Flamengo, Palmeiras e São Paulo dominam a Seleção da 25ª Rodada do Brasileirão-2016



Confira a Seleção da 25ª Rodada do Brasileirão-2016 (Crédito: Arte Lance!)

Confira a Seleção da 25ª Rodada do Brasileirão-2016 (Crédito: Arte Lance!)

A 25ª Rodada do Brasileirão-2016 trouxe o tão esperado duelo entre líder e vice-líder da competição. A expectativa foi cumprida e os torcedores foram agraciados com uma partida emocionante no Allianz Parque.

Não foi à toa que seis personagens da partida estão na Seleção desta Rodada. São eles: Alex Muralha, Pará, Alan Patrick e o técnico Zé Ricardo, do Flamengo; Moisés e Gabriel Jesus, do Palmeiras.

O Craque da Rodada, porém, veio do jogo entre Botafogo e Santos, decidido justamente por Zeca, com um belíssimo gol de fora da área, suficiente para coroá-lo como melhor da rodada. Definiu uma vitória importantíssima para o Peixe contra um adversário duro, fora de casa.

Outro paulista que teve destaque no selecionado foi o São Paulo, representado por Rodrigo Caio e Wesley, autor do gol que garantiu o triunfo ao Tricolor sobre o Cruzeiro.

Completam a Seleção o zagueiro Kanu, do Vitória, o meia-atacante Osman, do América-MG e centroavante Roger, da Ponte Preta.

A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Confira as notas e o desempenho de cada um dos integrantes:

Alex Muralha – goleiro – Flamengo – 7,0

Apesar de uma saída errada, salvou o Flamengo em algumas oportunidades e garantiu, pelo menos, um ponto jogando contra pressão absurda do Palmeiras

Pará – lateral-direito – Flamengo – 7,0

Fez grande partida no Allianz Parque, intensidade tanto na defesa quanto no ataque. Foi um dos jogadores que mais desarmou na rodada.

Kanu – zagueiro – Vitória – 6,5

Além da consistência defensiva, marcou o gol da vitória de seu time sobre o Internacional em lance de oportunismo

Rodrigo Caio – zagueiro – São Paulo – 7,0

Impecável na marcação e nas coberturas. Bem posicionado, ganhou a grande maioria das antecipações e desarmes.

Zeca – lateral-esquerdo – Santos – 7,5 (CRAQUE)

Atuação grandiosa na Arena Botafogo ao marcar o gol da vitória santista em duelo difícil. Anotou um belíssimo tento em chute preciso de fora da área em jogada que ele mesmo iniciou com um desarme primoroso.

Wesley – volante – São Paulo – 7,5

Herói inesperado, ele assumiu a responsabilidade do meio-campo tricolor e fez um bonito gol em chute de longe, dando a vitória a seu time.

Moisés – volante – Palmeiras – 7,5

Apesar de atuação abaixo da média de seu time, foi o mais lúcido no que diz respeito a criação de jogadas, principalmente em seus arremessos laterais. Em um deles saiu o gol de Gabriel Jesus.

Alan Patrick – meia – Flamengo – 7,5

Iluminado, logo em seu primeiro toque na bola arrancou para o gol e abriu o placar para o Flamengo, já com um a menos, contra o Palmeiras no Allianz.

Osman – meia-atacante – América-MG – 7,5

Principal responsável por levar seu time a buscar o empate contra o Figueirense, fora de casa. Marcou um dos gols que renderam um ponto ao Coelho.

Gabriel Jesus – atacante – Palmeiras – 7,5

Dúvida até 15 minutos antes da partida, buscou brilhar desde o início. Não estava acertando a pontaria, mas no fim acabou achando o alvo providencialmente e marcou o gol que empatou a partida e manteve o Verdão na liderança.

Roger – atacante – Ponte Preta – 7,0

Principal representante do ataque da Macaca na vitória sobre o Grêmio por 3 a 0. Deixou a sua marca.

Técnico: Zé Ricardo – Flamengo – 7,5

Mesmo contestado por não ter sacado Márcio Araújo e ter tirado Diego quando o volante foi expulso, Zé Ricardo conseguiu arrumar seu time com um homem a menos de modo a evitar que o Palmeiras não conseguisse criar e ainda ficasse ameaçado por contra-ataques mortais. Diante das circunstâncias, a equipe fez grande partida e levou ponto essencial contra o líder e adversário direto na briga pelo título.



MaisRecentes

No Brasileirão, Corinthians se dá melhor quando não tem vantagem na posse de bola



Continue Lendo

Aproveitamento do Corinthians na temporada 2017 seria Top 10 na elite da Europa



Continue Lendo

Corinthians é o time que menos (e melhor) utiliza jogadores no Brasileirão-2017



Continue Lendo