Flamengo, Botafogo e Atlético-MG dominam a Seleção da 11ª Rodada do Brasileirão-2018



Flamengo, Botafogo e Atlético-MG dominaram a Seleção da 11ª Rodada do Brasileirão-2018 (Foto: Montagem)

A briga pela vice-liderança do campeonato continua intensa, do segundo ao oitavo colocado, a diferença é de apenas três pontos, no entanto a liderança está longe de ser alcançada. Os seis pontos de vantagem para a concorrência após mais uma vitória, fazem com que o Flamengo garanta a primeira posição durante a pausa para a Copa do Mundo, mas não é só, ao lado de Botafogo e Atlético-MG, domina a Seleção da 11ª Rodada do Brasileirão-2018.

Apesar de o ataque ter funcionado ao vencer o Paraná, por 2 a 0, no Maracanã, o destaque do Flamengo foi a consistência do setor defensivo, tanto é que Thuler, Renê e Cuéllar estão entre os melhores da 11ª Rodada. Sem contar a presença do técnico Maurício Barbieri.

Já o Bota empatou em 3 a 3 com o Bahia, na Fonte Nova, com um jogador a menos desde a primeira etapa. Jefferson, Léo Valencia e Kieza foram os grandes nomes do ponto heroico conquistado fora de casa e estão no selecionado.

O Atlético-MG, por sua vez, venceu o Fluminense por 5 a 2, no Independência, e subiu para a vice-liderança. Isso porque o time contou com a grande fase de Ricardo Oliveira e Róger Guedes, Craque da 11ª Rodada. Ambos estão na Seleção.

Completam a lista o lateral-direito Apodi, da Chapecoense, o zagueiro Victor Cuesta, do Internacional, e o meia Yago Pikachu, do Vasco.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Técnico: Maurício Barbieri – Flamengo – 8,0

Confira as notas e os desempenhos de cada integrante da Seleção da 11ª Rodada:

Jefferson – goleiro – Botafogo – 6,5

Levou três gols do Bahia, mas não teve culpa. Se não fosse a sua atuação, com três defesas difíceis, o resultado teria sido pior, com um jogador a menos, fora de casa.

Apodi – lateral-direito – Chapecoense – 6,5

Fez uma grande jogada pela lateral direita, ganhou de Egídio na corrida e cruzou para Bruno Silva abrir o placar contra o Cruzeiro.

Thuler – zagueiro – Flamengo – 7,0

Apesar da idade e da pouca experiência no time principal, vem mostrando uma maturidade enorme, dando segurança ao sistema defensivo do time. Mais uma boa atuação.

Victor Cuesta – zagueiro – Internacional – 7,0

É muito regular em seu desempenho defensivo, impõe sua firmeza nas disputas e leva vantagem. No ataque marcou de cabeça o gol fa vitória sobre o Santos.

Renê – lateral-esquerdo – Flamengo – 6,5

Mais uma partida correta e de enorme consciência tática. Soube dosar sua participação nos dois setores e teve grande papel defensivo.

Cuéllar – volante – Flamengo – 7,0

Novamente dominou o meio-campo defensivo com desarmes e distribuição de jogo para os armadores do time. Seu desempenho é fundamental para o funcionamento do esquema.

Yago Pikachu – meia – Vasco – 7,5

Sem dúvidas é o grande destaque do Vasco e outra vez provou sua importância. Marcou duas vezes na vitória por 3 a 2 sobre o Sport, sofreu o pênalti que ele mesmo bateu e converteu.

Léo Valencia – meia – Botafogo – 7,5

Marcou um golaço em cobrança de falta quando o jogo estava empatado em 2 a 2 e antes disso deu assistência para Kieza marcar.

Kieza – atacante – Botafogo – 8,0

Marcou dois gols em momentos importantes e difíceis da partida diante do Bahia, fora de casa. Colocou o time duas vezes em vantagem no placar.

Róger Guedes – atacante – Atlético-MG – 8,0

Outra grande atuação do atleticano no Brasileirão. Marcou um golaço no ângulo do goleiro do Fluminense, e depois fechou o placar em arrancada com Ricardo Oliveira e drible humilhante no zagueiro rival.

Ricardo Oliveira – atacante – Atlético-MG – 7,5

Faz grande temporada no Galo. Marcou um belíssimo gol de falta e, mesmo aos 38 anos, arrancou em velocidade no fim para dar assistência para Róger Guedes.

Técnico: Maurício Barbieri – Flamengo – 8,0

Definitivamente é o responsável pela grande virada do Flamengo na temporada. Time finalmente mostra consistência tática e técnica e não vacila diante dos adversários, fortes ou mais fracos. Melhora no setor defensivo é considerável.



MaisRecentes

Veja quantos jogadores diferentes cada clube utilizou no Brasileirão-2018



Continue Lendo

Internacional atropela o Fluminense e domina a Seleção da 18ª Rodada do Brasileirão-2018



Continue Lendo

Santos é o clube de Série A há mais jogos sem vencer na temporada



Continue Lendo