Números dos 50 jogos do Paulistão-16 e a comparação com outras edições



Foram completados até aqui 50 jogos do Paulistão-2016, número significativo para, enfim, comparar os dados desta edição com a de anos anteriores. Sempre interessantes os aspectos que tem evoluído, outros que mostram quedam, além daqueles que são impulsionados por fatores circunstanciais. Aqui, traremos uma comparação de média de gols, cartões, público e renda, pegando como parâmetro os campeonatos de 2013, 2014, 2015 e 2016.

No quesito média de gols, na análise dos primeiros 50 jogos de cada ano em questão, a tendência era de queda até a edição passada, no entanto, os números melhoraram em 2016, como podemos ver no gráfico a seguir:

Média de gols nos 50 primeiros jogos de cada edição

Média de gols nos 50 primeiros jogos de cada edição

Já no quesito média de cartões por partida, notamos evolução, pois o número de advertências está caindo a cada edição do Campeonato Paulista. Isso traz duas possibilidades de análise.  A primeira é de um jogo mais limpo, menos violento, mais jogado. A segunda análise é de uma postura diferente dos árbitros frente aos critérios de punição. O fato é que a tendência pode fazer bem ao esporte. Veja os dados no gráfico abaixo:

Média de cartões nos 50 primeiros jogos de cada edição

Média de cartões nos 50 primeiros jogos de cada edição

A média de público aumentou consideravelmente de 2015 para cá e não podemos dissociar isso da inclusão das novas Arenas de Corinthians e Palmeiras entre os estádios da competição, o que incentivou mais torcedores a acompanharem seus times in loco. Há uma ligeira queda entre este ano e o passado, isso pode ser explicado pelo fato de o São Paulo não estar jogando no Morumbi, além das torcidas de Timão e Verdão ainda não terem acolhidos seus times como fizeram em 2015. Observe no gráfico:

Média de Público nas primeiras 50 partidas nas últimas edições

Média de Público nas primeiras 50 partidas nas últimas edições

Por conta dos meus fatores que impulsionaram o público em 2015 e causaram ligeira queda do ano passado para este, a média de renda é outro elemento interessante a ser analisado. O preço dos ingressos referentes aos jogos na Arenas proporcionaram que a média de faturamento dobrasse de 2014 para 2015. Confira a diferença e a comparação no gráfico a seguir:

Média de Renda nos primeiros 50 jogos de cada edição do Paulistão

Média de Renda nos primeiros 50 jogos de cada edição do Paulistão



MaisRecentes

Vinicius Junior é o Craque e Vitória se destaca na Seleção da 21ª Rodada do Brasileirão-2017



Continue Lendo

No Brasileirão, Corinthians se dá melhor quando não tem vantagem na posse de bola



Continue Lendo

Aproveitamento do Corinthians na temporada 2017 seria Top 10 na elite da Europa



Continue Lendo