Geromel é o Craque, e Palmeiras tem maioria na Seleção da 32ª Rodada do Brasileirão-2018



Geromel e Palmeiras foram os destaques na Seleção da 32ª Rodada do Brasileirão-2018 (Foto: Montagem/Grêmio/Palmeiras)

Após mais um final de semana de competição, a vantagem do líder para o vice-líder aumentou mais um pouco, faltando apenas seis partidas para o término do nacional. E o time que comemora essa reta final é o Palmeiras, dono da primeira posição na tabela, cinco pontos à frente do Internacional. Após a vitória por 3 a 2 sobre o Santos, o Verdão ficou mais próximo do título e foi maioria na Seleção da 32ª Rodada do Brasileirão-2018.

O Alviverde levou três jogadores para o selecionado, destaques do triunfo em um duro clássico no Allianz Parque: o lateral-esquerdo Victor Luis, o o volante Thiago Santos e o meia-atacante Dudu. Todos essenciais para o resultado e para a ótima vantagem na liderança.

Já o Craque da 32ª Rodada saiu da vitória do Grêmio sobre o Atlético-MG por 1 a 0, no Independência e não se trata de um atacante, de um meia, ou de um camisa 10, mas sim de um zagueiro, talvez o melhor em atividade no país: Pedro Geromel, que fez gol e tirou outro em cima da linha, além de todo o seu domínio da zaga gremista.

Outro clube que se destacou na 32ª Rodada foi o Botafogo, que bateu o Corinthians, em casa, por 1 a 0, graças aos serviços de Rodrigo Lindoso, autor do gol, e de Gatito Fernández, o salvador da pátria. Ambos estão entre os melhores.

Por sua vez, o Internacional, que é o adversário mais próximo do Palmeiras, neste momento, na disputa pelo título, também levou dois atletas para a Seleção: o zagueiro Rodrigo Moledo, e o meia D’Alessandro. Os dois marcaram os gols do time na vitória sobre o Atlético-PR, no Beira-Rio.

Por fim, o Cruzeiro venceu o América-MG por 2 a 1, no Independência, e também teve seu destaque na 32ª Rodada fornecendo dois personagens para o selecionado: o meia Arrascaeta, autor de um golaço, e o técnico Mano Menezes.

Completam a lista o lateral-direito Rodinei, do Flamengo, e o atacante Maxi López, do Vasco.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Técnico: Mano Menezes – Cruzeiro – 7,0

Confira as notas e os desempenhos de cada integrante da Seleção da 32ª Rodada:

Gatito Fernández – goleiro – Botafogo – 7,5

Voltou a fazer milagres com a camisa do Bota. Dessa vez contra o Corinthians, nos momentos finais do jogo, defendeu finalização de Léo Santos e garantiu os três pontos.

Rodinei – lateral-direito – Flamengo – 6,5

Mostrou estrela ao ser colocado em campo e com menos de cinco minutos marcou o gol de empate diante do São Paulo, no Morumbi.

Pedro Geromel – zagueiro – Grêmio – 8,0

Fez tudo o que pôde para a vitória no Independência. Primeiro marcou um gol de oportunismo, que acabou sendo o da vitória, depois, salvou tento certo do Atlético-MG tirando a bola quase em cima da linha. Sem contar tudo o que afastou de perigo durante o jogo.

Rodrigo Moledo – zagueiro – Internacional – 7,0

Teve a infelicidade de desvia a bola para sua própria meta no tento do Atlético-PR, porém tomou a iniciativa e foi para o ataque algumas vezes, em uma delas completou cruzamento de Wellington Silva e empatou o duro duelo.

Victor Luis – lateral-esquerdo – Palmeiras – 6,5

Além de ter sido um dos melhores em campo com grande aplicação tática, foi decisivo ao marcar o gol da vitória do Verdão em cobrança de falta.

Thiago Santos – volante – Palmeiras – 7,0

Foi um monstro dentro de campo, entregou tudo o que poderia e o que não poderia para garantir a vitória palmeirense, e atuou até como lateral-direito. Fez seis desarmes certos no clássico.

Rodrigo Lindoso – volante – Botafogo – 7,5

Outra vez foi decisivo e marcou o gol da vitória de seu time contra um adversário direto na tabela. Foi seu nono tento na temporada.

Dudu – meia-atacante – Palmeiras – 7,0

No momento, é o melhor jogador em atividade no país e outra vez foi responsável direto pela vitória de seu time. Marcou o gol que abriu o placar e deu assistência para o tento de Edu Dracena.

D’Alessandro – meia – Internacional – 7,0

Jogou muita bola, principalmente após seu time ficar atrás no placar. Chamou a responsabilidade, distribuiu o jogo e bateu o pênalti que gerou o gol da vitória.

Arrascaeta – meia-atacante – Cruzeiro – 7,5

É outro jogador acima da média no cenário nacional e marcou um golaço no clássico diante do América-MG. Passa por grande fase, principalmente após a conquista da Copa do Brasil.

Maxi López – atacante – Vasco – 7,0

Sua vinda para o Vasco mudou o destino do clube neste ano, definitivamente. Apesar de ainda não ter garantido a permanência na Série A, tem sido decisivo para a conquista dos pontos, e não foi diferente no clássico contra o Flu ao converter pênalti para definir a vitória.

Técnico: Mano Menezes – Cruzeiro – 7,0

Mesmo com vaga na Libertadores garantida, com um importante título nacional conquistado, e com pouca coisa a fazer no Brasileirão, seu time cresceu de produção na competição e venceu mais uma partida com grande superioridade.



MaisRecentes

É possível admirar o estilo Fernando Diniz no São Paulo sem ser um Dinizete fanático



Continue Lendo

Corinthians vai de ‘melhor técnico do Brasil’ ao alto risco de eliminação no Paulista



Continue Lendo

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo