Gabigol brilha, e Santos e Palmeiras dominam Seleção da 22ª Rodada do Brasileirão-2018



Gabriel foi o Craque, e o Santos, junto com o Palmeiras, dominaram a Seleção da 22ª Rodada (Foto: Montagem/Santos/Palmeiras)

A vantagem do líder São Paulo diminuiu após o empate em casa, em 1 a 1, com o Fluminense. Agora, a distância do primeiro para o quinto colocado é de seis pontos, deixando a briga pelo título ainda mais equilibrada. Isso porque o Palmeiras venceu a Chape, na Arena Condá, e se manteve vivo na disputa. No entanto, o destaque do fim de semana ficou por conta de Gabigol, que marcou três vezes contra o Vasco, no Maracanã na vitória do Santos por 3 a 0. Verdão e Peixe dominaram a Seleção da 22ª Rodada do Brasileirão-2018.

Sob o comando de Gabigol, autor de três tentos e Craque da 22ª Rodada, o Santos atropelou o Vasco e levou outros quatro personagens para o selecionado: os laterais Victor Ferraz e Dodô, o meio-campista Carlos Sánchez e o técnico Cuca.

Já o Palmeiras, venceu pela primeira vez em Chapecó, quebrou a invencibilidade do time da casa na competição e está representado por três jogadores na lista: o zagueiro Luan, o volante Felipe Melo e o meia-atacante Hyoran.

Outro destaque foi o Ceará, que bateu o Flamengo por 1 a 0, no Maracanã. O goleiro Éverson e o zagueiro Luiz Otávio estão entre os melhores da rodada, após o grande feito da equipe cearense.

Completam a Seleção os atacantes Pablo, do Atlético-PR, e Jael, do Grêmio.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Técnico: Cuca – Santos – 7,5

Confira as notas e os desempenhos de cada integrante da Seleção da 22ª Rodada:

Éverson – goleiro – Ceará – 7,0

Foi um dos principais responsáveis por garantir que o Flamengo não saísse com a vitória no Maracanã. Fez grande defesa em chute de Diego, já no fim da partida.

Victor Ferraz – lateral-direito – Santos – 7,0

Importante demais no funcionamento de todo o time, principalmente na segurança defensiva. Fez duas interceptações e ainda bloqueou finalizações do Vasco.

Luan – zagueiro – Palmeiras – 7,0

Cresce a cada partida sob o comando de Felipão. Joga sério, simples, rebate todas que pode e dificilmente perde uma disputa com o rival.

Luiz Otávio – zagueiro – Ceará – 7,0

Outro que fez grande partida no Maracanã e afastou o perigo de todas as maneiras possíveis da zaga cearense.

Dodô – lateral-esquerdo – Santos – 7,0

Deu assistência para o primeiro gol de Gabigol contra o Vasco e foi praticamente impecável no setor defensivo. É muito regular.

Felipe Melo – volante – Palmeiras – 7,0

Fez uma de suas melhores partidas pelo clube. Marcou muito, trocou passes precisos, quase anotou gol de cabeça e ainda deu uma linda assistência para Hyoran balançar a rede.

Carlos Sánchez – volante – Santos – 8,0

Partidaça do meio-campista uruguaio. Ao lado de Gabigol, destruiu o Vasco no Maracanã. Fez grande jogada que terminou em assistência para o camisa 10 do Peixe fazer o segundo gol.

Hyoran – meia-atacante – Palmeiras – 7,5

Teve ótima atuação contra o ex-time. Marcou, de cabeça, o gol que abriu o placar em Chapecó, depois fez grande jogada para Borja brigar com a defesa e marcar o segundo.

Gabriel – atacante – Santos – 9,0 (CRAQUE)

Com Cuca, tem feito uma partida melhor do que a outra e, contra o Vasco, confirmou a evolução marcando três gols na vitória por 3 a 0, no Maracanã. Muito eficiente, anotou os três tentos dando apenas um toque na bola, de primeira. Espetacular performance.

Pablo – atacante – Atlético-PR – 8,0

Mais um que vive excelente fase. Contra o Bahia, marcou um golaço, com direito a drible desconcertante e finalização precisa, além de assistência para gol de Rony.

Jael – atacante – Grêmio – 7,5

Estava em modo cruel contra o Botafogo. Bateu pênalti com cavadinha e abriu o placar para os gaúchos, depois aproveitou cruzamento, matou no peito e marcou o segundo dele na goleada por 4 a 0.

Técnico: Cuca – Santos – 7,5

Em pouco tempo de clube, mudou completamente o desempenho e a postura do time. Chega ser até impressionante como conseguiu tamanha mudança. Conquistou uma vitória sem contestação, fora de casa, que dá ânimo à equipe para o restante da temporada.



MaisRecentes

É possível admirar o estilo Fernando Diniz no São Paulo sem ser um Dinizete fanático



Continue Lendo

Corinthians vai de ‘melhor técnico do Brasil’ ao alto risco de eliminação no Paulista



Continue Lendo

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo