Flamengo e Palmeiras dominam a Seleção da 28ª Rodada do Brasileirão-2018



Flamengo e Palmeiras juntos levaram sete jogadores para a Seleção da 28ª Rodada (Foto: Montagem/RM Sports/Palmeiras)

Depois de algum tempo, o líder do Campeonato Brasileiro finalmente conseguiu abrir três pontos de diferença para o segundo colocado. Essa façanha foi alcançada pelo Palmeiras, que venceu o São Paulo e se garantiu na liderança da competição. O desfecho só não foi melhor para os palmeirenses porque o Flamengo bateu o Corinthians e voltou para a briga pelo título. Diante dessas vitórias Verdão e Fla dominaram a Seleção da 28ª Rodada do Brasileirão-2018.

A vitória do Alviverde sobre o Tricolor paulista, no Morumbi, por 2 a 0, foi muito tranquila e garantiu a vantagem na primeira posição. Destaques para o zagueiro Gustavo Gómez, o lateral-direito Mayke, o meio-campista Moisés, e o técnico Felipão, o melhor em sua função na 28ª Rodada. Todos estão no selecionado.

Já o Flamengo venceu o Corinthians, na Arena, por 3 a 0 e mostrou recuperação na briga pelo título brasileiro. Lucas Paquetá, que marcou duas vezes, foi o Craque da 28ª Rodada. Além dele, o goleiro César, e o lateral-esquerdo Renê representam o clube carioca entre os melhores.

Outro clube que se destacou na rodada foi o Fluminense, que goleou o Paraná no Maracanã por 4 a 0. Jadson e Everaldo foram os comandantes da vitória e entraram para a Seleção.

Completam a lista o zagueiro Adryelson, do Sport, o meia-atacante Élber, do Bahia, e o atacante Nikão, do Atlético-PR.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Técnico: Felipão – Palmeiras – 7,5

Confira as notas e os desempenhos de cada integrante da Seleção da 28ª Rodada:

César – goleiro – Flamengo – 7,0

Fez duas grandes defesas em um mesmo lance, quando o jogo ainda estava empatado em 0 a 0. Contribuiu demais para a vitória.

Mayke – lateral-direito – Palmeiras – 7,5

Entrou após Marcos Rocha sentir a panturrilha e foi um dos destaques da vitória sobre o São Paulo, participando do lance que originou o primeiro gol, depois puxou o contra-ataque e cruzou na cabeça de Deyverson no lance do segundo.

Adryelson – zagueiro – Sport – 7,0

Estreou no Brasileirão pelo Sport em um jogo difícil contra o Inter e deu conta do recado. Além de garantir na defesa, empatou o jogo com um gol de cabeça.

Gustavo Gómez – zagueiro – Palmeiras – 7,0

Faz uma atuação melhor do que a outra, e dessa vez brilho em um clássico, abrindo o placar para a vitória, em um belo cabeceio, e foi impecável no setor defensivo.

Renê – lateral-esquerdo – Flamengo – 7,0

Além de fazer cinco desarmes certos, tendo papel importante no esquema fora de casa, fechou a vitória com um gol após contra-ataque de Rodinei.

Jadson – volante – Fluminense – 8,0

Teve dia de artilheiro e marcou duas vezes na goleada sobre o Paraná. Abriu o placar para a vitória e ainda anotou o terceiro gol.

Moisés – volante – Palmeiras – 7,5

Grande jogo. Controlou o meio-campo e até o nervosismo de seus companheiros para evitar provocação. Deu lindo drible no gol de Deyverson.

Élber – meia-atacante – Bahia – 8,0

Foi oportunista ao aproveitar desvio de Nilton e marcar o gol que abriu o placar contra o Grêmio logo no início do jogo. Depois, voltou a mostrar faro de artilheiro e fez o segundo, quando o time já estava com um homem a menos.

Lucas Paquetá – meia – Flamengo – 8,0

Dentro da área em cobranças de escanteio, aproveitou duas oportunidades para marcar dois gols, um de cabeça e outro após bola sobrar de frente para a meta. Ambos os lances definiram vitória em partida difícil fora de casa.

Nikão – meia-atacante – Atlético-PR – 7,5

Deu assistência para Marcelo Cirino abrir o placar com um minuto de jogo, depois aproveitou lançamento longo, ganhou do zagueiro e marcou o terceiro da goleada por 4 a 0 sobre o Paraná.

Everaldo – atacante – Fluminense – 7,5

Um dos destaques do Flu nas últimas partidas, deu duas assistências: uma para Richard, e outra para Jadson marcar o terceiro gol do jogo.

Técnico: Felipão – Palmeiras – 7,5

Foi ao Morumbi e venceu o São Paulo sem dificuldades, quebrando um tabu de 16 anos sem vitória do Verdão no estádio. Mesclou seus dois times e abriu três pontos na liderança. Mais um capítulo de um grande trabalho que faz no clube.

Obs.: A partida entre Cruzeiro e Ceará, que pertence à 28ª Rodada, foi adiada para o dia 24/10 e, portanto, não foi considerada para a Seleção.



MaisRecentes

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo

Venha sem preconceitos, pois precisamos falar da fase de Felipe Melo no Palmeiras



Continue Lendo

No futebol nossa torcida é mais contra ou a favor? Até que ponto a paixão nos cega?



Continue Lendo