Melhor visitante venceu 73% das edições do Brasileirão por pontos corridos



Palmeiras é o melhor visitante da temporada entre os clubes da Série A em 2018 (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

O Campeonato Brasileiro pode não ser aquele que mais apresenta a beleza do esporte, nem o que mais exala credibilidade, muito menos o que se mostra mais organizado, mas é um dos mais equilibrados do mundo. Para ser campeão não há uma fórmula definida, mas há alguns eventos que se repetem e merecem atenção, como o aproveitamento fora de casa. Isso porque 11 dos 15 campeões na era dos pontos corridos tiveram a melhor campanha como visitantes.

A importância de somar pontos longe de seus domínios tem sido tão grande nesse período que supera até mesmo o desempenho dentro de casa. Apenas seis campeões foram os melhores mandantes do campeonato. O aproveitamento como visitante só é menos importante do que ser líder do primeiro turno. Das 15 edições, em 12 o campeão foi a equipe com o melhor desempenho na primeira metade do campeonato.

De acordo com os números dos campeões da era dos pontos corridos, o aproveitamento mínimo como visitante foi de 47,4% dos pontos disputados, registrado pelo Flamengo, em 2009, que não foi o melhor nesse quesito naquela edição, posto ocupado pelo Cruzeiro, que teve 56,10%. Na teoria, o clube teria de conquistar, no mínimo, 27 pontos jogando fora de casa para poder brigar pelo título.

Nos últimos sete Brasileiros, os sete campeões tiveram o melhor desempenho como visitante da competição. O Fluminense, em 2012, atingiu o melhor aproveitamento fora de casa na era dos pontos corridos com 68,4% dos pontos disputados e apenas duas derrotas. O Tricolor carioca, inclusive, conquistou 38 pontos como mandante, um a menos do que longe de casa.

Desempenho Visitantes no Brasileirão na era dos pontos corridos



MaisRecentes

Corinthians x Cruzeiro registra a maior renda do Brasil em 2018; veja ranking



Continue Lendo

Rodada do Brasileirão-2018 tem maior público pagante desde a edição 2015



Continue Lendo

Destino antes incomum, Inglaterra passa a ser refúgio brasileiro na Europa



Continue Lendo