heleno e Lucas Fernandes tiveram desempenho acima da média na Arena da Baixada.

Completam a Seleção o meio-campista Cícero, do Fluminense e o atacante Marinho, do Vitória, ambos responsáveis diretos pelos três pontos conquistados pelos seus respectivos times.

A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Confira as notas e o desempenho de cada um dos integrantes:

Magrão – goleiro – Sport – 7,5

Fechou o gol contra o Peixe e garantiu a vitória do Sport. Ficou exposto com as falhas defensivas de seu time e deu conta do recado.

Jonas – lateral-direito – América-MG – 7,5

Vem sendo um dos poucos destaques do América por conta de sua regularidade. Marcou o gol da vitória sobre o Botafogo.

Mina – zagueiro – Palmeiras – 8,0

Um ‘monstro’ na defesa palmeirense, ganha a grande maioria das divididas e das antecipações, isso sem contar o jogo aéreo, que domina completamente. No ataque também se destaca em saída de qualidade e gols, como contra o Coritiba.

Thiago Heleno – zagueiro – Atlético-PR – 8,0

Fez o simples na defesa do Furacão e afastou o ligeiro perigo que a Ponte levou. Marcou gol de pênalti e outro de cabeça. Teve seu dia de goleador.

Rodney Wallace – lateral-esquerdo – Sport – 6,5

Ganhou a posição na lateral esquerda do time e não largou mais. Fez outro bom jogo contra o Peixe e deu assistência para Rogério marcar.

Cícero – volante – Fluminense – 7,5

Falar de seu oportunismo no ataque já é superado, tanto é que mais uma vez garantiu vitória do Flu, dessa vez no último minuto de jogo.

Alan Patrick – meia – Flamengo – 7,0

Entrou no segundo tempo com o placar adverso e mudou o jogo. Deu assistência para os dois gols da virada do Fla sobre o Cruzeiro.

Matheusinho – meia – América-MG – 7,5

Um terror para os botafoguenses. Rápido e habilidoso foi perigo constante para o adversário. Foi o diferencial da partida.

Lucas Fernandes – atacante – Atlético-PR – 7,5

Outro que infernizou a zaga adversária. Participou dos três gols do Atlético-PR contra a Ponte Preta.

Marinho – atacante – Vitória – 7,5

Grande responsável pela vitória de seu time sofre o São Paulo. Marcou um belo gol de falta e cobrou a outra que provocou gol contra de Lyanco.

Leandro Pereira – atacante – Palmeiras – 8,0

Entrou no intervalo e fez com que a história da partida mudasse. Acreditou até o fim em lance que abriu o placar. Não marcava gol há mais de um ano.

Técnico: Cuca – Palmeiras – 7,5

Não é à toa que o Palmeiras se encontra na liderança e mantém uma regularidade na pontuação (média de dois pontos por partida). Sabe o elenco que tem e mexe com as peças de maneira inteligente. Mudou o jogo no intervalo do duelo contra o Coritiba e garantiu a vitória colocando mais intensidade ofensiva. Não teve medo de perder e confiou na qualidade de seu grupo.



MaisRecentes

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo

Venha sem preconceitos, pois precisamos falar da fase de Felipe Melo no Palmeiras



Continue Lendo

No futebol nossa torcida é mais contra ou a favor? Até que ponto a paixão nos cega?



Continue Lendo