Lewandowski assume artilharia na elite europeia; Neymar mantém a liderança entre brasileiros



Lewandowski assumiu artilharia isolada na elite europeia e Neymar lidera entre os brasileiros (Foto: Montagem/Bayern/AFP)

Os clubes da Europa retomam seus jogos neste fim de semana, após a pausa para a última data Fifa do ano, com um novo artilheiro entre aqueles que atuam na elite do continente, ou seja, a primeira divisão de Alemanha, Espanha, França, Inglaterra e Itália. Trata-se de Lewandowski, do Bayern de Munique, que soma 15 gols em partidas oficiais na temporada, dois a mais do que Neymar, que lidera o ranking entre os brasileiros neste cenário.

O polonês assumiu a liderança isolada depois de marcar duas vezes na derrota por 3 a 2 para o Dortmund, na última rodada do Campeonato Alemão. Antes disso ele dividia a ponta com Mbappé, do PSG, e Piatek, do Genoa, todos com 13 gols, marca que permanece. Agora, a concorrência é feita por Messi, do Barcelona, com 14 tentos, que subiu no ranking balançando a rede duas vezes na derrota por 4 a 3 para o Betis, pelo Campeonato Espanhol.

Entre os brasileiros, Neymar se manteve na liderança e, com 13 gols, ampliou sua vantagem para Joelinton, do Hoffenheim, que tem oito. Um pouco atrás aparecem os atacantes Matheus Cunha, do RB Leipzig, e Richarlison, do Everton, ambos com seis tentos. Philippe Coutinho, Gabriel Jesus, e Lucas Moura balançaram a rede cinco vezes e chegam na sequência.

Quantos aos brasileiros que atuam por clubes tradicionais de outras ligas europeias, a liderança fica com Junior Moraes, do Shakhtar Donetsk. O ex-atacante do Santos marcou 14 gols em 2018/2019 e está na vice-liderança do ranking que agrega todos os jogadores desse recorte. Ao seu lado está o holandês Luuk de Jong, do PSV. Ambos estão um gol atrás do colombiano Morelos, do Rangers.

Confira os rankings citados acima na galeria abaixo:

 



MaisRecentes

Fair play financeiro? Palmeiras domina arrecadação do Brasileirão-2018



Continue Lendo

Palmeiras e Rojas fecham Brasileirão no topo da lista de amarelos por reclamação



Continue Lendo

No Brasileirão-2018, 67% dos jogos no Rio de Janeiro tiveram prejuízo com bilheteria



Continue Lendo