Flamengo, Palmeiras e Vasco dominam a Seleção da 22ª Rodada do Brasileirão-2017



Mais um fim de semana em que vimos um fato incomum em 2017: uma derrota do Corinthians, em casa. Dessa vez o algoz do Timão foi o Atlético-GO, que venceu o líder do campeonato por 1 a 0, com gol do zagueiro Gilvan, e atuação espetacular do goleiro Marcos, ambos entraram para a Seleção da 22ª Rodada do Brasileirão-2017 (Veja a lista completa na galeria).

No entanto os maiores destaques ficaram por conta de Flamengo, Palmeiras e Vasco, que dominaram o selecionado nessa rodada.

O Fla foi representado por três jogadores: Willian Arão, Diego e Éverton. Os três foram personagens importantes na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-PR, na Ilha do Urubu.

Já o Verdão derrotou o São Paulo mais uma vez no Allianz Parque com placar de 4 a 2. Foi desse clássico que saiu o Craque da Rodada, o atacante Willian, autor de dois gols. Junto com ele, Keno, que marcou um golaço, também representa a equipe palmeirense.

O Vasco foi o time que mais forneceu personagens para a lista de melhores da rodada. Comandados pelo técnico Valdir Bigode, o melhor do fim de semana, Anderson Martins, Ramon e Nenê, são os vascaínos que se destacaram no triunfo no clássico contra o Fluminense, por 1 a 0.

Completa o selecionado o lateral-direito Arnaldo, do Botafogo, que venceu o Bahia, por 2 a 1, fora de casa.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Obs.: A partida entre Grêmio x Sport, adiada para o dia 2/9 e válida também pela 22ª Rodada, não entrará para essa Seleção

Técnico: Valdir Bigode - Vasco - 7,5

Técnico: Valdir Bigode – Vasco – 7,5

Confira as notas e os desempenhos de cada integrante da Seleção:

Marcos – goleiro – Atlético-GO – 8,5

Era o terceiro goleiro e teve atuação espetacular. Fez defesas milagrosas que garantiram a vitória sobre o líder do campeonato. Lembrou seu xará, São Marcos, ídolo do maior rival do Corinthians.

Arnaldo – lateral-direito – Botafogo – 7,0

Precisou e muito de sua velocidade para acompanhar os ponteiros do Bahia, na vitória de seu time, fora de casa.

Gilvan – zagueiro – Atlético-GO – 7,0

Tirou o que pôde na defesa e foi ao ataque para marcar, de cabeça, o gol da vitória de sua equipe. Já tinha feito outro cabeceio perigoso e não marcou.

Anderson Martins – zagueiro – Vasco – 6,5

Se jogar como jogou contra o Fluminense, o torcedor vascaíno pode contar com a volta de um grande jogador. Firme e preciso na marcação, deu qualidade nas saídas de bola.

Ramon – lateral-esquerdo – Vasco – 7,0

Marcou um golaço em chute de longe que atingiu o ângulo, sem chances para o goleiro. Definiu a vitória no clássico.

Willian Arão – volante – Flamengo – 7,5

Parece estar voltando à sua melhor forma, com confiança, dinamismo no meio-campo e as conhecidas infiltrações. Em uma delas aproveitou rebote e acertou um belo chute para marcar o seu gol.

Diego – meia – Flamengo – 8,0

Difícil entender como algum flamenguista pode constestá-lo. Procura os atalhos no campo, não dá moleza para os marcadores e aparece para concluir. Abriu o placar para a vitória do Flamengo.

Nenê – meia – Vasco – 7,5

Como titular e com a confiança do treinador, jogou solto e entregou o máximo que pôde. Levou vantagem na maioria das jogadas e quase marcou um golaço, de calcanhar.

Éverton – meia-atacante – Flamengo – 7,5

Mais uma vez mostrou sua importância no esquema fazendo um trabalho dedicado à marcação e também ao ataque, criando pelo menos cinco chances para os companheiros finalizarem.

Keno – atacante – Palmeiras – 7,5

Entrou no segundo tempo, mas foi fundamental para a vitória no clássico. Recebeu passe de Deyverson e marcou um golaço, com chute de primeira de fora da área. Foi o terceiro gol palmeirense no Allianz.

Willian – atacante – Palmeiras – 8,5 (CRAQUE)

Reforçou seu nome como o melhor jogador do Verdão na temporada. Marcou o gol de empate, aproveitando cruzamento de Michel Bastos, depois partiu sozinho e acertou um belíssimo chute colocado no ângulo, encobrindo Sidão e decretando a virada. No fim, deu assistência para Hyoran fechar o placar.

Técnico: Valdir Bigode – Vasco – 7,5

Conhecedor do elenco e de seus jogadores, aposto no melhor que tinha, recuperou alguns atletas que estavam em baixa e montou um time que fez um belo clássico contra o Fluminense. Tem muito mérito na performance de Nenê.



MaisRecentes

É possível admirar o estilo Fernando Diniz no São Paulo sem ser um Dinizete fanático



Continue Lendo

Corinthians vai de ‘melhor técnico do Brasil’ ao alto risco de eliminação no Paulista



Continue Lendo

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo