Libertadores ‘trava’ estreias no Paulistão



O Paulistão teve sua rodada de estreia nesse final de semana, com o maior número de gols se compararmos com a primeira rodada das últimas três edições. Foram 19 em 2014, 23 em 2015 e 25 em 2016.

Comparativo da 1ª Rodada em anos anteriores

Comparativo da 1ª Rodada em anos anteriores

 

Apesar disso, ainda é muito cedo para fazer qualquer análise sobre o futuro do campeonato, mas é possível dizer que nenhum dos quatro grandes convenceu ou agradou.

Uma possível explicação não está muito longe e com os números podemos chegar próximos a uma conclusão: A Copa Libertadores reduz o ímpeto das estreias e não é de hoje que o efeito dela aparece.

De 2012 para cá, é a segunda vez em que três times do Paulistão estão juntos no torneio continental. Tanto em 2013 quanto em 2016, Corinthians, Palmeiras e São Paulo dividem suas atenções entre as duas competições no início do ano. Em ambas as oportunidades foram duas vitórias e dois empates dos grandes na rodada inaugural do estadual.

RETROSPECTO DOS GRANDES NA PRIMEIRA RODADA

2012 – 2 Paulistas na Copa Libertadores – 3 vitórias e 1 empate

2013 – 3 Paulistas na Copa Libertadores – 2 vitórias e 2 empates

2014 – Nenhum Paulista na Copa Libertadores – 3 vitórias e 1 derrota

2015 – 2 Paulistas na Copa Libertadores – 4 vitórias

2016 – 3 Paulistas na Copa Libertadores – 2 vitórias e 2 empates

Entre os quatro, foi o São Paulo quem  mais tirou o pé na rodada inaugural. Contra o Red Bull, o desempenho da equipe caiu muito após o intervalo, provavelmente pensando no compromisso no Peru pela primeira fase da Libertadores. Claro que houve também vacilos na defesa, mas o ritmo e o calor foram essenciais para o empate.

O Santos foi outro que empatou, também por falhas na defesa e ineficiência no ataque. Ricardo Oliveira deu apenas dois passes no jogo inteiro (um certo e um errado), ficando com apenas 22 segundos de posse.

Em 2013, Palmeiras e Corinthians foram aqueles que tropeçaram na primeira jornada, o contrário do que ocorreu em 2016. Assim mesmo, o Timão venceu com um gol no fim do jogo e mostrou pouca força ofensiva com apenas duas finalizações certas, algo provocado e explicado, também, pelo desmanche no elenco.

Já o Palmeiras, apesar do 2 a 0, não mostrou evolução coletiva considerável e foi salvo pelas individualidades de Lucas, Dudu (inspirado) e Robinho. Foi a equipe que mais usou lançamentos na rodada, com 53 ao todo. Parecido com aquilo que foi tão criticado no ano passado.



MaisRecentes

Mais de 30% das partidas dos clubes de Série A tiveram prejuízo com bilheteria



Continue Lendo

Coutinho faz sua temporada mais artilheira e fica entre os brasileiros com mais gols



Continue Lendo

Corinthians é o primeiro clube a liderar o Brasileirão em cinco edições consecutivas



Continue Lendo