Fase vitoriosa e invicta na temporada leva Internacional e Santa Cruz ao topo da tabela no Brasileirão-2016



Jogadores do Internacional comemoram gol e vitória contra o Santos, na Vila Belmiro (Foto: Ivan Storti/Lancepress!)

Jogadores do Internacional comemoram gol e vitória contra o Santos, na Vila Belmiro (Foto: Ivan Storti/Lancepress!)

O melhor aproveitamento entre os clubes da Série A neste ano é justamente de um dos líderes do Brasileirão, o Internacional. O time de Argel Fucks conquistou 71% dos pontos que disputou em partidas oficiais, tendo sido derrotado apenas em uma oportunidade, algo que o coloca como o que menos perdeu em 2016 entre os concorrentes da primeira divisão do campeonato. Veja no quadro abaixo:

O Internacional desponta com o melhor aproveitamento e o menor números de derrotas entre as equipes da Série A

O Internacional desponta com o melhor aproveitamento e o menor número de derrotas entre as equipes da Série A

Já com o título gaúcho na conta, o Inter, na figura de seu técnico, sofre com críticas sobre o estilo de jogo de sua equipe, que seria muito defensivo, pouco vistoso e estaria na contramão do que se diz moderno.

Talvez os críticos tenham razão, mas não se pode negar que essa forma de jogar tem sido eficiente para o Colorado, que disputou duas competições oficiais até aqui. Em uma foi campeão e na outra é líder após quatro rodadas completadas.

Além disso, vale registrar que o time está há 18 partidas sem perder. A última derrota foi pelo Campeonato Gaúcho, contra o Veranópolis, há mais de três meses. Depois disso foram 11 vitórias e sete empates. Sendo que nos últimos dez duelos, sofreu apenas um gol, marcado pelo Brasil de Pelotas, no estadual.

Para somar mais um feito à conta dessa boa fase do Internacional, basta dizer que Argel e seus comandados derrotaram o Santos na Vila Belmiro, palco no qual o dono da casa estava invicto havia quase 11 meses, ou 29 jogos.

Outra equipe que também está invicta há um bom tempo nesta temporada é o Santa Cruz, uma das sensações do campeonato até o momento. A exemplo do Inter, são 18 jogos de invencibilidade (dez vitórias e oito empates). A última derrota do Santa foi para o Bahia, na Copa do Nordeste, há mais de dois meses, quando o técnico era Marcelo Martelotte.

De lá para cá, o cenário mudou. Milton Mendes assumiu o time e levou o título dos dois torneios que disputou: Campeonato Pernambucano e Copa do Nordeste, além de garantir vaga na 3ª fase da Copa do Brasil. Nota-se, portanto, que a campanha no Brasileirão deste ano não é por acaso.

Ambos os times citados acima são exemplos de que a continuidade de uma boa fase pode render frutos, principalmente em campeonato de pontos corridos. Isso serve também para aqueles que já entraram na competição trazendo um desempenho ruim na temporada.

São os casos de Sport e Figueirense, que já começam a preocupar. Os dois conquistaram menos de 50% dos pontos que disputaram em 2016 e já figuram na zona de rebaixamento. O Sport, por exemplo, conquistou apenas um ponto e marcou um gol neste início de Brasileirão.

Evidentemente há exceções, como o Botafogo, que tem bom aproveitamento, mas começa mal o nacional. Ainda assim é possível ter uma boa noção do que, por ora, vai funcionar.



MaisRecentes

Roger Machado chega ao Palmeiras com respaldo de analistas e desconfiança do torcedor



Continue Lendo

Fluminense passa dos R$ 3 milhões de prejuízo e clubes do Rio têm saldo negativo no Brasileirão



Continue Lendo

Após pintura de Otero, Atlético-MG domina a Seleção da 36ª Rodada do Brasileirão-2017



Continue Lendo