Missão para Ceni: Irregular, São Paulo foi o segundo time com mais derrotas em casa em 2016



Rogério Ceni terá de corrigir a irregularidade do time na temporada 2017 (Foto: Érico Leonan/saopaulofc)

Rogério Ceni terá de corrigir a irregularidade do time na temporada 2017 (Foto: Érico Leonan/saopaulofc)

A missão de Rogério Ceni no comando do São Paulo é uma das grandes atrações deste começo de temporada e deverá ser assim ao longo do ano. Além de encarar seu primeiro desafio como treinador, terá de tentar corrigir algumas falhas de 2016, principalmente melhorar o aproveitamento da equipe, que foi extremamente irregular.

Durante boa parte da temporada passada, o Tricolor paulista esteve entre os piores aproveitamentos se comparado com os clubes que disputaram a Série A. Tanto no primeiro quanto no segundo semestre construiu campanhas de muita oscilação.

Na primeira parte do ano, fez um Campeonato Paulista de muitos altos e baixos, se classificou para as quartas de final na segunda posição de seu grupo e enfrentou o Osasco Audax. No duelo foi eliminado com uma dolorida goleada por 4 a 1.

Atingir a semifinal da Libertadores foi um dos grandes momentos do time no ano, após uma fase de grupos de muita oscilação e quase eliminação para o The Strongest, da Bolívia, time para o qual perdeu em casa (no Pacaembu) na primeira rodada, assim como aconteceu na partida de ida no duelo contra o Juventude, na Copa do Brasil. Lembremos também que uma derrota no Morumbi para o Atlético Nacional, da Colômbia, foi decisiva para a queda na semifinal do torneio.

As derrotas em casa foram pontos negativos durante o ano. Ao todo foram dez, segundo maior número entre os clubes da Série A em 2016, ficando à frente apenas do Santa Cruz, com 12.

Essa campanha irregular já dava sinais do que aconteceria nos pontos corridos do Brasileirão. Sempre brigando na parte de baixo da tabela, a chance de rebaixamento atormentou a equipe durante o campeonato, mas na reta final, deu um gás suficiente para afastar o problema.

Com a conquista de menos de 30% dos pontos disputados fora de casa em jogos oficiais, o time encerrou a temporada com o quarto pior aproveitamento do ano como visitante. Melhor apenas do que América-MG, Sport e Figueirense. Já no quadro de aproveitamento geral, foi o quinto pior.

Diante desses números, é possível listar alguns dos pontos que Ceni precisaria corrigir durante seu comando em 2017:

– Fortalecer o fator casa, impedindo tantas derrotas como em 2016;
– Melhorar o desempenho como visitante;
– Evitar a irregularidade que tanto prejudicou o time na temporada passada.

Confira na galeria os números citados acima:



MaisRecentes

Após Choque-Rei, defesa do São Paulo melhora, mas média de gols cai quase três vezes



Continue Lendo

Melhor visitante da Série A, Corinthians está invicto contra clubes da elite em 2017



Continue Lendo